29 abril 2012 Comente! Postado por:

Coisas dele, Relacionamento, Sexo »

Namoro há dois anos e meio e sempre tivemos uma vida sexual ativa. Porém, nos últimos 4 meses meu namorado não tem me procurado mais, e quando eu o procuro, ele sempre arranja uma desculpa. Ele confessou que está incomodado com esta situação e que vai dar um jeito de fazer atividade física para ter disposição para o sexo. Uma das desculpas é que está sempre cansado. No início era um sonho, em qualquer lugar, era só ter vontade e pronto. Agora, tem várias restrições: não gosta mais de fazer sexo oral, não gosta mais de ir para motel, só pode ser na casa dele. Ele tem 37 anos e eu 30. Não sei mais o que fazer, por favor, me ajudem!

Olá leitora insatisfeita, que chato isso estar acontecendo tão cedo em seu relacionamento. O sexo entre o casal é um ótimo “termômetro” do relacionamento, indicando o quanto vocês estão bem, salvo, nesses casos, obviamente, em caso de problemas de saúde.

Existem problemas fisiológicos que levam à perda de desejo sexual no homem e, por consequência, podem chegar a casos de disfunção erétil. Nesses casos, apenas a busca por um bom médico para ajudar. Esse é o tipo de caso em que o apoio da parceira é muito importante. É cobrado dos homens desde criança serem viris e fortes. Ter um problema de saúde que acarrete “fracasso” nessa área é certamente motivo de vergonha e será preciso muita paciência da sua parte e principalmente um diálogo honesto. Não pressione para ele falar, mas toque no assunto com calma e delicadeza.

Você diz que ele já assumiu que existe um problema e está na hora de começar a buscar uma solução. Além de atividades físicas, como academia, atividades a dois como aulas de natação e dança de salão aproximam o casal e são ótimas para a saúde. E se a saúde vai bem, o sexo geralmente melhora.

Dicas como procurar um motel, ou sex-shop para quebrar a rotina são válidas, mas, no entanto, às vezes equivocadas. O desejo sexual que deveria levar à quebra de rotina e à criatividade para experimentar novas situações, e não o contrário.

Qualquer relação prolongada está sujeita a cair em uma rotina. O excesso de proximidade e intimidade leva a uma rotina e a uma “segurança” que estimula a inércia do relacionamento. Uma exposição demasiada do corpo, ou maus hábitos de convivência podem levar a uma falta do prazer da conquista, da sedução, e por consequência a uma perda do desejo. Às vezes, quanto mais íntimos, mais distantes ficam os casais.

Um bom relacionamento precisa de uma dose de individualidade. Fazer tudo junto o tempo todo pode acabar gerando um relacionamento mais fraternal do que o desejado.

Ele não demonstrar interesse sexual não significa que ele não te ama e muito menos que ele tenha uma “outra”. Afaste esses pensamentos que só vão ajudar a minar sua relação. Lembre-se que o sexo nada tem ver com o amor. Pode ser o começo, pode ser importante, mas a conexão entre amor e sexo é geralmente bem menor do que, principalmente, as mulheres costumam julgar.

Comente!      Postado por Cadu
25 abril 2012 3 Comentários Postado por:

Coisas dele, Relacionamento »

Muitas coisas evoluem com o passar dos anos, mas tenho notado que as relações ainda precisam se desenvolver um pouco mais. Hoje em dia é cada vez mais comum topar com histórias de pessoas que demonstram não ter qualquer tipo de consideração por suas histórias, pelas pessoas a sua volta ou por aquilo que supostamente deveriam ter. E isso é ruim, muito ruim.

Eu já contei um pouco da minha história por aqui e de como eu aprendi de uma forma bem bruta e doída como devo me comportar em relação ao sentimento dos outros. E depois de receber 2 e-mails contando histórias onde a falta de consideração fechou portas, acho que devo voltar a falar disso agora.

Aprenda, de uma vez por todas, uma coisa muito simples: Você pode não gostar mais, pode ter se decepcionado ou pode ter acontecido qualquer coisa que mudou de uma vez por todas o rumo da sua história a dois. Só não esqueça que além de estarmos pensando aqui em uma pessoa que foi muito importante um dia para você, estamos falando de alguém que tem dentro de si sentimentos. As pessoas se magoam. As pessoas mudam de ideia. As pessoas mudam suas prioridades. Não é difícil entender até aqui, certo?

