17 novembro 2014 Comente! Postado por:

Coisas dele, Viagens »

Poucas coisas no mundo são tão incríveis quanto viajar. Tem quem goste pouco, tem quem goste muito mas não tem ninguém que é indiferente a pegar uma estrada ou um vôo e ir para algum lugar novo. Mas claro, nossas vidas modernas e cheias de responsabilidades nem sempre permitem que possamos viajar. Claro que tudo tem jeito de resolver e você pode aproveitar na sua cidade, na sua casa ou até mesmo num parque, gratuito e com fácil disponibilidade, para fazer coisas gostosas.

Eu já quis em momentos diferentes fazer viagens com a minha senhora para alguns lugares e infelizmente nenhuma delas ainda saiu do papel. Claro, temos tempo, mas as vezes é frustrante ver algumas coisas simplesmente não acontecerem. Mas posso garantir que na primeira oportunidade que eu tiver farei uma das 3 coisas que listarei nesse texto para sentir ao menos um pouco da emoção que é viajar.

Se fosse para eu viajar hoje, escolheria um desses 3 lugares certamente. E se não der certo por algum motivo, veja o que pretendo fazer para viver essa alegria.

1. Las Vegas

Não tem escapatória. Enquanto 90% da população mundial encara Vegas como a Sin City, onde coisas acontecem e ninguém fica sabendo, eu encaro com um único prisma: A capital mundial do poker, com a sua WSOP. Ter acesso a todos os jogos que eu sempre quis encarar é uma coisa que eu preciso de uma parceira do lado, para apoiar e confortar. Caso não dê certo, eu aceitaria uma tarde de domingo jogando online mesmo. Estar a poucos cliques do PokerStars ou do CasinoOnline.pt certamente me motiva a criar uma atmosfera acolhedora. Essa sei que posso fazer assim que ela chegar, então pode ser a primeira que realizarei.

2. Grécia

Vou resumir com apenas uma imagem, essa.

grecia

Não existem razões no mundo para não querer conhecer e estar nesse lugar, a qualquer hora do dia. É um dos destinos que eu mais quis conhecer na vida e, se nada der certo, talvez quando ela voltar eu a leve para um restaurante grego aqui na nossa cidade. Aceito substituir por algo que tenha influência em gastronomia mediterrânea, mas terá que ser algo a altura dessa imagem.

3. Canadá

Talvez um destino turístico de menor expressão, mas que com certeza é um dos meus preferidos. E não é qualquer lugar de lá, é Edmonton. A ~capital~ cultural do país tem diversas opções para os mais diversos gostos e eu recomendo que você faça uma busca pelo nome da cidade pra entender um pouco disso. Na falta de opção, aceitaria fazer uma visita a um casal de amigos que viver por um tempo lá para matar a saudade, além de continuar a fazer diversas perguntas sobre como é a vida no norte gelado e ficar ainda mais com vontade de ir qualquer hora, mesmo que dê passagem.

E vocês, já quiseram muito viajar a algum lugar e, na falta da possibilidade, acabaram improvisando de alguma forma? Receitas Dukan.

Comente!      Postado por Rafael R
13 novembro 2014 1 Comentário Postado por:

Amor, Geral »

Vocês já conheceram alguém que não sabia expressar seus sentimentos, e acabou ouvindo um “eu te amo” que parecia meio sem sentido? Sem sentido para você, porque para quem dizia aquilo era para valer. Nem todo mundo é ligado ao tão chamado ROMANTISMO, para algumas pessoas apenas estar juntos já é o suficiente, para outras as vezes falta um carinho, uma dedicação à mais. Nenhum dos dois estão errados, são apenas formas diferentes de sentir.

O importante é que os dois possam ceder um pouco, e chegar ao meio do caminho. Encontrar uma maneira satisfatória para ambas as partes, e que no final do dia todo mundo fique feliz.

