Diário de Casal - Página 40 de 57 - O melhor e o pior da vida a dois

2 janeiro 2012 1 Comentário Postado por:

Amor, Coisas dela »

Por: Leca Lichacovski

Estou noiva.

Nossa, como isso soa estranho… Noi-va. Nem separando sílabas fica menos esquisito.

Não é ruim, entendam. Estou com um sorriso que vai de uma orelha à outra. Minhas bochechas doem. A aliança é simplesmente maravilhosa.

São tantas sensações novas. E elas estão apenas preparando o terreno para o que está por vir.

Claro, eu sonhava em casar. Vestir branco, passar o resto da vida com o homem que amo. Mas, agora que está acontecendo, parece que veio tão rápido. Ainda não tenho vestido dos sonhos. Resta ao Google me dar uma mãozinha na escolha do vestido ideal, da decoração, do buquê, ne sugestões de bandas.

O Google e a mãe, né. Mãe é guru nessas coisas. Tenho, então, uma super dupla para me ajudar a organizar meu casamento.

Leca e Tiago
Os noivos: Letícia e Tiago!

Outra palavra que despenca esquisito. Ca-sa-men-to. Dá um frio na barriga e na espinha. Tudo bem que não vai acontecer tão cedo, então, ainda tenho tempo para me acostumar.

Mas é estranho como esse misto de medo e ansiedade dá uma sensação gostosa. Olho no dedo a cor dourada e abro um mega sorriso…

A verdade é que, por mais que soe esquisito ainda, eu adoro a junção do meu nome com o adjetivo “noiva”. Passa uma sensação de gente grande, sabe?! Algo que vamos sentindo aos poucos e que, ao mesmo tempo, parece vir tão de repente e de uma vez só.

Estou noiva.

Estou feliz.

E isso é o que importa.

Quer dividir a sua história com o mundo inteiro? Saiba como participar e não deixe para depois!

1 Comentário      Postado por Ele / Ela
29 dezembro 2011 1 Comentário Postado por:

Especial »

Quer refletir um pouco? Começar o ano de uma forma mais consciente?
Vamos começar assim: Sente-se confortavelmente, pense bem em tudo aquilo que você considera um desafio e anote tudo num papel. Se quiser, pode fazer isso do lado do seu par. Anotem tudo, todos os desafios e tudo aquilo que vocês têm medo.

Fez?
Ok.

SOS RelacionamentosAgora dê o play aí em cima e durante o tempo dessa música você vai olhar pra dentro de si, que é onde está a solução de todos os seus problemas. Pode conversar com o outro durante esse tempo, mas o ideal é que você apenas olhe para si. Faça isso mais de uma vez, se for necessário. E só pare na hora que você conseguir enxergar as soluções, todas elas, sejam quais forem.

E aí, ajudou?

Lembre-se sempre de uma coisa muito importante: a solução de TODOS os seus problemas está dentro de você. Você precisa treinar a sua mente para conseguir observar-se de fora, com calma, observar seus medos, seus desafios e suas motivações, observar o seu amor.

Não existe nenhum sentimento infundado dentro do seu corpo. Todos eles têm explicações. A sua felicidade, assim como a sua tristeza, estão e são motivadas por você mesmo, jamais pelo outro. Nunca culpe alguém por sua tristeza ou sua alegria, isso é tudo dentro de você.

Desafio nascem para ser superados, não existe problema difícil demais se você tiver paciência, conseguir refletir e enxergar a raiz desse desafio. Treine isso para o ano novo. Não é fácil, mas você precisa treinar. Pense com calma. Reflita bastante. Isso vai te ajudar.

Se isso te ajudar, volte aqui para debatermos um pouco mais sobre isso.

1 Comentário      Postado por Rafael R
26 dezembro 2011 1 Comentário Postado por:

Diário Oficial »

Eu estava pensando em fazer um post colaborativo pra despedida do ano, mas achei melhor deixar apenas alguns desejos para todos os leitores, amigos e suspeitos do Diário de Casal. Com imagens direto do Tumblr do Diário de Casal. Espero que cada um de vocês alcance cada uma dessas coisas em 2012.

