Home » Coisas dela

“E hoje em dia, como é que se diz Eu Te amo…”

3 dezembro 2010 15 Comentários       Postado por Luana Hazine

Estes dias conversando com um amigo e ouvindo Legião Urbana, me deparei com esta pergunta… E hoje em dia, como é que se diz eu te amo?

Eu te amo em várias linguas

Percebo que hoje facilmente as pessoas amam e desamam com uma facillidade absurda.

Este mesmo amigo que estava ouvindo a música comigo estava justamente me contando que “encontrou a mulher da sua vida e desta vez é pra sempre”, assim como a namorada anterior que ele tanto amava e também era a mulher da sua vida…e percebi que ele com apenas 4 semanas de namoro já disse todos os “eu te amos” que eu já disse em 2 anos.

Pra mim é muito estranho pensar que com tão pouco tempo as pessoa sjá se amem com tanta intensidade, mas pensando bem, será  que tem um tempo exato para se ter certeza do amor? A ponto de contar assim pros quatro cantos quanto amor vc tem pela outra pessoa?

Sei lá, esta é a minha opinião pessoal, mas acho complicado dizer “Eu te amo” com essa intensidade quando vc pouco conhece e ainda está naquele auge da paixão e do encanto…Pra mim, eu te amo deveria ser dito apenas em momentos de dor…pq aí sim vai ser a hora de provar o tal amor, mas  eu posso estar sendo bem radical com este ponto de vista.

O fato é que me assusta  essa banalização de um sentimento tão maravilhoso. E ao mesmo tempo, fico feliz que as pessoas tenham toda essa capacidade de amar.

Não que eu ache que devemos amar apenas uma vez, pelo contrário, eu sou uma das pessoas que mais defende  que devemos amar várias vezes, mas acredito sim, que vc deva esperar o momento certo para se declarar assim desta maneira.

Enfim, este post não foi pra trazer solução e sim dúvida. Quero tentar formar uma opinião sobre isso.

O que vocês acham? Devemos ou não dizer Eu te amo assim que começamos um namoro, pelo simples fato de querer agradar ao outro?

P.S. “Quando você diz “Eu te amo”, você esta fazendo uma promessa com o coração de alguém. Tente honrá-lo” (Clarice Lispector)

E você, tem alguma história que queira dividir conosco? Entre em contato e saiba como participar.

Related Posts with Thumbnails
15 Comentários      Postado por Luana Hazine
­
­

15 Comentários »

  • Nina disse:

    “Eu te amo” nunca deveria ser dito apenas para agradar alguém, mas sim porque é isso que efetivamente se sente. Eu me apaixono muito fácil pelas pessoas, ma daí a falar eu te amo, é um processo, rs. Esse processo pode ser longo ou nem tanto, acho que depende do relacionamento.

  • Diego Fávero disse:

    são pessoas que acham que paixão é amor e já dá pra sair falando “te amo” sem saber direito o que é o amor..
    fico puto da vida com pessoas assim, precipitadas rs

  • Luiz Fernando disse:

    Dizer “Eu te amo” é fácil, e muita gente faz isso só da boca para fora mesmo. Creio, as vezes, de maneira inconsciente.
    Agora, falar é uma coisa. Não se ama com palavras, mas sim com atos.

  • Thaise Pregnolatto disse:

    E lá vou eu bancar a advogada do diabo de novo. Aparentemente essa é a minha semana de não aceitar generalizações…hahahaha

    Banalização é uó, concordo plenamente. Mas quem garante que um “eu te amo” em velocidade supersônica seja necessariamente banalização? Quem garante que quem demora mais para dizer “eu te amo” ame mais?

    Não, não e não. Meu romantismo (e experiência) não me deixariam nunca acreditar nisso. Do mesmo jeito que me fazem discordar que o “eu te amo” tenha que ser dito na dor. Jesus. Por que guardar uma constatação tão linda para momentos ruins? Sou a favor de mostrar o amor dia após dia com cuidado, carinho e cumplicidade. Mas só acreditar se um eu te amo é dito na dor??? Não acho que seja um ponto de vista radical, acho simplesmente que ele não faz sentido pois joga toda sua teoria pelo ar: quem te garante que a pessoa não estaria usando dessas palavras simplesmente para te “agradar” num momento ruim? Para tentar neutralizar um aspecto difícil da vida? Para mim, parece tão doentio quanto a sua teoria de “velocidade” ser igual necessariamente à banalização. Não mesmo! Isso sim é radical.

