Home » Amigos, Amor

É possível uma amizade virar paixão (e dar certo)?

5 setembro 2012 10 Comentários       Postado por Diego Fávero

Se fosse responder a essa questão em uma única palavra, diria duas: não sei.

Diariamente, nós da equipe de editores do Diário de Casal trocamos e-mails sempre com uma pauta que nos chega por meio de dúvidas de leitores, ou até desabafos, que vocês nem fazem ideia. Adoramos ler TODOS os e-mails que chegam. Respondemos a quase todos; outros viram pauta para escrevermos e discutirmos abertamente com vocês, leitores. Os comentários e e-mails que recebemos de vocês é nosso combustível para sempre estarmos presentes ajudando de uma forma ou de outra e para termos relacionamentos mais saudáveis e duradouros.

Amizade colorida

Outro dia estávamos conversando e surgiu essa dúvida: é possível se apaixonar por alguém que temos como amigo/amiga há um tempo?

Na minha opinião, nunca acreditei nisso. Pra mim, paixão é algo que acontece no instante em que você conhece a pessoa. Ou talvez nos primeiros dias. Você sente um friozinho na barriga desde o primeiro “oi” dele/dela e dali em diante, seus dias não serão mais os mesmos. Quando chega uma mensagem no celular, você já corre pra ler na esperança que seja dele/dela. E se não for, vem a frustração. Mas calma, já já chega outra e vai ser a que você quer ler.

No entanto, discutindo com algumas pessoas, vi casos em que grandes amigos se apaixonaram com o passar do tempo. Será que era amor ou amizade? Será que a amizade era tão grande que foi confundida com um amor?

De fato, seria o ápice da perfeição seu melhor amigo/amiga ser o grande amor da sua vida. Mas será que tudo aquilo que vocês contaram de “ruim” sobre vocês pode ser um ponto negativo que venha tornar esta relação um fracasso lá na frente? A possibilidade existe, afinal, quem é que nunca beijou um grande amigo/amiga? E “pior” que isso: quem é que já “pegou” um amigo e estragou a amizade? Essa é uma grande preocupação para muitas pessoas. “Mais vale um grande amigo do que uma amizade colorida“.

Há, porém, quem consiga separar as coisas e se caso não virar uma grande história de amor, cada um segue seu caminho e os dois levam juntos a amizade que sempre tiveram.

Ressalvo que é bem difícil de ambas as pessoas estarem no mesmo “clima” para assumirem no mesmo espaço de tempo que se  gostam “de um jeito diferente”. Cuidado, muito cuidado com isso. É possível que essa revelação acabe afastando-os, mas se você tiver sorte e for correspondido, aí é acender o rojão, mirar pra cima e gritar “É TETRAAA!

E você, conhece algum caso de amigos ou já vivenciou um amor partindo através de uma grande amizade?

Related Posts with Thumbnails
10 Comentários      Postado por Diego Fávero
­
­

10 Comentários »

  • Mayara Godoy disse:

    "É Tetraaaa" HAHAHAHAHAH

  • Juliane Colombo disse:

    …nem rola.

  • Syneval Fortes disse:

    O cara que consegue sair da friendzone feminina merece ter um busto erigido em ouro com a seguinte legenda: Herói! Hahaha

  • Thiago Rinaldi disse:

    Nao sei o que é mais belas artes o seu comentario ou os artigos que voce le hauuauauaua

  • Sil Pereira da Silva disse:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Geise Prado disse:

    Bom…como foi abordado logo o assunto pelo qual estou passando….vou ate comentar…rs
    a uns 8 anos atrás quando eu ainda estava no segundo grau, entrou um garoto na minha sala, bonito, bacana..mas meio revoltado rs "detalhe" né? ate me chamou a atençao…mas nao vou contar tantos detalhes…minha melhor amiga d anos akbou engatando um relacionamento com ele que durou uns 3 anos…neste meio tmpo para mim os 2 eram meus melhores amigos..inclusive ele qndo vinha chorar pra mim os problemas com ela. Ok…passados ecs anos…terminaram e tal…hj ela já namora um outro a uns 5 anos…Com o fim do colegio e a ida dest meu "amigo" morar em outro lugar proximo da ond moro…akbamos nos distanciando..mas smp nos falavamos, ligavamos um para o outro. Porém, no mes de Julho…aniversario dele…fui ao aniversario que seria em um barzinho. Ok! até aí td bm..levei ate uma amiga pra ver se de repent ecs dois nao c achavam…akbou q qm se achando???euzinha…kkkk e por enqnto está dando certo! essa é minha experiencia…. e o pior ainda vcs nao sabm…sabm minha qrida "melhor amiga"?? pois é…ficou de cara (isso porq no dia em q fiquei, achei melhor q ela soubc por mim o ocorrido)… resultado: Ganhei um namorado=amigo e perdi uma pssoa q achava q era minha amiga…

  • Syneval Fortes disse:

    Esse blog uma amiga minha escreve, seu zé ruela! hahaha

  • Meg disse:

    Olá eu conheço sim, eu sou um caso desse, meu melhor amigo é hoje meu namorado uma amizade de 7 anos, ele começo a gostar primeiro de mim , mas no começo eu só sentia um grande amor de amigo, sou mais velha que ele 7 anos, e quando começamos a amizade ele tinha apenas 16 então achava muito estranho mas com o tempo quando ele fez 18 anos começamos a ficar depois namoramos, mas eu não tinha certeza do meu sentimento por ele pq a amizade era tanta que eu tinha vergonha na hora que esquentava o clima, muitas x achava que gostava como amigo e as x como algo mais.
    Até que um dia eu terminei tudo dai ele ficou muito mal, nos distanciamos mas depois retornamos a amizade e voltamos a ficar mas ele sempre quis algo mais serio até que um dia eu falei pra ele que naquele momento não era o que eu queria e que o mundo dava voltas podia ser que um dia eu fosse querer e ele não e tbm poderia chegar um dia que nos dois fossemos querer, então mais uma vez cada um foi pro seu lado mas sempre senti falta dele ao meu lado, até que um dia eu comecei ir atras dele como amiga, dai um belo dia vi ele com uma menina e aquilo mexeu comigo de uma tal forma nesse momento descobri que não era amor de amizade mas que ele era o homem da minha vida.
    Começos a ficar mas ele continuo a ficar com a menina e até pediu pra mim esquecer ele eu fui atras pela ultima vez dei uma carta e chorei muito dizendo que podíamos ser muitos felizes juntos, mas ele disse que no momento não queria, na verdade ele tinha muito medo de voltarmos e ele passar por tudo que passou de novo.
    Mas graças a Deus nossa historia teve um final feliz, ele terminou com a menina e voltamos a ficar hoje faz 1 e sete meses de aliança e somos muito felizes juntos, ele é minha base meu porto seguro.

  • Liu disse:

    Oi! Este post é perfeito pra retratar o que estou vivendo!
    Conheci o Ti na faculdade, fazíamos parte de uma grande turma que englobava gente de uma gama de cursos, alguns já se conheciam da escola e a turma foi agregando mais gente e eu fui uma delas.
    A amizade era de carinho por todo mundo, nunca vi ninguém com outros olhos que não o da amizade, até estava passando por um período difícil, depressão e fim de relacionamento longo.
    A amizade se manteve mesmo depois de a grande maioria da turma ter abandonado seus cursos, a quantidade de pessoas que foram até o fim e se formaram deve ser de metade, se não menos. Mas continuamos a nos conversar, a combinar encontros, a amizade continuou, mas eu conversava sempre em grupo.
    Me afastei por causa de um namoro complicado, com uma pessoa meio antisocial que não queria se integrar com meus amigos, não vou entrar no mérito de isso ser saudável ou não, mas o fato é que o distanciamento talvez tenha sido importante.
    Quando terminei o namoro o pessoal combinou de passar o reveillón junto e eu fui. Pra surpresa de todo mundo (ou não) vibrei quando falaram que de quem ainda não chegou faltava o Ti, mas ele viria. Como temos dois Tis na turma me corrigiram achando que eu falava do outro Ti, aquele de quem eu era mais próxima. Senti uma coisa estranha quando me disseram “ele vai passar na casa da namorada para buscá-la e vem pra cá”… fiiiiiiiiuuu… Fiquei meio triste mas nem eu mesma entendia porque. Fazia uns 2 anos que não o via.
    Quando ele chegou, veio sem a namorada, pois a buscaria depois e eu brilhei! Fiquei super feliz em vê-lo. Estava feliz em rever todo mundo, mas por vê-lo eu fiquei mais feliz. O cumprimentei e seguimos a noite. Depois da virada ele foi buscar a namorada e me senti enciumada, ela parecia mais velha que eu apesar de eu ser a mais velha da turma e fiquei me questionando o porque de ele estar com ela, mas enfim, eu não tinha o direito de fazer nada, continuei igual a sempre.
    Com a reaproximação voltamos a nos conversar com frequência, mas eu tomava cuidado pra não dar brecha, não queria colocar ele numa situação ruim, de ter uma amiga afim dele e ele namorando.
    No final das contas ele não estava tão bem com a namorada e terminou. Não levou mais que uma semana pra gente sair juntos e agora estamos noivos. Depois de mais de 5 anos de amizade….
    A experiência até me faz crer que a gente está num relacionamento mais maduro do que os anteriores, não foi uma coisa em que nos jogamos de cabeça por paixão cega. Mas quando ficamos afim um do outro meio que nos jogamos de cabeça sem medo de o lago ser raso.

  • Marcelle disse:

    Diego,

    ADOREI O BLOG!

    E sobre o post, acho que não preciso dizer nada, né? rs

    ;)

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>