Praia

Que 2012 seja o ano que você irá gerar as melhores lembranças da sua vida. Que seja o ano que você viva mais, viva melhor e viva amando em cada segundo dos seus dias. Que seja o primeiro ano do resto das suas vidas ao lado daquele que estará com você até o fim.

Casal

Que 2012 seja o ano que você esteja perto de quem você ama por mais tempo. Que seu amor seja reconhecido, respeito e recíproco ao amor de alguém que estará ao seu lado. Que o amor mova vocês por caminhos novos e que vocês cheguem a um lugar onde estarão felizes e seguros.

Abraço

Que 2012 seja o ano dos abraços mais confortantes e gostosos. Que você esteja do lado do “lego” que melhor se encaixa em você. Que os beijos sejam os mais apaixonados, que os carinhos sejam os mais marcantes e que a vida seja tão bela que te faça sorrir a cada vez que você pensar em quem você ama.

Praia

Que 2012 seja o ano de vocês dois. Que seus sonhos estejam mais perto de realizarem-se e que alguns deles sejam finalmente realizados. Que a vida coordene as coisas e que mantenha vocês dois juntos. Que suas brigas virem lições e que suas alegrias se multipliquem.

E, acima de tudo, que o amor mova cada um de seus passos.

Esses são os votos da equipe do DdC para todos aqueles que encontram no amor a alegria de suas vidas. Amem-se sem limites!

1 Comentário      Postado por Rafael R
21 dezembro 2011 11 Comentários Postado por:

Geral »

Passeando pelo facebook essa imagem me chamou a atenção, atualmente ela está com mais de quatro mil e quinhentos compartilhamentos, procurei o autor e encontrei Rafael Beker de Souza, o jovem que escreveu essa resposta tão comentada, tive a seguinte conversa com ele:

Você namora desde os 13 anos com a mesma menina, qual sua idade hoje?

Na verdade, nós namoramos oficialmente desde os quatorze anos (2004), nós nos conhecemos na escola em 2002 e éramos amigos. Hoje tenho vinte e um anos e ela também, porém ela já faz 22 em Janeiro e eu em agosto. Em Outubro desde ano, completamos 7 anos de namoro.

Vocês já tiveram brigas? Já chegou a pensar que terminariam?

Claro, todo relacionamento tem seus altos e baixos, nós demos um tempo uma vez por duas semanas e terminamos outra que durou quatro meses. Mas acabamos conversando e resolvemos ficar junto de novo, isso aconteceu já faz mais de um ano.

Você acredita que o amor verdadeiro é para o resto da vida?

Sempre digo que “amor eterno” é pleonasmo, para ser amor tem que ser eterno (não eterna a união, mas sim o sentimento), você não escolhe alguém para amar, simplesmente acontece. E mesmo que você não esteja junto daquela pessoa, se foi amor, sempre vai ser. Eu não acredito muito em destino, então acho que se um casal ter como objetivo viver junto para sempre e lutar para que isso aconteça, aí sim, o amor eterno acontece na sua mais bela forma.

O que acontece hoje que faz as pessoas desacreditarem no amor, é que usam o ‘eu te amo’ como se fosse bom dia, então o amor acaba sendo banalizado, como se fosse qualquer sentimento. Aí hoje se ama alguém, amanhã já não se ama mais, só deveriam entender que isso não foi amor, foi qualquer coisa, menos amor.

O que é o amor “de verdade”?

Definir o amor é muito complicado, ele é complexo, uma mistura de sentimentos. Cada um pode escolher uma direção para descrevê-lo, mas a verdade é que ele está acima, é mais valioso, é mais verdadeiro, mais bonito que qualquer definição que possa ser dada a ele.

Eu escrevi uma frase uma vez: “Na verdade, o amor é simplesmente maior que qualquer definição que possa ser dada a ele.” Não existe amor de mentira, não existe meio amor, meio eu te amo. Ou se ama, ou não.

Achei curioso a maneira de pensar do jovem Rafael, e gostaria de acrescentar algumas observações, o amor é algo vivo que nasce, cresce e as vezes simplesmente morre, não quer dizer que você fracassou por que a sua linda história de amor não terminou com vocês velhinhos em uma casinha de cerca branca. O amor de alguém tão jovem, que tem a certeza de ter encontrado a pessoa certa existe, no entanto é muito raro, mas muito raro mesmo, e não é essencial para ser feliz ou para ter um relacionamento de sucesso.