Sozinho
Não seja ESSE cara

Então, temos a crise: Uma das partes mudou de planos e não está mais a fim. A outra, certamente, sofrerá com essa decisão. Em todo término sempre tem pelo menos uma das partes que sofre, quando não são as duas. Mas existem formas e formas de se fazer isso, além de que devemos usar toda aquela consideração que temos para evitar sofrimento desnecessário. E quer saber mais? Vai te fazer um bem danado se você fizer isso, eu já passei por coisas assim e sei bem do que estou falando.

Como fazer e/ou demonstrar consideração?

Simples. Existem várias pequenas coisas que você pode fazer. Dependendo do teu caso, um conjunto delas pode cair bem. Coisas do tipo:

1. Dedique um tempo para conversar e acertar todos os pontos com o/a ex: Simples assim. Tire um dia (ou alguns, se for o caso) para baterem um papo e resolverem todo e qualquer ponto que ficou mal resolvido. Não adianta iludir, não adianta só esquecer, tem que resolver. Coisas mal resolvidas podem crescer com o tempo e nem sempre isso será bom.

2. Mostre todo o seu respeito evitando certas atitudes: Não tem necessidade de você desfilar com o novo par na frente do ex, seja qual for a situação. Não é bacana também ficar se declarando publicamente pouco tempo após terminarem, já que o outro ainda esta por perto. Não é que você não possa fazer, mas por respeito seria bacana evitar por um tempo.

3. Trabalhe apenas com a verdade: Não tem porque mentir, não tem porque esconder nada. Você pode e deve trabalhar apenas com verdades quando for conversar com o teu ex, em qualquer hipótese que for. As vezes verdades ditas de uma vez produzem um efeito melhor que tentar esconder algo ou que tentar inventar desculpas. Isso é ter consideração, viu?

4. Seja gentil: Não tem necessidade nenhuma de você reagir com mal humor com a pessoa, já que é evidente que ela estará magoada. Se ver que as coisas estão esquentando, diga que precisa sair e fuja dali naquele momento, para retomar a conversa depois. E tenha paciência, isso será fundamental para resolver qualquer questão.

Na verdade, eu acredito que não deveria fazer um texto sobre isso, pois sempre espero dos outros no mínimo a mesma consideração que eu tenho para com eles. Mas na vida nem tudo é do jeito que a gente quer e não custa nada lembrar para as pessoas que essa postura vale a pena. Então, quando acontecer com você, lembre-se disso.

E não deixe de mandar esse texto para alguém que estiver passando por algo assim. Uma luz é sempre bem vinda na hora do desespero.

3 Comentários      Postado por Rafael R
18 abril 2012 13 Comentários Postado por:

Amor, Coisas dela »

Por: Natarcia Maia

Bom, em meio a tantas histórias de relacionamentos à distancia que deram certo, a minha se Deus quiser não vai ser diferente, afinal já está dando… Tudo “começou” no dia 06 de setembro de 2009, em um chat qualquer, site esse que nunca mais vi funcionando, começamos a teclar off-line um com o outro e em meio a desencontros nesta data começamos uma amizade muito linda e, sobretudo verdadeira.

Tinhamos uma relação muito forte, parecia até que nos conhecíamos a muuuito tempo, ficávamos pensando se um dia iriamos nos encontrar, se um dia ia ser possível… naquele tempo eu era muito nova, tinha acabado de completar meus 18 anos e ele já tinha 25… conversa vai conversa vem, sempre tivemos consciência que poderia dar certo ou não, que poderíamos nos apaixonar por alguém próximo, e ai a nossa historia teria um “fim”.

Então, passaram-se alguns meses e comecei a nota-lo estranho, longe… distante “além dos Km”, tivemos uma conversa muito séria e ele disse que havia conhecido uma moça na qual estava tendo algum sentimento e queria que eu soubesse, afinal já havíamos falado que a confiança e a sinceridade era essencial pra qualquer relacionamento.. ainda mais sendo a distancia… foi ai que nosso contato diminuiu, não chegou a cessar, apenas diminuiu e não falávamos mais de “amor”, apenas de uma amizade L , confesso que entrei em choque, fiquei triste por tanto tempo… mas, superei e nunca deixei de acreditar que se um dia tivesse que ser… esse dia ia chegar.

