Home » Coisas dela, Histórias

“Ele quer ficar sozinho!”

3 Maio 2011 16 Comentários       Postado por Ele / Ela

Por: Thayanne

Olá! Há tempos acompanho vocês, leio todas as histórias e sempre levo algo pra minha vida pessoal. Mas agora chegou a hora de ser protagonista. A minha história começa assim…

Conheci um meu ex no aniversário de uma amiga por ele ser amigo do ex dela. No primeiro momento eu não senti nenhuma atração e depois vim a descobrir que ele havia me notado naquela noite. Uns três meses depois ele começa a puxar assunto pelo orkut, enquanto fazia uma viagem pra Europa e eu curtia o verão aqui, conversa vem, conversa vai… Ele voltando da viagem me convidou pra sair e nós ficamos.

Depois disso, começamos a ficar mais sério e a praticamente namorar… Só o que faltava era um pedido pra oficializar. Esse pedido veio depois de 3 meses ficando. A gente sempre se deu muito bem, nos parecemos em praticamente tudo e nos conhecemos de um jeito maravilhoso. Desde o início do namoro sempre tivemos certeza que era pra ser. No entanto aconteceu algo que abalou nosso relacionamento, eu tive que me mudar de estado e foi tudo muito rápido, nem tempo pra conversar tivemos direito.

Quando me mudei ele quis terminar, disse que precisava ficar sozinho e que o relacionamento a distancia não ia dar certo. Eu, apaixonadíssima, sofri muito enquanto sabia por amigos que ele estava ficando com outras pessoas. Foi a fase mais triste da minha vida, além de ter ficado longe dos meus amigos, perdi a pessoa que mais amava. Depois de 4 meses resolvi viajar e passar meu aniversário com meus amigos, nessa cidade que eu morava (a cidade que ele mora) e numa conversa com a irmã dele eu contei sobre os planos e é claro, ela contou a ele. Desse jeito, ele voltou a falar comigo (e todo carinhoso), eu comecei a perceber as segundas intenções, ele ainda me amava e sim, estava com saudades.

No entanto, nao queria me magoar de novo e viajei com a idéia de apenas curtir com meus amigos. É claro, ele apareceu e pediu pra voltar, mesmo que a gente tivesse que namorar a distancia, a gente ia tentar. Passamos 20 dias perfeitos e chegou a hora de ir embora. Voltei pra cidade que estava morando e namoramos 5 meses a distancia… O namoro mais perfeito de todos, ele estava totalmente compromissado e disposto a fazer com que desse certo. E eu sabia, sentia o quanto ele me amava. Nesse meio tempo reforcei a ideia de voltar a morar na cidade dele, queria fazer faculdade e trabalhar… mas o motivo maior… tcharããann… era ELE!

Coração
E todo esforço valeria a pena?!

Convenci meus pais e irmãos de que era isso realmente o que eu queria, e que o nosso relacionamento valia a pena. OK, vim morar aqui, no fim do ano passado, em dezembro. E nós estavamos sempre juntos, faziamos tudo um com o outro. Tinhamos quase uma vida de casado. Começamos a ter uns desentendimentos, acredito eu por se ver muito. E eu andava um pouco estressada com a vida nova, longe da família e ainda estudando e trabalhando.

E há quase um mês, nos saimos pra jantar e depois discutimos um pouco… e o que ele fez? Resolveu terminar o namoro porque queria ficar sozinho… Sim, ele quis ficar sozinho de novo. Só que dessa vez é muito diferente, eu estou aqui, do lado dele. Vim morar aqui pra ficar perto dele, apesar de querer minha independência, eu moro sozinha, trabalho, estudo e o que eu mais queria é que ele estivesse do meu lado em todos os momentos e eu do lado dele. Foi um choque pra mim e pra todos que acompanharam nossa história que talvez eu contando aqui pareça menos do que realmente é, mas nós passamos por muitas coisas juntos, dificuldades, problemas e sempre nos apoiamos.

