Home » Relacionamento

A internet ainda vai interferir no seu namoro. Descubra porque!

24 abril 2009 15 Comentários       Postado por Rafael R

Internet e relacionamentoPare e pense: Alguma vez na sua vida você já quis saber o que seu parceiro tanto faz na internet? Alguma vez você já quis ler os e-mails dele/a e ficou curioso por não poder? Você já quis saber quem está na lista do MSN dele/a e fez birra quando ouviu um “não” ao pedir a senha? Já ficou com a pulga atrás da orelha por causa de algum scrap que seu parceiro recebeu no orkut? Se você se identificou com alguma das perguntas acima, saiba que você não está sozinho nessa. E se ainda não passou por nada parecido, saiba que a qualquer momento você pode viver isso e sentir na pele como é. E posso te garantir desde já que não é uma boa coisa. Diariamente, mais e mais pessoas tem acesso a internet. E com isso um mundo novo de possibilidades se abre. Orkut, MSN, e-mails, twitter… muitas são as formas que as pessoas têm para interagir.  E é preciso aprender a lidar com isso, já que provavelmente a ultima coisa que você quer é brigar com a pessoa que ta do seu lado. O principal aqui é ter em mente que qualquer exagero pode e deve ser prejudicial, seja nas reações ao descobrir novidades, seja nas atitudes tomadas frente a esse novo “problema” observado, seja no tempo que você disponibiliza para tudo isso. E para quem já vive na internet a mais tempo é fácil citar mais de um exemplo de relações que estremeceram (isso se não forem casos em que elas simplesmente acabaram) quando a internet passou a interferir diretamente nas prioridades de uma das partes.

Quem é aquela vaca no orkut dele?

Esqueça as reações exageradas. Amigos e amigas, mesmo que só virtuais, sempre vão existir. A diferença aqui é que você passa a ter acesso as conversas que normalmente ele tem quando você não está perto. E entenda que isso não é ruim. Aliás, isso é tão normal que você jamais deveria ficar pensando nisso como uma forma de agressão ao seu relacionamento ou coisa que o valha. Aceite que as pessoas tem amizades e que ninguém deve, sob hipótese alguma, viver apenas por um relacionamento. As pessoas tem vida própria. E sempre vai ser assim.

Compartilhar as senhas de e-mail, MSN, orkut. Vale?

Cada caso é um caso. Eu não me sentiria bem compartilhando minhas senhas com ninguém, tanto que não tenho o costume de fazer isso nem com amigos. O lance passa do patamar da confiança ai pra algo mais, é meio que abrir demais as suas coisas. Mesmo assim, se você estiver pronto pra isso e tiver com alguém do lado que pense o mesmo, sem problemas. O que não vale é forçar situações. E lembrar-se sempre de partir do princípio que se você tem confiança na pessoa, não precisa ficar encanada com certas coisas.

As pessoas andam falando…

Tenha em mente o seguinte: sempre vai ter alguém infeliz tentando estragar qualquer coisa bacana que encontre pela frente. Sempre. Antes de sair esculachando, pense bem: é real mesmo ou é apenas intriga da oposição? Seu parceiro/a está de fato aprontando mil e uma confusões ou o povo ta tentando cuidar demais da relação de vocês a ponto de inventar picuinhas mil? Nada que uma boa conversa não resolva, para que os pontos sejam colocados nos is. Conversas sempre serão a melhor opção.

Nunca esqueça o quanto você ama seu parceiro/a. E entenda que conversar com as pessoas não faz mal nem arranca pedaço. A internet tem um potencial enorme para que você fique preocupado apenas em investigar a vida alheia, ainda mais de alguém tão próximo de você. Confiança é e sempre será fundamental e se você tiver isso, não se preocupe com aquele scrap com tom maldoso. Você ta do lado de quem você ama e é isso o que vale no final.