Meses, anos se passaram e como já disse não perdemos o contato totalmente, sempre ficava de olho no status de relacionamento dele nas redes sociais… rsrs… foi ai que eu vi “solteiro” isso já no ano de 2011, ano este que nos vimos pela primeira vez e que faço questão de compartilhar. Bom, foi assim: Ele morando Na Bahia e eu em Teresina, o nosso primeiro encontro foi pra lá de emocionante, eu iria participar de um encontro de Adm. Que aconteceu em Maceió- AL. No mesmo dia que aconteceria a viagem, eu postei nos status do msn que estaria em breve em Maceió… assim que cheguei em casa, o celular toca e advinha, era ele, perguntando se eu iria mesmo pra Maceió ou era apenas conversa… Confirmei que iria aquela noite e que chegaria no outro dia a tarde, ele não hesitou e disse que iria pra lá também, pra me ver, nem que eu não quisesse… eu fiquei assustada e desacreditei um pouco, por conta da distancia extra que tínhamos por conta do namoro que ele havia começado antes.

Assim que cheguei em Maceió, nós mantemos o contato pra que nos encontrássemos logo que ele chegasse… Enfim, ele chegou… foi um encontro emocionante, o que parecia ser impossível estava ali acontecendo de verdade, deixara de ser virtual, e eu via nos olhos dele o quanto ele estava feliz por estar vivendo aquele momento… passamos a noite e um pouco da madrugada sentados num banquinho em frente ao mar, não tinha melhor lugar né!

Namoro a distância

O nosso beijo parecia se encaixar e nossos olhos pareciam não querer se separar… nos vemos apenas esse dia na minha estada por Maceió.

Um ano depois… nos encontramos novamente, desta vez eu fui até a cidade dele na Bahia e nem precisa dizer que foi intenso pra caramba… e tive e tenho cada vez mais a certeza que vamos ser felizes juntos um dia… eu acredito num futuro onde essa distancia não mais existirá e seremos felizes… muuuito felizes.

Quer participar do Diário de Casal e compartilhar a sua história com o mundo inteiro? Saiba como participar e não deixe para depois!

13 Comentários      Postado por Ele / Ela
13 abril 2012 Comente! Postado por:

Artigos »

Então, hoje é o dia do beijo. E tem coisa melhor que beijar?

Pode ser aquele selinho, despretensioso. Ou um beijo na bochecha, bem estalado. Ou, ainda, aquele que fica no meio termo: no cantinho da boca, só pra provocar.

Mas, melhor ainda, é aquele beijo demorado, apaixonado, que faz o coração acelerar e faltar fôlego, não é?

Pode ser mais lento, ou mais intenso, dependendo do momento do casal. Pode ser beijo com aquela mordidinha no final, ou até mesmo para “roubar” uma bala.

Pode ser um beijo romântico, ou aquele beijo com pegada. Existe um beijo para todo tipo de situação.

Pode ser até beijo roubado. Quando se trata de beijo, vale tudo! Afinal, quase todas as histórias de amor começam assim. E se o beijo for bom, a chance de elas perdurarem é enorme.

Para inspirar um pouquinho, alguns beijos cinematográficos

Beijo no filme Meu primeiro amor
Beijo do filme Meu Primeiro Amor

Beijo no filme Romeu e Julieta
Beijo do filme Romeu e Julieta

Clássica cena do filme A dama e o vagabundo
Beijo do filme A Dama e o Vagabundo

Cena do filme Um beijo roubado
Beijo do filme Um Beijo Roubado

Cena do filme Diário de uma paixão
Beijo do filme Diário de Uma Paixão

Cena do filme E o vento levou
Beijo do filme E O Vento Levou

Spiderman kiss
Beijo do filme Homem Aranha

Mrs & Ms Smith
Beijo do filme Sr e Sra Smith

Cena do filme Bonequinha de Luxo
Beijo do filme Bonequinha de Luxo

City of Angels
Beijo do filme Cidade dos Anjos

Titanic
Beijo do filme Titanic

Arwen and Aragorn
Beijo do filme Senhor dos Anéis

PS I Love You
Beijo do filme PS Eu te amo


Beijo do filme X-Men 3

Pirates of the Caribbean movie scene
Beijo do filme Piratas do Caribe

Ficou com vontade? E está esperando o quê? Corra beijar quem você ama!

Feliz dia do beijo a todos!

Comente!      Postado por Mayara Godoy
10 abril 2012 7 Comentários Postado por:

Especial »

Um domingo de páscoa, uma suposta caça aos ovos de chocolate e…

Alguém aí conhece a Renata ou o Vina? Vou deixar o espaço aberto para eles falaram o que quiserem aqui.

Related Posts with Thumbnails
7 Comentários      Postado por Rafael R