Realmente nao entendo o que houve, muitos amigos me dizem que nos vamos voltar, que ele vai me procurar de novo como da outra vez. Mas me sinto tao decepcionada, pois nao imaginava que isso aconteceria de novo, e depois de tudo que fiz pra que a gente pudesse ficar juntos. Na semana passada eu liguei e pedi que ele viesse aqui, ele mais do que de pressa veio e nos ficamos… Eu senti existe amor, e vi que ele estava confuso, em duvida. Ele me disse que tinha medo de voltar e me magoar assim outra vez, que me ama mas que precisa ficar sozinho. Sei que ele estava sendo sincero, só não sei como agir, o que fazer. Se devo esperar tranquilamente ou deixar pra lá e esquecer.

Gostaria muitos que voces me ajudassem. As historias do diario de casal muitas vezes me ajudaram a melhorar nosso relacionamento e queria muito que dessa vez tivesse o mesmo efeito. Fico grata!

Quer fazer parte do Diário de Casal e dividir a sua história com o mundo? Saiba como participar e não perca tempo!

Related Posts with Thumbnails
16 Comentários      Postado por Ele / Ela
­
­

16 Comentários »

  • Thaise Pregnolatto disse:

    Poxa….é difícil…o tipo de decisão que você tomou pressupõe mais do que certezas do lado dele….pressupõe que ele te garanta uma estabilidade mínima…

    Não sei, meu noivo também mudou para ficar comigo e eu SEMPRE penso nisso antes de bancar a confusa ou a louca qdo algo não vai bem….rs

    Não está faltando um pouco de conversa aí? Entender as coisas de verdade, mesmo…sem melindres….sinceridade acima de tudo porque são as suas escolhas pessoais em jogo…

  • Fran_cianne disse:

    Pois é, um porre quando isso acontece, a gnt fica sem saber o que fazer, completamente perdido! tanta coisa que fizemos pra estar junto da pessoa neh…
    as coisas tinham que ser mais descomplicadas, infelizmente não são!
    Seria ótimo se a pessoa que a gnt ama, nos amasse sem se sentir confuso…
    Boa sorte pra vc, espero que essa bad passe logo!
    Bjs

  • Yara disse:

    acho que ele não esta pensando em você, não esta lembrando de tudo que você fez e esta fazendo para ficar proximo a ele. O ideial seria conversar e colocar tudo em pratos limpos. E outra.. se ele te ama e só não quer ficar com você pq tem medo de te magoar e quer ‘ficar sozinho’, pq ele fica com outras garotas? isso é um caso a se pensar. Não se iluda, quando a gente ama uma pessoa faz de tudo pra que ela fique feliz(é dificil, mas a gente tenta)não sai por ai ficando com outras e disendo que se importa com você. Veja o que é melhor pra você, seja feliz.

  • Juliane disse:

    bem complicado, bom mesmo seria se tudo saísse exatamente como planejamos, mas estamos sujeitos aos riscos.

    Se há amor, há esperanças.

    boa sorte.

    =)

  • @diegofavero disse:

    Eu sou da opinião que: família sempre em primeiro lugar

  • Mirelle disse:

    Nossa, que situação complicada hein…

    Olha, eu compartilho da mesma opinião que a Thaise, acho que uma boa conversa pode ajudar a melhorar as coisas… pq não é qualquer um que topa fazer o que você fez por ele, e ele deveria dar mais valor pra essa sua atitude.

    Boa sorte!

  • Kel disse:

    Concordo com a Juliane, todos estamos sujeitos a riscos…
    Aproveite esse tempo pra analisar d forma crítica a relação a dois, até onde foi a sua responsabilidade e a dele. Comparar com as suas outras relações.

