Home » Amigos, Relacionamento

Amigos x Parceiro

12 maio 2010 12 Comentários       Postado por Nara Yoko

Sexta-feira, 19h. Galera do trampo reunida em mais um happy-hour semanal. Os colegas, um a um, vão se acomodando nas cadeiras e pedindo mais um copo pro garçom. Uma porção de fritas e outra de mandioquinha na mesa. Faltava o Marcão. Sempre falta o Marcão. O pessoal já se acostumou, ninguém mais pergunta o motivo. “Tá encoleirado”, lamenta o Jorge.

Amigos x Parceiros

O fato é que ninguém gosta de situações assim. Por isso mesmo resolvi escrever sobre isso. Talvez seja mais um questionamento, uma exposição dos fatos pra quem conseguir se identificar com qualquer um dos lados da história: a namorada possessiva, o namorado encoleirado ou com os amigos do bar, já que, mesmo que você também namore, deve conhecer aquele cara que nunca está com a turma em qualquer lugar que seja.

Quem dera o problema fosse apenas ciúme. Há mais coisas entre o céu e a terra do que sonha a nossa vã filosofia. Geralmente o início disso tudo é bem parecido: você conta a novidade do namoro pro pessoal e, enquanto os mais pessimistas já choram por “perder o amigo”, os mais otimistas marcam aquele bar esperto pra você apresentar a nova patroa. Só que algo dá errado no grande dia, não se sabe muito bem o porquê, mas o que se vê é um grande festival de sorrisos amarelos e momentos de silêncio constrangedor. Enfim, os santos não cruzaram.

O que fazer? Simples. Não a leve mais em encontros de amigos. Simples? Quem dera. Infelizmente nem todos os seres humanos têm capacidade de pensar de tal forma. Ao invés disso, o Marcão simplesmente deixa de sair com os amigos, fazendo com que a raiva deles pela sua namorada só aumente. E a prepotência dela também. Definitivamente não é a melhor solução, mas é o que muita gente faz.

As namoradas têm que entender que os amigos estão lá há mais tempo que ela e que assim como ela gosta de se reunir com as amigas para tratar das coisas dela, o homem também tem esse direito! Não implique com o futebol de sexta-feira, não implique com os happy-hours! Se você não quiser acompanhá-lo, deixe-o ir sozinho, falta de confiança não deve ser aplicada aqui, pois se ele for te trair, tem todos os outros dias da semana pra isso.

E homens, não se deixem dobrar pelas exigências da namorada, exponha para ela os dois lados da história. Não se deve viver plenamente a vida do outro e todos precisam de um espaço só seu e você sabe disso! Além de deixar de sair com os amigos, eles vão te achar o maior vacilão.

(E isso também vale para os namorados que não deixam a namorada sair sozinha com os amigos, claro)

Se você não vê nem seus amigos e nem seu parceiro durante a semana, que tal flexionar os horários para conseguir encontrar todos no fim de semana? Ou ir alternando? O que não vale é abandonar algum dos dois. Caso não consigam sair todos juntos, vamos abrir exceções pra que todos saiam felizes. Amigo que é amigo entende quando você tem que sair com o parceiro. E parceiro que é parceiro entende quando você tem que sair com os amigos.

Conversa e acordos são tudo na vida a dois!

Related Posts with Thumbnails
12 Comentários      Postado por Nara Yoko
­
­

12 Comentários »

  • Ise disse:

    E se o Marcão não consegue ver a namorada dele durante a semana toda e finalmente chega a sexta para que eles se encontrem?