Fica aqui uma música linda que eu escutava quando era adolescente, e achava que já sabia de tudo do mundo. Aí eu cresci e hoje em dia finalmente consegui realmente entender a letra dela. Aqui em baixo vai a tradução da letra, agora apenas fechem os olhos e sintam…

Mais do Que Palavras
Dizer, “Eu te amo”
Não são as palavras que quero ouvir de você
Não é que eu não queira que você diga
Mas se você apenas soubesse
Quão fácil seria mostrar-me como você se sente

Mais do que palavras
É tudo o que você tem que fazer para tornar isso real
Então você não precisaria dizer
Que você me ama
Porque eu já saberia

O que você faria se meu coração se partisse em dois?
Mais do que palavras para mostrar o que você sente
Que o seu amor por mim é real
O que você diria se eu jogasse aquelas palavras fora?
Então você não poderia renovar as coisas
Apenas dizendo “eu te amo”

Agora que eu tentei
Falar com você e te fazer entender
Tudo que você tem a fazer é
Fechar seus olhos e só estender suas mãos
E me tocar, me abraçar apertado
Nunca deixe-me ir

Mais do que palavras
É tudo que eu sempre precisei que você mostrasse
Então você não precisaria dizer
Que você me ama
Porque eu já saberia

O que você faria se meu coração se partisse em dois?
Mais do que palavras para mostrar o que você sente
Que o seu amor por mim é real
O que você diria se eu jogasse aquelas palavras fora?
Então você não poderia renovar as coisas
Apenas dizendo, “Eu te amo”

1 Comentário      Postado por Carol R
12 novembro 2014 Comente! Postado por:

Coisas dele, Reflexões »

“Realmente, quando você se apaixona você perde a razão completamente. Este é o motivo pelo qual dizemos que o homem ‘cai’ em amor. Cai de onde? Cai da cabeça para o coração. Nós usamos este termo de condenação ‘cair em amor’, porque a cabeça, a razão, não pode olhar para isto sem condenar. Isto é uma queda. O amor é realmente uma queda ou é uma elevação? Você se torna mais com ele ou se torna menos? Se expande ou se encolhe? Com amor você se torna mais. Seu estado de consciência é maior, seu sentimento é maior; sua sensação de êxtase é maior, sua sensibilidade é maior. Você fica mais vivo, mas uma coisa se torna menor: o raciocínio é menor. Você não pode explicar o amor com a razão; ele é cego. De acordo com os conceitos da razão, ele é cego. O coração tem sua própria razão – isso é outra coisa – e o coração tem seus próprios olhos, mas isso é outra coisa. Os olhos da razão não estão lá, portanto a razão diz que é uma queda: você caiu.

loucura

A menos que o centro do coração comece a funcionar de novo o homem não será capaz de amar, e toda a miséria da vida moderna é porque a menos que ame, ele não pode sentir nenhum significado nesta vida. A vida parece sem sentido. O amor lhe dá sentido; o amor é o único sentido. A menos que seja capaz de amar você ficará sem sentido, e sentirá que está existindo sem nenhum significado, futilmente, e o suicídio se tornará atraente. Então você gostará de se matar, acabar consigo mesmo, terminar, porque qual é a finalidade de existir?

A mera existência não pode ser tolerada. A existência deve ter um sentido; senão qual é a utilidade? Porque ir prolongando a si mesmo desnecessariamente? Porque ir repetindo o mesmo padrão a cada dia? Sair da cama e fazer a mesma coisa, de novo ir dormir e no próximo dia o mesmo padrão: para quê?

Você tem feito isso até agora, e o que aconteceu? E continuará fazendo a menos que a morte venha e o liberte do seu corpo. Então, qual é a utilidade? O amor dá sentido. Não que através do amor algum resultado ou algum resultado venha a ser ou algum objetivo – não! Através do amor cada momento se torna valioso em si mesmo. Então você nunca pergunta isto. Se alguém pergunta qual é o sentido da vida, saiba bem que está faltando o amor. Sempre que alguém pergunta qual é o sentido da vida ele está perguntando porque ainda não foi capaz de florescer numa experiência de amor. Quando alguém está amando ele nunca pergunta qual é o sentido da vida. Ele sabe o significado; não precisa perguntar. Ele conhece o significado! O significado está lá: o amor é o significado na vida”.

(Osho, O Livro dos Segredos – #44)

Comente!      Postado por Rafael R
10 novembro 2014 Comente! Postado por:

Coisas dele, Reflexões »

Sim, eu vou.

As vezes coisas estranhas acontecem. Parece que na vida temos certas fases onde nada costuma dar certo. Dias de lágrimas, dias complicados e compridos, dias em que tudo o que você quer é enfiar a cara no seu travesseiro e dormir, até o ano seguinte. Não arrisco dizer o quanto isso é “normal” ou não, mas vez e outra ouço esse tipo de relato.

