15 junho 2012 3 Comentários Postado por:

Coisas dele, Histórias »

Tenho uma história curiosa pra contar para vocês, hoje. Como ela envolve minha namorada e eu, vou precisar recapitular alguns trechos do passado para chegar até o presente, onde tudo fará sentido – ou ao menos eu espero que faça. Então vamos acompanhar.

Tudo começou em janeiro, neste blog mesmo. A Caju tinha amigos em comum comigo e acabamos nos conhecendo. Entre conversas e conversas maiores, ela teve a ideia de fazer um post sobre como NÃO pedir alguém em namoro. O post foi republicado aqui também, com a permissão dela. E vou copiar um trecho que me chamou a atenção, na época:

Não peça alguém em namoro via MSN, chat de facebook, Gtalk, Direct Mesage do Twitter, SMS/Whatsapp/Voxer, vou dar um desconto para o Skype que pelo menos você está vendo a pessoa pela webcam (mas somente para pessoas que estão em cidades diferentes).

Tentar oficializar qualquer relacionamento via texto, perde toda a emoção, isso sem falar da seriedade. Quando alguém te pede em namoro você quer olhar no olho, quer abraçar e beijar a pessoa e ficar sorrindo igual idiota. Se você lê um “quer namorar comigo?” quem você vai abraçar? O Monitor ou o teclado?

Até aí, tudo ok. É realmente frustrante esperar uma reação de felicidade extrema ou um olhar de negação completo sem ao menos olhar nos olhos da pessoa. A vida seguiu e eu fiquei com esse pequeno trecho na mente, sabe-se lá porque.

Cajust
Duas mãos, um cão e emoç… sem rimar aqui, vai! :P

Um adendo: Engraçado quando dizem que você encontra aquilo que mais precisa quando deixa de procurar, uma hora você se dá conta disso e descobre que não poderia ter mais sorte na vida. Apesar do começo complicado e das confusões no decorrer do período, ter a Caju por perto me dava uma sensação de paz num momento onde paz era tudo o que eu precisava. Ela conseguiu dar um pouco de sentido para as coisas quando esse sentido parecia não existir. E não posso ser mais grato a ela do que sou, hoje, por isso tudo.

Enfim, poucos dias atrás a gente já agia como um casal de namorados, mas nada oficial. Eu queria fazer algo diferente quando fosse finalmente pedir direito e não sabia muito bem como fazer, até então. Numa quase briga, eu tava realmente disposto a fazer um discurso e dizer pra ela essa e mais algumas coisas que me fizeram estar por perto, acreditar nisso e insistir para que desse certo. Aí, sem mais, eu lembrei daquele trecho ali em cima.

Peguei meu notebook, fui no meu perfil do Facebook e alterei para “Em um relacionamento sério com Ca Judy”. Dei na mão dela o note e falei que se ela quisesse que fôssemos oficialmente um casal ela teria que clicar no “Enviar” (ou algo assim) e que ela poderia, se quisesse, cancelar aquele novo status. Eu pedi ela em namoro pelo Facebook, no meu computador, mas dei a chance a ela de ver a minha reação no momento e vice-versa.

Virei o jogo, como gosto de pensar.

Sou grato a tudo o que ela já me fez. Sinto que ela ficará por um bom tempo na minha vida, por isso não hesitei em tornar público que é com ela que eu estou e é com ela que eu quero estar. Sei que preciso, de alguma forma, recompensa-la por todas as coisas boas que ela trouxe para a minha vida. E sei que gosto dela o suficiente para começar a arriscar alguns pequenos planos e sonhos, já que temos nossas diferenças mas estamos com cuidado aprendendo a lidar com elas. Isso tem potencial e vai acontecer!

E está aqui, como mais uma prova do meu comprometimento a causa deste blog. O “dono” do Diário de Casal finalmente está dentro de um relacionamento novamente. E vocês ainda ouvirão falar bastante dela por aqui, tenho certeza.