Você pode ser feliz com todos os amores que tiver na vida, não tem nada de errado nisso, amor para a vida toda? Claro, mas que tal pensar em amar alguém só por hoje, do que pensar em sua vida toda? Vivamos um dia por vez.

11 Comentários      Postado por Cadu
20 dezembro 2011 5 Comentários Postado por:

Relacionamento »

Você sabe que apesar de completar um casal com alguém você também tem o direito de ser “eu” pelo tempo necessário para você, certo? Ou você gosta de sufocar, cercar e fica se frustrando a cada vez que percebe que seu parceiro/a tem uma vida própria? Se você está no segundo grupo, é melhor prestar atenção nisso hoje.

Diferenças e espaço
A arte da Leticce faz pensar, né?!

Primeira questão fundamental e é melhor que você entenda de uma vez: Cada UM (sim, vocês são dois, que são formados por um + um) tem sim o direito a ter seu espaço, sua privacidade, seus momentos e fazer o que bem entender com esse tempo livre. Cada um de nós chegou nesse mundo sozinho e será assim também quando o for deixar, então é natural que as pessoas sejam meio egoístas, as vezes. Note que não estou incluindo aqui pessoas com segundas intenções, apenas aquelas que querem ter um tempo para si e fazer nele o que bem entenderem, sem que isso leve ao término do namoro por justa causa.

Preciso explicar melhor, só pra garantir que vai dar tudo certo: Se a pessoa quer ficar em casa, ouvindo música sozinha ou ir até a praia pra ficar refletindo sobre como a vida da voltas, ela pode e deve fazer isso. E você não pode, sob nenhuma circunstância negar a ela esse direito. E se você não confiar – o que já é bizarro – na pessoa, entenda que quem quer aprontar faz na sua cara, se for preciso, porque pessoas assim não sentem receio algum e aí já é um outro problema.

A segunda parte dessa questão, obviamente, diz respeito a você mesmo: É você quem está querendo curtir algo novo, fazer algo que não faz a algum tempo ou quer apenas tirar um tempo pra ficar pensando na vida? Faça. Quem estiver com você precisará entender isso, se for algo vital e importante. Eu nunca concordei e nunca vou concordar com limites que não sejam os do bom senso nessa hora, a pessoa não pode te proibir de ser ou fazer o que você estiver com vontade. Isso não é um namoro saudável, é uma prisão e ninguém quer se sentir frustrado por não poder fazer algo que gosta e/ou precisa.

Então, resumo: Se um dos dois precisar de um tempo para si, permita. Se faltar confiança, reflita você se vale a pena manter um namoro assim. E se for você a fim de um espaço maior, explique. Precisa ser simples assim, não dá pra ser diferente. Precisa ser fácil, claro e o respeito pelo espaço alheio deve sempre existir.

Claro que para isso acontecer é importante deixar claro, conversar e explicar tudo. Na verdade, isso deveria ser um comportamento padrão, mas viver num mundo cheio de possibilidades faz mal a cabeça de algumas pessoas e essa necessidade que sentimos de prender a pessoa vem daí, provavelmente. O namoro precisa ser libertador, precisa ter muita confiança, precisa de espaço para os dois serem um, quando quiserem. E precisa ser honesto, sempre.

Ele quer sair com os amigos? Deixe! Ela quer ir num barzinho só com amigas? Deixe!! Ele precisa tirar um dia de folga e se jogar na frente do computador pra ficar ouvindo música sozinho? Deixe!!! As pessoas precisam ter um pouco de espaço na vida. Esses momentos reflexivos farão bem para a pessoa e para você, consequentemente. Experimente tentar isso um dia.

E por favor, parem de “proibir” seus namorados/as de fazer as coisas que querem. Isso é tão errado que nem sei como explicaria isso a vocês.

Está a fim de ver sua história aqui no DdC? Saiba como participar e envie hoje mesmo!

Related Posts with Thumbnails
5 Comentários      Postado por Rafael R