Home » Relacionamento

Depois que termina a relação, da pra continuar sendo amigos?

15 abril 2010 9 Comentários       Postado por Ele / Ela

Por: Eric Coutinho

Todos que opinam têm certeza do que dizem, seja a resposta afirmativa ou negativa. Eu sempre disse “Sim, claro!” – mas ultimamente venho mudando minha opinião, ou melhor, entendendo como isso funciona. Embora a forma com que as pessoas lidam com as coisas seja tão variada quanto as peculiaridades de cada relação, creio que alguns pontos se mantém, independente das diferenças. Vou tentar falar desses pontos a seguir.

separação

O primeiro é que essa habilidade ou capacidade de manter uma amizade após o término da relação, apesar de também ter aspectos pessoais (determinada pessoa ter mais facilidade ou dificuldade com isso), tem muito a ver com quem terminou a relação. Se o término não foi provocado por algo que inspire aversão, quem terminou vai ter muito mais facilidade de ser amigo do outro. Mas por quê?

Quem termina a relação (e vou me ater às que terminam amigavelmente) já está decidido: não quer mais aquela pessoa como parceiro, mas ao mesmo tempo, pode gostar de sua companhia e da amizade que cultivaram. Pra esta pessoa, continuar por perto não é um problema.

Por outro lado, “o abandonado” tem uma série de dificuldades pra manter uma amizade posterior. Pode querer isso com todas as forças, mas a não ser que seja muito bem resolvido, vai topar em um ou mais inconvenientes que tornarão impossível uma relação de amizade:

– O orgulho ferido, que faz com que a gente teime em querer uma explicação racional, um motivo que nem sempre existe. Isso vai emergir na pretensa relação de amizade a todo instante.

– Como o outro se mantém por perto, na nossa imaginação – sempre irracional nessas horas – haverá aquela dúvida do tipo “será que rola de novo?”.

– Ciúmes inevitáveis. Se existem dúvidas com relação ao desejo do outro de reatar, quando essa pessoa encontrar alguém – ficar, namorar, o que seja – será como uma espécie de traição. Se por outro lado não existem dúvidas, e sabemos que o outro não quer mesmo, ainda assim vão existir as comparações. Um exemplo: se a pessoa nunca foi à praia com você, porque dizia não gostar, e vai com o atual: “Como assim? O problema era eu?!” Isso vai tornar “o abandonado” uma pessoa chata e ainda mais carente. E o pior é que pode se tornar obsessão. Isso é ruim pros dois lados. Quem abandona vai se sentir cobrado, mesmo não tendo mais nenhum tipo de compromisso, e o abandonado vai se sentir traído. Ou seja, o melhor pra saúde do (ex) casal é manter certa distância. Se o abandonado não consegue, quem abandona certamente pode fazê-lo.

E para aqueles que como eu ficam com medo de magoar o(a) ex, acredite: você o(a) estará magoando bem mais se alimentar esse tipo de situação. Viva sua vida e deixe que o outro viva a dele (mesmo que ele não queira a princípio). Quem sabe depois de alguns meses ou anos não poderão ser realmente amigos? Essa é apenas uma opinião, baseada em minhas experiências pessoais.
Espero que ajude e que a leitura seja agradável.
Abraços e beijos!

- – –

Eric Coutinho tem 33 anos, foi casado e se separou no final de 2007. Só teve 4 namoradas, somente a partir dos 21 anos (de resto, “ficadas”). Também só teve experiências sexuais com essas 4 mulheres. ADORA relações platônicas e usa isso pra arte (pintura). Se apaixono (e desapaixona) com facilidade e às vezes sem motivo aparente. Acha que é um sonhador.

Related Posts with Thumbnails
9 Comentários      Postado por Ele / Ela
­
­

9 Comentários »

  • Grazie disse:

    A amizade pós termino, só será saudável quando o abandonado superar os fatos, mas digo superação total, quando realmente a página for virada, e não haver mais nenhum sentimento amoroso qualquer, e se a relação foi terminada de maneira mais amigável ou menos traumática. Apenas assim o abandonado não faz comparações com a pessoa atual do ex, caso houver. Também não senti ciúmes, porque aquela pessoa de fato não o interessa amorosamente mais.