    Quando vc mudou, ele quis terminar. Você soube q depois do término, ele ficou com outras pessoas. Depois de 4 meses, vc apaixonada resolveu voltar pra mesma cidade, disse q era pelos amigos..será mesmo??
    Na sua concepção, passaram 20 dias perfeitos e voltaram. Ficaram juntos por 5 meses e VOCÊ reforçou a ideia de morar com ele e disse q o relacionamento valia a pena, MAS UMA VEZ PERGUNTO, para os dois??
    e a quase vida de casado, vc disse: “nós faziamos tudo junto, estavamos sempre juntos”. tem até um post sobre isso, vale conferir: “na base do so vou ser for com você”.
    Eu acredito que relacionamentos quando há entrega total de um, não devemos culpar o outro ou tentar entender porque não aconteceu o mesmo…Se há amor, não sei, eu sugiro que há carinho, porque vcs tiveram um história, óbvio q isso pesa, e é por isso q muitas vezes as pessoas ficam confusas e acabam terminando, ficando, dando um tempo, ae voltam de novo, e o outro acha q há esperança de reconciliação…

  • Kel disse:

    Portanto, não o julgue, e nem tente envolver amigos e familia, esperando entender as razões…Isso machuca mais ainda aos dois.

    Lembre-se: acima de tudo, vc nao deve ser arrepender, a decisão foi sua de se mudar. Você tbm poderia mudar seus sentimentos em relação a convivência a dois. Pelo menos para mim, as minhas decisões são baseadas na duas faces: se der certo e se não der.

    é dificil, sim. Mas, finalizo com uma frase que achei bem interessante q alguem (nao lembro o nome) postou num comentário e concordo plenamente: ” Só vale lutar por amor, quando há reciprocidade. Se não há, lute pelo amor-próprio.

    o Tumblr sobre o casamento Real tbm é maravilhoso e diz exatamente tudo o que penso dos relacionamentos. Não adianta insistir, chorar, gritar, o que tiver q ser seu, será. e Outra frase que acho linda =D
    Não há erros, apenas lições. Boa sorte!

  • Juliana Salles disse:

    Difícil a sua situação, mais difícil ainda dar conselhos.

    Passei por algo parecido, final, morava em outro estado e também namorava à distância. Até dezembro.

    Não vou me alongar na história, mas o que aconteceu é que quando éramos somente eu e ele era tudo maravilhoso! mas a partir do momento em que o cotidiano começou a influir no namoro, senti ele se afastando aos poucos de mim.

    Assim aprendi que estar perto não significa estar junto e que tem horas que só o amor não basta…

    Estou em fase de recuperação…afinal, foram um ano e dois meses juntos. Se foi o melhor termos terminado?? Só o tempo pra dizer…

    Beijos e boa sorte!!

  • rejanne disse:

    Desculpa dizer mas eu acho q vc esta se iludindo um pouco… Se continuar a forcar a barra ele vai acabar porficar contigo por pena ou por se sentir culpado por teres feito mto por ele (n e o que vc quer, ou e??) O bom mesmo e dar um tempo, sem ficares, sem nada, para ele conseguir notar se sente realmente a sua falta ou nao. agora se continuar a ficar com o cara sem mesmo namorar vaia cabar por perder o respeito e ser a “outra”. Pense nisso! Nem sempre existe amor onde nos achamos que ha ;) Boa sorte

  • Camila Oliveira disse:

    Nossa… a Kel disse tudo que eu queria dizer!

    Reforço com a frase que ela postou:
    ”Só vale lutar por amor, quando há reciprocidade. Se não há, lute pelo amor-próprio.”

    Não deixe que esse amor todo te transforme numa garota que faz tudo e espera tudo vir do outro, se essa situação continuar pula fora, é dificil, muito dificil mas tudo nessa vida passa!

    boa sorte!

  • Kaka disse:

    Olha só, tente ler o que você escreveu como se fosse de outra pessoa! Acho que terá surpresas…
    Acima de qualquer coisa, penso que você “esqueceu” de viver sua vida particular. Você fazia algo só para você – sozinha – sem ele (caridade, atividade física, clube da luluzinha, etc)? Para que haja uma vida a dois é preciso que tenhamos nossa própria vida. Faz bem não só a nós, mas a quem está conosco!
    Muitos fatores podem ser identificados em seu post, a falta de diálogo sincero é o principal. Vocês precisam conversar! Se não o fazem, precisam aprender! Só assim as coisas ficarão claras, ou pelo menos, um pouco mais…
    Agora é o momento de você se valorizar. Se ele não sabe o que quer da vida, você precisa erguer a cabeça e seguir em frente, afinal, o que você pensou ser possível fazer para que desse certo, você fez, não é mesmo?! Se errou, foi tentando acertar. Mas agora ele precisa sentir o peso da decisão, não adianta terem terminado se continuarem ficando! Se você se trancar em casa e abdicar de sua vida!
    Eu acredito que tudo acontece quando tem que acontecer. E a gente só não pode parar de viver para que as coisas aconteçam!
    Boas vibrações pra você!