    Amigo que é amigo não vai aumentando a raiva não. Entende e dá a maior força…

  • .mila. disse:

    Ai gente … não entendi! rs

    Eu penso assim, num relacionamento devem existir dois segmentos: o casal e o individual. Pronto!
    Não tem como você simplesmente abandonar seus amigos (aqui entram os tais ‘amigos’, esses entre aspas, que todos têm) porque a namorada é louca e possessiva, ou a namorada não pode ser excluída da tchurminha porque os amigos são doidos e ciumentos, né? Tem que haver um consenso, pra tudo.
    O casal não precisa fazer exatamente tudo juntos, até porque como eu disse lá em cima, apesar de serem um casal, eles são individuais, cada um com sua cabecinha pensante e até porque, existe muito casal que um deles não gosta de tal amigo/amiga, enfim … acho que quando estamos namorando, tudo tem que ser conversado, pensado junto, assim ninguém sofre. Ninguém perde as cervejinhas com os brothers e sisters, né? rs

    Um beijo.

  • Tweets that mention Amigos x Parceiro | Diário de Casal -- Topsy.com disse:

    […] This post was mentioned on Twitter by Rogério Lima, Thaise Pregnolatto and Diogo Batalha , Diário de Casal. Diário de Casal said: Amigos x Parceiro http://goo.gl/fb/K7EJC – Post de hoje no Diário de Casal! :) […]

  • Rafa disse:

    Penso que Marcão tem que ter um dia pra ficar com os amigos, pq as pessoas precisam manter sua individualidade, pois quando isso se perde, tudo vai abaixo.
    Na minha humilde opinião, claro.

    E se vc prende demais, uma hora a vontade vai vir e aí? Prefere que ele minta?

    Nunca liguei do meu namorado sair, nem ele quando quero sair sozinha…acho isso muito bom, aliás…tem coisa que a gente quer conversar só com as amigas, e tem coisas que eles precisam falar com os amigos (graças a Deus né? Pq geralmente é futebol e um chamando o outro de gay hahaha)

    Beijos

  • Ana Júlia disse:

    Acho isso mais complicado do que parece. Acho sim que tem que rolar um dia pros amigos , mas acho melhor quando dá pra fazer isso tudo junto . Assim, além da namorada ficar amiga dos ‘amigos’ , não é preciso deixar de vê-la .

  • Nara Yoko (author) disse:

    Seria ótimo se fosse sempre assim, Ana Júlia, mas como eu disse no começo do post, às vezes os santos não se cruzam ;)

  • Grazi disse:

    Tudo é relativo.

    Tem namorada legal e namorada purgante
    Tem amigo legal e amigo inconveniente.

    Claro que todos devem ter seu espaço respeitado.
    Mas prefiro estar junto sempre que posso, pois faço questão de ser legal com aqueles amigos que também são legais…

    Agora fala sério, tem amigo inconveniente pra caramba.
    Ficam falando de outras mulheres,contando quem pegou e quem vai pegar.
    Falando da festa no dia tal, e não respeitam a nossa presença;

    Quando há respeito dos dois lados, dá pra viver sim em conjunto.

  • Diego Fávero disse:

    Volta pro bar, Marcão!

    Poxa.. é uma situação complicada e muito real. No começo do namoro as pessoas costumam sumir mesmo (acho que já até escrevi um post aqui no blog sobre isso); é normal. Mas com o tempo as coisas vão se acertando, e vc volta a fazer coisas que sempre fez com os amigos (ou qse tudo! (6) hehe) ..

    Eu prezo MUITO as minhas amizades; faço de tudo pra sempre manter a chama acesa. Minha namorada é mais caseira, prefere ficar em casa e curtir a família. Mas a gente se entende, sabemos dos gostos um do outro e nos respeitamos quanto à isso. O que o Marcão não pode fazer é ser uma pessoa anti-social!

  • Marina Laterza disse:

    Exprimiu o que eu penso de uma maneira tão clara que nem dá pra comentar algo!! Muito bom, adorei e assino embaixo.