    No caso da Não superação total, e de haver esperanças de volta, ou ainda restar um sentimento amoroso qualquer, mesmo que a pessoa não demonstre isso, ou tente esconder,ou esteja com a intenção de demonstrar amizade afim de mostrar pra quem o abandonou que não está nem ai pro termino, quando na verdade tá morrendo por dentro e tentar manter uma amizade , é suicidio total. Ai sim, haverá comparações, ciumes, frustrações, afastando as chances de superar isso e virar a página mais rápido.

    Possa ser também que a pessoa que abandonou não queira ter ligações nenhuma com o passado, estando ou não o abandonado superado,vice-versa.

    Portanto é relativo! O ideal é manter a cabeça erguida, ter bom senso pra saber aonde ir, e viver a vida feliz!

  • Ana Julia disse:

    se o termino for amigavel , sem traições , ou motivos que façam o amor virar uma especie de raiva : SIM , há como terminar e continuar amigos

  • Nara disse:

    Concordo, nunca será a mesma coisa de novo. Mesmo que ambos estejam de acordo com o término do namoro, forçar uma relação amigável logo de imediato é ruim – sempre rola um remember. Essa coisa de “Tamo terminando hoje, mas amanhã a gente pode ir tomar um sorvete, passear no parque, como amigos, é claro!” é conversa pra boi dormir… O melhor mesmo é deixar esfriar um tempo, se falar só por msn, no máximo, e quando cada um estiver mais resolvido com a própria vida, a relação amistosa entre os dois flui muito melhor, sem parecer forçada :)

  • Rafael R disse:

    Como alguém que ta vivendo isso na pele, preciso mesmo ressaltar que vai muito de cada caso. Depende da intensidade e do tempo de namoro, do término, da distância que ficou no meio tempo… No meu caso, foi provavelmente a mulher que mais gostei na vida, então tem esse detalhe ainda no meio. Até agora, tem dado certo, vamos ver como fica daqui pra frente.

  • Andrey disse:

    Considero q dá pra continuar sendo amigos sim. Cada um dos dois precisa de um tempo pra se recompor, e isso depende apenas de cada um. No princípio, acho importantíssimo que não se faça programas juntos, exceto se for em grupo de amigos (e que todos saibam do término do relacionamento). Acho q construir boas amizades de relacionamentos acabados (não-traumáticos) é uma atitude sábia. Afinal, você não esteve o tempo todo com uma pessoa megera. As qualidades dela continuam lá.

  • Letícia disse:

    Até agora todo mundo comentou sobre o lado “abandonado”. Bom, eu fui o lado abandonado da relação e não tenho amizade com o ex. Mas não é porque não tenha superado ou tenha esperanças. Aí entra minha consideração: depende muito da atitude dos dois.
    E quer saber por que não deu certo a amizade? Porque, pra mim, amigo não pede satisfação da sua vida, não pergunta se você tá saindo e com quem, não pede pra ser apresentado pro seu caso novo, nem exige que seu futuro namorado não seja ciumento, caso contrário fará da vida dele um inferno.
    Pra manter amizade, tem que ter bom senso de ambos os lados.

  • Rafa Hübner disse:

    Essa semana passei por um problema no meu namoro, quase terminou. E nesse caso, a culpa seria toda minha. Ciúmes, dependência.
    Se tivessemos terminado, não conseguiria manter amizade, mesmo que ainda nos amemos, porque eu saberia que a culpa era minha, ia querer voltar, quereria consertar o erro.
    É difícil, mas eu não acredito em amizade com ex.

  • Diego Fávero disse:

    No namoro se possui uma amizade; os melhores amigos um do outro. Se acabou o namoro, não tem porque ter amizade. É melhor que nem tenha mesmo .. pq um dos dois não vai entender o término da liberdade um com o outro, vai querer fazer gracinha e acabar interferindo no namoro posterior.

  • Daniella disse:

    Complicado isso! Conheço uma história em que a separação foi amigável, mas por causa do que foi falado no ítem 1, a pessoa sempre querendo a amizade, acabou estragando o que tinham e hoje a parte que acabou não quer nem ver a parte “abandonada”, que agiu mesmo – infelizmente – de forma “carente”. Mas é isso, cada caso é um caso… Não dá pra dizer com 100% de certeza o que vai acontecer em todas as situações.

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>