    Obs.: Daqui um tempo, envie outro post contando o que aconteceu?

  • kel disse:

    OLÁ, novamente…rs

    Acompanhando os relatos, verifiquei algo q já tinha visto de forma timida em outros posts. ” a influencia do cotidiano na relação”.

    A juliana explicou muuito bem: “..éramos somente eu e ele era tudo maravilhoso! mas a partir do momento em que o cotidiano começou a influir no namoro, senti ele se afastando aos poucos de mim.

    Assim aprendi que estar perto não significa estar junto e que tem horas que só o amor não basta…”

    Passei por algo semelhante, mas nunca tinha visto a real razão do meu afastamento (claro, além de outras coisas do relacionamento).

    Gostaria de saber, se o DdC já post algo do tipo, se não, acho interessante a proposta. Atualmente, não é apenas “problemas comuns e típicos” como financeiro, traição, rotina, distância q influenciam ou acabam com uma relação… Acredito que o cotidiano é um grande responsável, mas como evitar?? como mudar? tarefa dificil…
    Gostaria de saber a opinião dos homens tbm, em razão de serem os “primeiros” a romperem, se afastarem da relação quando algo nao vai bem, e quase sempre sem uma justificativa “plausivel”, digamos assim…

    Fica a dica…

  • Thayanne disse:

    Ai gente, muito obrigada pelas dicas.. sabia que poderia dividir com vocês..

    Kaka, . realmente tens razão, é isso o que estou fazendo, saio e me divirto muito com minhas amigas.
    Sinto falta, é claro, mas foi ele quem quis assim..

    Pode deixar que escrevo outro contando x)

  • Juliana disse:

    Ai, esse é um assunto complicado.

    Tive um breve relacionamento, no qual me apaixonei perdidamente pela pessoa mas não fui correspondida como esperava. Sofri muito, porém a lição que eu tive foi que, não deixei de ser quem eu sou, embora tenha pressionado um pouco ele, fiz o que eu tinha fazer a decisão foi dele.

    Hoje, namoro e sou muito feliz com meu namorado. E percebo que homens em geral, se sentem pressionados por muito pouco, e nós temos que ter aquele jogo de cintura para conduzir a relação sem que eles se sintam pressionados.

    Como já disseram, eu acho que pelo fato de vc ter se mudado para ficar com ele, pode ser que ele tenha se sentido muito presionado e responsável por vc, e por isso ficou confuso. Isso nao quer dizer que não a ama, e sim que ele não tem maturidade para encarar a situação.

    O que fazer? Vc fez tudo o que pode, se ele não teve maturidade no momento, esperamos que no momento que ele se toque, vc já esteja se relacionando com um cara muito bacana que vc ame e vice-versa e que e ex veja o quanto perdeu por ter esse pensamento imaturo.

  • vinicius maciel disse:

    Me identifiquei mto com o texto. Comigo aconteceu uma coisa muito parecida. Eu conheci uma menina pela internet, namoramos 3 anos e eu já estava com o pé na cidade dela para ficarmos juntos de vez. Só que derrepente ela mudou, nao me respondeu mais e simplismente sumiu. Dps apareceu falando que desejava o meu bem e que eu iria ficar bem, pq ela estava fazendo o certo… Estou triste demais com o que aconteceu por nao entender o motivo verdadeiro, pelo que eu conheço dela foi uma decisão baseada no que ela sente e que nao tem outra pessoa envolvida.
    Mas aí que ta, eu passei no vestibular para perto da cidade dela(BH), uma coisa que eu lutava a muito tempo pra conseguir, eu vou por mim, e pelo curso mas acho que nao vale a pena ficar atrás dela, pq se um dia tevermos que nos encontrar isso vai acontecer normalmente

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>