    E como beletrista que sou, também não poderia deixar de dizer que seu final foi bem tendencioso.

    “O que vocês acham? Devemos ou não dizer Eu te amo assim que começamos um namoro, pelo simples fato de querer agradar ao outro?”

    Claro que ninguém deve anunciar um sentimento se não tem certeza dele pela simples (que nem é tão simples, na verdade) vontade de agradar o parceiro. Mas será que todo o “eu te amo” que vem prematuro à pseudo-normalidade é dito somente por intenção de agradar ao parceiro, não podendo absolutamente ser sincero e sentido?

    Duvido.

    A história nos prova o contrário e acredito que cada um tenha experiências pessoais que indiquem que a questão temporal não significa absolutamente nada em um contexto emocional: o tempo nem sempre cura feridas e nem faz com quem a pessoa se apaixone mais ou menos.

    É tudo muito simplista se insistirmos nas análises preto no branco. E eu honestamente não gosto de tratar dos sentimentos e da subjetividade de cada um no que diz respeito a eles de uma forma tão superficial que parece receita de bolo.

    Amor não é só resultado de convivência, mas de uma série de outras variantes…por isso eu defendo a sinceridade, a vontade e a transparência sempre. Está amando? Não precisa esperar que se passem 2 anos, 3 meses, 9 dias, 3 horas, 40 minutos e 23 segundos para contar. As chances de dar certo ou de dar errado são iguais em todos os casos de relacionamento: 50-50.

  • Natália disse:

    Não acredito que haja um momento certo para dizer o “eu te amo”, porém acho que hoje ficou muito banal mesmo, vejo casais (principalmente mais jovens, alguns mais velhos também) juntos há menos de uma semana já dizendo que ama ao outro e tudo mais, acredito que na maioria desses casos ou a pessoa faz para agradar o parceiro ou simplesmente por estar enganada em relação ao próprio sentimento, às vezes na empolgação de estar apaixonado, acaba se confundindo e sai por ai dizendo que ama, ama e ama, confesso que acho estranho quando vejo pessoas que estão juntas há tão pouco tempo e dizem que amam, amam…ai o relacionamento não dura muito, passam dias e já estão amando outras… tão fácil assim… Penso que quando amamos, aprendemos a amar os defeitos das pessoas também (ou pelo menos tolerar… rsrs), mas como se ama alguém que muitas vezes sequer se conhece?
    Acho que independente do tempo é preciso ter certeza desse amor, para então expressá-lo de forma correta, para não magoar a pessoa com quem está se relacionando e não acabar magoando a si mesmo.

  • Marisol Perry disse:

    E lá vou eu bancar a advogada do diabo de novo. Aparentemente essa é a minha semana de não aceitar generalizações…hahahaha Banalização é uó, concordo plenamente. Mas quem garante que um “eu te amo” em velocidade supersônica seja necessariamente banalização? Quem garante que quem demora mais para dizer “eu te amo” ame mais? Não, não e não. Meu romantismo (e experiência) não me deixariam nunca acreditar nisso. Do mesmo jeito que me fazem discordar que o “eu te amo” tenha que ser dito na dor. Jesus. Por que guardar uma constatação tão linda para momentos ruins? Sou a favor de mostrar o amor dia após dia com cuidado, carinho e cumplicidade. Mas só acreditar se um eu te amo é dito na dor??? Não acho que seja um ponto de vista radical, acho simplesmente que ele não faz sentido pois joga toda sua teoria pelo ar: quem te garante que a pessoa não estaria usando dessas palavras simplesmente para te “agradar” num momento ruim? Para tentar neutralizar um aspecto difícil da vida? Para mim, parece tão doentio quanto a sua teoria de “velocidade” ser igual necessariamente à banalização. Não mesmo! Isso sim é radical. E como beletrista que sou, também não poderia deixar de dizer que seu final foi bem tendencioso. “O que vocês acham? Devemos ou não dizer Eu te amo assim que começamos um namoro, pelo simples fato de querer agradar ao outro?” Claro que ninguém deve anunciar um sentimento se não tem certeza dele pela simples (que nem é tão simples, na verdade) vontade de agradar o parceiro. Mas será que todo o “eu te amo” que vem prematuro à pseudo-normalidade é dito somente por intenção de agradar ao parceiro, não podendo absolutamente ser sincero e sentido? Duvido. A história nos prova o contrário e acredito que cada um tenha experiências pessoais que indiquem que a questão temporal não significa absolutamente nada em um contexto emocional: o tempo nem sempre cura feridas e nem faz com quem a pessoa se apaixone mais ou menos. É tudo muito simplista se insistirmos nas análises preto no branco. E eu honestamente não gosto de tratar dos sentimentos e da subjetividade de cada um no que diz respeito a eles de uma forma tão superficial que parece receita de bolo. Amor não é só resultado de convivência, mas de uma série de outras variantes…por isso eu defendo a sinceridade, a vontade e a transparência sempre. Está amando? Não precisa esperar que se passem 2 anos, 3 meses, 9 dias, 3 horas, 40 minutos e 23 segundos para contar. As chances de dar certo ou de dar errado são iguais em todos os casos de relacionamento: 50-50.