Quer participar do Diário de Casal e dividir a sua história com o mundo? Não deixe para depois, saiba como participar e envie o seu relato agora mesmo!

3 Comentários      Postado por Rafael R
14 junho 2012 1 Comentário Postado por:

Coisas dele, Surpresa »

Fabricio é um cara criativo. Inventou uma suposta promoção de Dia dos Namorados para levar a família e alguns amigos para assistir uma peça de teatro em Curitiba, mas o plano era outro. Ao final do espetáculo, aproveitando a presença inclusive da sogra, ele… bom, veja aí o que rolou no final.

A reação da Vanessa é demais!

Tudo ocorreu no Teatro Lala. E pedidos de casamento inusitados sempre serão incríveis assim!

1 Comentário      Postado por Rafael R
11 junho 2012 Comente! Postado por:

Amor, Especial, Surpresa »

Finalmente chegou o tão sonhado dia dos namorados! O comércio adora e muitos casais também. Gosto do romantismo, e assumo que sou um romântico incondicional. Adoro mimar minha namorada, mas não somente nesse dia e sim, também, nos outros 365 dias do ano.

foundue

Já tivemos muitos anos comemorando, ou melhor, tentando comemorar em restaurantes e afins, mas já há uns anos decidimos: não dá pra sair de casa pra jantar no dia dos namorados. Uma que os preços sobem, outra que os lugares ficam cheios, muita fila de espera, geralmente tá muito frio e ficar na fila pro lado de fora não é algo nada legal e quando conseguimos a mesa, a comida não vem tão boa, afinal o restaurante está cheio; eles têm que atender todos rápido e te “forçar” a sair rápido da mesma porque tem muita gente esperando pra entrar.

Enfim, decidimos “comemorar” em casa mesmo, porém com muito romantismo e um jantar digno da data. Você pode ter muitas boas ideias, principalmente se mora sozinha(o). Como moramos juntos, tivemos a ideia de fazer um tradicional foundue. Mas não qualquer um. Que tal preparar uma surpresa, enxer a casa com velas acesas, uma música tranquila e romântica, preparar o jantar e pra finalizar a noite, uma lingiere especial? Bom, vai da criatividade de cada um. Abaixo, separei algumas receitas boas para esse jantar:

Fondue de carne ao vinho (sem gordura)

Ingredientes     
Filé mignon em cubos (aproximadamente 300 g por pessoa)
1 garrafa de vinho tinto seco (malbec)
2 dentes de alho
1 cebola
2 tabletes de caldo de carne
Sal
1 fio de azeite

Modo de Preparo

– Tempere a carne somente com sal e reserve
– Em uma panela refogue a cebola e o alho no fio de azeite
– Quando dourar adicione o vinho e os tabletes de caldo de carne
– Assim que ferver transfira o conteúdo para o rechaud e mantenha o vinho sempre quente
– Espete os cubinhos de carne e deixe-os cozinhar
– Para acompanhar o fondue pode servir molhos e pão italiano

E para a “sobremesa”, um foundue de chocolate!

Fondue de Chocolate Lindt

Ingredientes
1 tablete picado de Chocolate Lindt dark Excellence 70% cacau 100g
1 tablete picado de Chocolate Lindt milk Extra Creamy 100g
160 ml de creme de leite

Acompanhamentos
Frutas frescas: uva, morango, banana, maçã, pera, abacaxi
Frutas secas: damasco, abacaxi, pêssego, papaya, manga

Preparo

Prepare sua seleção de acompanhamentos lavando e cortando os alimentos.
Derreta o chocolate em banho-maria no fogão ou microondas. Espere esfriar um pouco.
Separadamente, aqueça o creme de leite e depois misture com o chocolate derretido.
Coloque a mistura no pote de fondue e sirva à mesa junto com os acompanhamentos.

Ta aí duas receitas que farão com que seu dia dos namorados seja especial, em casa, curtindo o friozinho e o aconchego ao lado de quam você ama.

E aí, o que vocês farão nesse dia para comemorarem?