  • Mayara Godoy disse:

    Pois é, concordo plenamente, Nara! Acredito, inclusive, que mais de 90% dos relacionamentos fracassem justamente por problemas desse tipo… às vezes, não é só ciúme, é sentimento de posse… e querer ter propriedade sobre o outro é uma das piores coisas. Mesmo que no começo a pessoa se submeta, naquele calor da paixão, etc. e tal, depois de um tempo ela vai começar a se sentir sufocada, vai passar a se sentir obrigada a estar com o namorado/namorada, ao invés de considerar a companhia prazerosa, e por aí vai. Aí, já viu, né… começam as brigas, reclamações, um jogando um monte de coisas na cara do outro. Isso sem mencionar a pior hiopótese: de o seu companheiro/companheira começar a mentir para poder ver os amigos/amigas, porque sabe que, se comunicar, é briga na certa. Acho que esse tipo de relacionamento não tem como ser saudável…

  • Lucasss disse:

    Estou vivendo uma situação muito desegradável. Minha namorada, a qual estou há 7 anos, tem demonstrado uma necessidade pelas amigas, que na minha opnião, é completamente excessiva. O último exemplo foi no primeiro jogo do Brasil. No final de semana anterior ao jogo eu havia perguntado a ela como seria no dia do jogo, pois estávamos trabalhando próximos e íamos sair no mesmo horário, portanto a minha intenção era que nos encontrássemos pra assistir o jogo. Pois, não tinha compania e como gosto dela e sou uma pessoa muito séria, eu preferia ficar com a minha namorada do que com os meus amigos, já que a situação era mais propícia devido ao fato de estarmos perto. Tenho várias outras ocasiões para ficar com meus amigos. No entanto, no dia anterior ao jogo ela veio me avisar que iria para um barzinho em Ipanema-RJ com as amigas do trabalho ver o jogo, mesmo sabendo que eu estaria ali bem perto dela e iria sair no mesmo horário e não tinha compania, e como citado no texto acima, tem uma amiga dela que os nossos santos não se cruzam, tornando assim inviável a minha particição, então, infelizmente, nessa ocasião ela teve que fazer uma escolha e essa escolha foi as amigas. Tivemos uma discussão e ela resolveu não ficar com as amigas, mas também não ficou comigo, foi para casa. Pior de tudo, depois ela terminou comigo alegando que se sentia presa e não podia fazer o que quiria. Fiquei muito triste, em nenhuma momento tive a intenção de impedi-la de ir com as amaigas, só disse que ficaria muito triste por ser a última opção, por ela ter escolhido as amigas e não a mim. Concordo plenamente que cada um deve ter o seu espaço. Como quero ter o meu acho que ela deve ter o dela também, mas acho que as coisas devem ser feitas no seu momento certo e nunca devemos dar preferência às amizades. E também, ao contrário do que citado no texto, quando as amigas dela chegaram eu já estava lá, ou seja já namoramos muito antes delas se conhecerem. Uma situação muito difícil, ela diz que me ama mas esse tipo de atitude me deixa muito inseguro. Não somos mais adolescentes, temos 31 anos cada e acho que devemos levar a vida mais a sério, valorizar coisas realmente importantes, pois farras, bagunças com amiguinhos não vai trazer nada de construtivo. já reatamos o namoro, mas estou muito triste ainda com o ocorrido, não sei se termino esse namoro ou se continuo, já pensei várias vezes em acabar logo com isso mas gosto muito dela. Gostaria de uma opnião, uma dica, uma luz… sei lá… Se alguém puder me dar algum tipo de ajuda ficarei grato.

  • Alessandra disse:

    Tudo o que está escrito no post está correto.
    O difiícil é colar tudo isso prática.
    Eu no mmomento estou tendo muitos problemas como meu namorado por conta disso mesmo. E sou a parte que pega no pé.
    Eu sei que ele me ama e que é fiel mas morro de ciumes dele. Eh bem isso que foi falado é um sentimento de posse.
    Ele nap está errado em querer ficar com os amigos, afinal eles chegaram primeiro.
    Mas continuarei tentando mudar esse meu jeito.

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>