Related Posts with Thumbnails
15 Comentários      Postado por Rafael R
­
­

15 Comentários »

  • Diego Fávero disse:

    As pessoas andam falando que vc não sei o que … não sei o que lá… Sabe como são as pessoas, né? uhahua
    Eu concordo, senha é algo muito pessoal. Não gosto de compartilhar com ngm. Acima de tudo, deve haver uma confiança forte, mas mesmo assim brigas por causa de internet vão ser eternas. Temos que nos acostumar…

  • Matheus disse:

    complicadíssimo. eu e a Bruna partilhamos senhas sem problemas. Até porque, tanto no mundo virtual quanto no real, a traição é só uma questão de vontade. Fakes podem ser feitos, contatos escondidos. Enfim. Tem que confiar.

  • Mari disse:

    Nossa, me identifiquei muito! Não gosto de compartilhar minhas senhas, mas admito q morro de curiosidade de saber o q o Marido faz na net… às vezes me corrói por dentro, admito… é triste isso =/

  • Marina Laterza disse:

    Lí o texto e achei realmente super interessante. Brigas por causa da internet é algo que vai mesmo sempre acontecer. Eu a um tempo atrás sofria muito por alguns acontencimentos de internet. Hoje em dia descobri que não vale a pena e que confiança é algo que devemos exercitar vez ou outra. O que eu sempre digo é: “Se for fazer, faça bem feito, porque se eu descobrir não vou perdoar e terminarei o namoro” sem mais aborrecimentos…
    Espero que as pessoas saibam respeitar o espaço das outras, isso faz com que um relacionamento perdure por mais tempo.
    Beijos Dih : )

  • Kally disse:

    Olha, já tive muita dor de cabeça (e até briguinhas) por causa de orkut e msn… nóia minha… sou ciumenta e meu namorado tem muuuuita mulher no orkut.. só que antes de namorar comigo ele ja tinha uma vida social e eu tenho que aceitar isso. Passei a não chiar mais por causa dos recadinhos nas fotos e página de recados.. até que deu uma diminuída quando viram que ele tava namorando.. mas tem muita mulher à toa que mesmo vendo que o cara é comprometido, vai la, deixar um recado desnecessário: oi lindo, uma ótima semana… ¬¬ unfh! me bate o momento de raiva mas depois passa… ele não dando trela e eu sabendo quem é, ja me deixa tranquila hahahahaha o msn a mesma coisa… tem 300 pessoas la e a maioria do sexo feminino.. qdo eu o vejo online fico preocupada se ele ta batendo papo com outas meninas.. tem mulher la que é mera conhecida ou era rolo antigo.. não gosto, me sinto super mal ;~ mas nao acho certo compartilhar senhas… sei lá.. cada um tem que ter a sua privacidade… tem que haver respeito, confiança e cumplicidade.. não é fácil! nao mesmo.. eu aprendi a me controlar e ele como me conhece bem, me deixa tranquila quando sabe que vou noiar.. mas mesmo assim, é bemmm ruim, bem ruim mesmo.. mas a gente tem que aceitar a vida social do outro sem aborrecimentos… dentro dos limites, é claro.

    =)

    bom feriado!!!!

  • Jean Grey disse:

    Muito pertinente esse post. Realmente, é difícil conter a curiosidade e o ciúme diante de tantas “ameaças” virtuais… Mas não adianta ficarmos perseguindo a vida de nossos parceiros, futricando as coisas pessoais, porque além de isso ser uma demonstração de insegurança (o que não é bom para nenhum relacionamento), quem quer fazer coisa errada pode fazer em qualquer lugar, e sem deixar rastros. Então, o único jeito mesmo é confiar — o que não significa ser “cego”.

  • Carolina Diniz disse:

    Adorei o que você escreveu.

    concordo com absolutamente tudo o que foi mencionado no seu post!

  • Miele disse:

    Nossa já passsei por essa experiência várias vezes, já fiz bate-boca pelo orkut, sou ciumenta demais, meu amor tem minhas senhas, mas eu não tenho as senhas dele, senão, se eu desconfiar é briga na certa, dou minhas senhas, pq ele é muito confiável, mas eu sou muito casqueira, ele é o contrário de mim.