  • Yaçanã disse:

    de verdade, eu demorei muito tempo pra dizer pro meu namorado que eu o amo, e foi justamente num momento de dor… Onde em uma conversa, ele foi contar o motivo do falecimento da mãe, e eu disse pra ele, que eu o amava e estaria ali , pra ser a esposa e a mãe dele :)

  • tata disse:

    gostei desse post.
    Será que tem mais gente se perguntando se o amor não está banalizado?
    suspiros…
    eu só digo Eu te amo, pro meu amor
    um amor de mais de 20 anos…

    felicidades pra todos nesse ano de 2011.

  • Patricia disse:

    Acho que devemos dizer “Eu te amo” quando sentirmos vontade, e acharmos que é o momento certo! Mas também pra mim “Eu te amo” não é bom dia como muitas pessoas pensam! aff Meu último namorou durou 9 meses e não disse “Eu te amo” nenhuam vez, teve momentos em que eu quase explodia de vontade de dizer mas não disse. E quando ele terminou comigo dei graças a Deus por não ter dito, porque vi que esse “Eu te amo” não seria recíproco!! E dessa vez creio que será!!!! Bju Bju galera!

  • Joabe disse:

    Olha nao sei se e bom ou nao dizer mais eu disse XD e digo ate hoje, mais ela nao disse logo no começo provavel que nao sentia o mesmo ou nao estava certa no começo estamos juntos a 1 ano e 4 meses e desde entao nao parei de dizer isso a ela e ela a mim, mas vai de pessoa pra pessoa se vc disse e pq vc sente msm e quer dizer pra essa pessoa ela nao precisa dizer que tbm te ama, so escutar ja esta de bom tamanho e isso msm que importa se nao da certo e pq nao era pra dar, mais que seja sem arrependimentos e seja sincero, msm que a outra pessoa nao sinta isso ela vai gostar de ouvir que msm sem querer conseguil algo maravilhoso.

  • Rita Davanzo disse:

    Eu digo eu te amo com toda verdade da alma. Também digo eu te amo apenas olhando, num abraço cheio de saudade, num sorriso de felicidade, num silêncio abraçadinho … é o meu te amo mais verdadeiro da minha vida ! Pra mim é o único eu te amo e o eterno !

    Dizem que pode se amar várias vezes na vida entretando eu concluo que pra mim, Rita, quero fazer de tudo pra que esse amor seja eterno, único e reciproco.

    Eu não me canso, nem tenho receios nem tão pouco inseguranças eu digo Eu te amo todo momento que meu coração quer dizer e será assim sempre !!

    Meu pandinha … eu amo você !!!!

  • Rosymeire Rosy disse:

    eu amo as pessoas do meu jeito mas acho q esse sim e o verdadeiro amor nao aquele q se fala toda hora mas sim aquele q e guardado e poucas vezes demostrado.

  • Stefany Do Nascimento disse:

    eu amo as pessouas do meu jeito

  • Juliana Silva disse:

    tiague e huoralitos da tim
    ;*

  • Amanda Santana disse:

    EU TE AMOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>