Comente!      Postado por Diego Fávero
11 junho 2012 1 Comentário Postado por:

Especial »

Muitos vlogs estão fazendo vídeos especiais para o Dia dos Namorados, nesse post trarei alguns que eu já vi e gostei e outros que achar por aí. Para começar, um da minha amiga @kefera que está super bem produzido.

Aqui tem um da @lullylucky que ficou bem legal também.

Dia dos Namorados

O Pessoa do Prosa de Boteco fez um podcast sobre o tema, bem legal também. Clique aqui para ouvir.

O pessoal do O seu aqui?

1 Comentário      Postado por Rafael R
6 junho 2012 1 Comentário Postado por:

Coisas dele, Relacionamento »

Parece que o sofrimento não terá fim: Você tenta falar com uma pessoa, insiste um pouco mais e parece que ela está realmente sem tempo pra te responder. Essa seria a sua conclusão, caso não a visse conversando com outras pessoas, deixando comentários em fanpages e tuitando sem parar. Já passou por algo assim? Então isso serve pra você.

Esse tipo de coisa acontece com uma maior frequência hoje, já recebi pelo menos 10 emails relatando coisas parecidas. E eu sempre fico me perguntando que tipo de pessoa prefere te ignorar pro completo, em alguns casos, enquanto continua interagindo com tudo e com todos. Afinal de contas, VOCÊ não merece isso, merece? Não, claro que não. Então por que as pessoas continuam fazendo isso?

Casal na escola
Se fosse na escola, você seria a aula de física! :P

Resumo: A pessoa não quer conversar com você. Não quer e também não consegue ou tem coragem de dizer isso diretamente pra você.

Antes de qualquer coisa, temos que ter em mente algumas coisas, também. Nos dias de hoje, o trabalho consome muito as pessoas. Trabalho, estudos e outros fatores podem fazer com que nossa paciência apenas se acabe e não queremos conversar com ninguém naquela hora. Esse é um cenário, mas existem outros. Nesse caso eu diria que você pode apenas ser paciente e deixar que a pessoa perceba a sua ausência, provavelmente ela virá atrás de você depois de um tempo e tudo ficará bem novamente.

No caso mais comum, a pessoa apenas não quer mais ter tanto contato com você. E é sempre chato dar um jeito de dizer isso para quem você quer se distanciar, não existe uma forma fácil. Mas a partir do momento que você nota a insistência e percebe que o outro lado não quer se distanciar, você pode tomar apenas uma atitude simples: CONVERSAR. Diga o porque de não ter tempo, diga que está focado no que quer que esteja, diga que não quer mais papo… o que for, mas apenas diga. Não é legal deixar alguém que claramente gosta de você e de tudo o que você é boiando num mar de dúvidas. Seja bacana!

E se você, que insiste MUITO para ter a atenção de alguém, acha que está fazendo o certo, tenho uma péssima notícia: Apenas pare! Você precisa perceber também se não está sendo chato, querendo atenção demais e tempo que a pessoa não pode dispor pra você. Todo mundo tem o direito de ter seu tempo para fazer o que bem entender e se a pessoa em questão não está a fim de usar o tempo livre dela pra você, desista. Vai por mim, não vale a pena insistir tanto em alguém que claramente não faz questão da sua presença.

No fundo, já sabemos dessas coisas. Todos nós sabemos. Mas o fenômeno ficou mais comum em tempos onde uma stalkeada nos perfis da pessoa revela o que ela anda fazendo, com quem ela anda conversando e para onde ela tem ido. Também sabemos que depois de um tempo onde você insiste em algo e a pessoa não retorna com nada positivo deve ser o suficiente para nos fazer parar. Mas como as vezes as coisas ficam muito confusas, não custa nada lembrar disso tudo. Então, a partir de agora, você já sabe: Se a atenção seletiva da pessoa excluir você, siga em frente e parta para a próxima.

Combinado?

Related Posts with Thumbnails
1 Comentário      Postado por Rafael R