  • Opiniões cínicas: os namorados e seu dia | Jimmy Andrade disse:

    […] é uma coisa ótima, você compartilha muita coisa, mas ninguém é obrigado a te ver cagar, e nem compartilhar o mesmo usuário e mesma senha do orkut. Eu confesso: já andei fuxicando orkut alheio, pra vigiar o que a pessoa estava fazendo, me […]

  • jackeline disse:

    estou no momento passando por uma situaçao pessima no meu casamento .pois meu marido so anda em orkut e msn ,tem algumas mulhers em ambos e estou enlouquecendo ,pensando ate em me divorciar ,meu ciume esta incontrolavel o qwue eu faço?

  • Mara disse:

    Jackeline, minha cara, COOOORRRAAAA DESTA FIGURA!!!!!!
    Deixa eu te contar minha história: Estou saindo de uma relação de 6 anos que não foi destruída pela internet, mas pelo “mal-caratismo” do meu ex… Já no início da relação (6 meses juntos), descobri que meu marido tinha inúmeras namoradas virtuais e que chegou a compartilhar com uma delas fotos nossas das mais intimas… Com esta, particularmente havia uma enorme intimidade, e, apesar da menina tb ser casada, havia até juras de amor eterno… A princípio fiquei em choque, logo depois imensamente magoada pq percebi que meu grau de envolvimento era completamente diferente do dele, senti-me traída, enganada, diminuída e humilhada… Brigamos feio e ele implorou que não rompêssemos pq iria se esforçar 100% para me “compensar” do dano causado… A tal compensação veio em forma de vingança. Ele descobriu minha senha do msn e “deu mole” para todos os homens da minha lista de contatos. Resultado: cada um deles, inventava uma história diferente… Algumas até foram reais, mas outras eram verdadeiras viagens (não consigo entender os homens…)!!!! Enfim, percebi que o que meu “amado” queria na realidade era limpar sua própria barra sujando a minha! O inferno instalou-se e arrastou-se durante 5 anos e meio! Nesse período, veio orkut, e-mails e perfis fantasmas, amigas e amigos suspeitissimos de ambas as partes e por fim, mais um caso virtual que acabou com todo o relatório das conversas em nosso e-mail conjunto! Segundo a pessoa que enviou o relatório, trata-se de um grupo de pessoas que enganam casais, preparando armadilhas, e, se uma das partes “cai”, a parte que não caiu recebe todo o relatório de e-mails e bate-papos trocados… Coisa de outro mundo, mas que me deixou completamente sem ar… Mais uma vez, brigas e mais brigas, vai embora, não vai… Pedido de perdão aos prantos, de joelhos e promessas e mais promessas…tentei perdoar. Cerca de 40 dias depois, ele tinha uma viagem marcada e eu não iria. Dias antes, descobri em seu histórico as visitas a sites de garotas de programa da tal cidade… Enfim, tudo degringolou. Portanto, caríssimos, a internet não destrói relações, o que destrói relações são seres humanos piores que ratos. A internet é só mais um meio de facilitar as coisas. Quem é canalha, o é com ou sem internet!

  • Natchi disse:

    Concordo com o artigo. Se houver razao para desconfiar entao sigam o vosso sexto sentido. As senha deverao ser privadas, o que nao significa que algume que nao partilha sua senha esteja escondendo alguma coisa. Se voce confia em seu namorado ou namorada, entao nao há razao para haver segredos sobre internet, mas nunca se sabe, quer na vida virtual quer na vida real…

  • Joca disse:

    compartilhar senhas é o fim da picada. nada a ver com traição, confiança… tem a ver com individualidade! quê isso, pra que alguém, quem quer que seja, tem que ter sua senha, de qualquer coisa que seja?

  • Jéssica disse:

    É verdade me identifiquei muito com isso obrigadiinho :)

  • Joice Viana disse:

    Minha tática é: instala um keylogger e acaba logo com a palhaçada. Se comportou bonitinho, beleza, se comportou mal, voadora no peito.

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>