O que faz as coisas darem erradas todas ao mesmo tempo? Nunca saberemos. Mas se tem algo que você tem que pensar é que tem alguém aí, bem perto de você, que talvez mereça um pouco mais de cuidado nessas fases. As pessoas que estão próximas de nós sofrem tanto quanto a gente, caso a gente não se lembre. E enfiar a cara no travesseiro fará com que essas pessoas fiquem de lado, eventualmente. Por mais que a gente queira justamente o contrário, é nessa hora que quem mais amamos pode ficar sem a devida atenção.

Ao perceber que uma dessas fases estranhas está chegando, tome algumas precauções. Eis o que recomendo hoje:

1. Você tem alguém do outro lado, que vive e morre por você? Se sim, foque toda a sua atenção no bem estar dessa pessoa. Se para você as coisas não darão certo, invista completa e totalmente nas vitórias de quem vai te fazer feliz apenas por estar e ser feliz. Seja feliz pelo outro.

casalsofa

2. Não deixe a outra pessoa em dúvidas. Você precisa estar certo do que quer e, se não estiver, deixar isso claro também. Não existe “se” quando você envolve sentimentos de outras pessoas. Ser responsável com os sentimentos alheios é algo que difere gente boa de gente ruim. Ao ser irresponsável com os sentimentos de alguém, você destrói a confiança e o amor, aos poucos. Seja sincero, pro bem ou pro mal.

3. Reflita. Reflita bastante. E, se for do seu feitio, tente registrar suas reflexões em textos. Escreva tudo aquilo que fizer sentido ou aquilo que não fizer tanto assim para ler em momentos oportunos. A vida nos traz respostas para todas as nossas perguntas mas nem sempre estamos ‘ouvindo’ o que ela está dizendo. Você sabe exatamente o que quer dessa vida, sabe que se pedir e se esforçar você terá e precisa apenas focar um pouco nisso, as vezes. Pensar cansa mais do que fazer, mas um não acontece sem o outro. Pense antes, então.

4. Ame. Ame mais do que você nunca amou, nesse momento. Entre tudo que existe em nosso universo, o amor é uma das que mais têm o poder de nos empurrar adiante, nos tirar do que é ruim, fazer com que possamos nos sentir bem. Se faltar algo na sua vida, ok, faz parte de viver. Mas se faltar amor, aí as coisas vão ser ruins para sempre. Ame cada dia mais, cada dia mais ainda. E ele te dará a força necessária para seguir adiante.

Então me diga agora, eu não vou perguntar de novo… Você ainda vai me amar amanhã?

Comente!      Postado por Rafael R
6 novembro 2014 Comente! Postado por:

Coisas dele, Música »

Esse vídeo foi lançado em 2013, já tem mais de 16 milhões de views e provavelmente você já o viu antes. Mas ainda assim é um daqueles vídeos que fazem você parar e assistir novamente, quando se depara com ele em algum lugar. Afinal de contas, é algo que todos enfrentamos em algum momento: Parece que estamos nos esforçando para mostrar nossos sentimentos para alguém e, de alguma forma, a mensagem não está atingindo o alvo escolhido.

Primeiro e antes de qualquer outra coisa, assista o vídeo aqui.

Algumas vezes, as coisas parecem não acontecer como a gente esperar. E os poréns do dia a dia acabam nos afastando dos nosso sonhos e objetivos. As vezes não estamos sendo claros o suficiente, acabamos mandando a mensagem errada, ou tão somente nos cegamos com a vontade de que algo acontece que focamos até nas pessoas erradas.

Mas nada disto é um erro grave, é tudo aprendizado. Chegará o momento em que vamos desistir dos “jogos de solteiros”, ou do desespero de buscar em qualquer um uma chance de encontrar o amor, chegará o momento em que vamos encontrar aquele alguém que ilumina o ambiente quando chega, que faz você sorrir só de pensar nele e que você prefere passar a vida brigando por coisas bobas do que passar 1 só dia sem ele.

O amor está ao nosso redor, está em tudo o que vemos e vivemos, esperando para se msotrar, esperando para que as pessoas certas se abram para que ele possa aparecer. Existem mil histórias e romances prontas para serem vividas, é só você se abrir.

cornettocupid

E você, qual a sua história de amor?

Related Posts with Thumbnails
Comente!      Postado por Carol R