Home » Coisas dela

Experiências fora do Brasil – A distância também existe por lá

29 outubro 2010 9 Comentários       Postado por Rafael R

Vez e outra recebo um email curioso. Dias desses, recebi um da Letícia, dizendo que queria compartilhar a história dela. Até ai, é o tipo de email que eu recebo sempre. A parte incrível ainda estava por vir.

Ela, enfim, mandou o texto (abaixo) e colocou um detalhe nesse email: Ela mora fora desde os 12 anos, mudando sempre de país por conta do emprego da mãe. Ou seja, ela é praticamente obrigada a se adaptar a culturas diferentes das nossas, dilemas muitas vezes diferentes dos nossos e está se saindo bem, até agora. Então, gostaria de pedir a todos que por ventura lerem isso que dêem o feedback para que ela continue enviando histórias curiosas para nós, podemos fazer isso?

Segue a história dela.

– – –

Por: Letícia

Conheci o Saheem a mais ou menos 3 anos. Naquela época tínhamos 17 anos. Estamos juntos a dois anos e 6 meses. E tudo começou com uma mensagem de texto que ele me enviou. Ele havia visto uma foto minha no celular de um amigo em comum, em Janeiro, e se apaixonou por mim naquele momento, diz ele. Vale ressaltar que eu católica, e o Sam muçulmano. Eu brasileira e ele árabe. Mais não importavam as diferenças nem a distância – Que era de umas 8horas de viagem.

Começamos a conversar naquela época eu estava no meu último ano na escola, e como moro fora do Brasil, o sistema é completamente diferente. É como um concurso público, então para poder entrar na Universidade teria que me matar de estudar, e foi o que fiz. O problema é que o Saheem não entendia que eu não podia me envolver naquele momento. Além disso, havia uma fama que os rapazes de onde ele morava eram todos muito galinhas, e traiam muito. Então eu também tinha muito medo.

Passaram-se dois messes de mensagens, conversas por MSN e ligações, eu e ele só nos havíamos visto por foto, mais havia um algo a mais. Ele me passava uma calma, uma felicidade. Era eu estar triste que corria pra falar com ele. Eu namorava mais não conseguia conversar absolutamente nada com o meu namorado, ele era frio e distante, ele é cheio de falso moralismo imposto por sua cultura.
Nessa época o Sam viajou pra Dubai, por mais ou menos um mês, e mesmo de lá ele mandava mensagens o tempo inteiro, e sempre conversávamos por MSN. Ele voltou e minhas provas começaram. Eu decidi então que iria sumir; que iria lutar contra o que sentia por ele pelo medo que eu tinha de me machucar. No final de junho eu terminei minhas provas. E o que eu mais pensava era nele. Tinha uma saudade tremenda de nossas dele.

Um belo dia nos “encontramos” sem querer no MSN. Começamos a conversar eu achei que era minha chance ali. Até que ele reclamou da namorada, que ele havia arranjado fazia quase um mês. Fiquei sem chão. Descobri o que significa: “Você precisa perder pra dar valor”. Morri de ciúmes, e sem querer demonstrei aquilo. O que na verdade ajudou. Ele disse que me amava muito que sempre me amou, mais que havia cansado de esperar. Ele então me colocou na parede, dizendo: “Eu termino com ela, mais você tem que aceitar ser minha namorada, minha namorada oficialmente, só minha”. Foi quando nossa história de amor virou realidade…

Depois de umas 2 semanas, fui até onde ele morava e nos encontramos pela primeira vez. Tudo foi perfeito. Parecia que eu sempre tinha sido dele, e ele meu. Hoje somos mais maduros, o amor amadureceu junto conosco.

Eu mudei de país novamente, agora moro longe demais pra visitar-lo, ou ele a mim. Mais estamos juntos, fortes e decididos, temos planos de casar e ter muitos filhos. Plano de viver juntos até o último dia de nossas vidas. Pois o amor supera tudo, agüenta tudo, o amor me faz levantar todos os dias com um sorriso no rosto, simplesmente por que ele existe.

Sam e Letícia
Eu e meu amor, na última vez que nos vimos

** Thank You Sam, for all the good moments you have provided me with, with all the love, the care. Without you I wouldn’t be who I’m, I would not stand where I do. I Love You until the end. InshaAllah we will be together very soon. **

Se tiver sugestões de temas que podem ser abordados, críticas sobre o que viu, idéias para melhorar esse espaço… toda e qualquer tipo de mensagem que você quiser nos enviar, você pode. Pra isso, basta usar nossa página de contato ou falar conosco através do Twitter @diariodecasal.

Related Posts with Thumbnails
9 Comentários      Postado por Rafael R
­
­

9 Comentários »

  • Diego Fávero disse:

    haha caramba! Sensacional! Quero saber mais pra frente a continuação dessa história. Se o pessoal por aqui “reclama” de distância entre cidades, imagina entre países?!

  • Gesane disse:

    Como muitas histórias de amor que já li aqui e acompanho, essa também é muito bonita.
    Parabéns ao casal por ter garra e muito amor para continuar, sei que não é fácil. Mas lo no finalzinho do texto, ela disse algo que é recompensador: ” o amor me faz levantar todos os dias com um sorriso no rosto, simplesmente por que ele existe.”

    Valeu ao Diário de Casal por nos apresentar tanta coisa boa e bunita junto!

  • Juliana Salles disse:

    Adorei a história Letícia!

    Temos muito em comum, apenas não moro em outro país, mas moro a 1000km de distância do meu namorado e como nós dois trabalhamos os encontros são raros, mas nem por isso deixamos de arriscar a felicidade!!!

    Beijos e felicidades a vocês dois!

  • Julia disse:

    que historia linda! tb moro em uma cidade diferente da do meu namorado, mas como meu pai mora perto dele e meus pais sao separados, a gente acaba se vendo todo fds pq eu vou pra casa do meu pai…
    boa sorte nessa historia de amor!

  • Nat Munier disse:

    nooooooooooooossa que lindo a historiia de voocês, eu tbm no seu caso fariia “tuudo” o possivel pra ser feliz com queem eu amooor, felicidades mesmo e que tudo continue dando certo :***

  • Karlinha disse:

    Mt mt mt lindaaaa a historia de vcs, realmente qdo há amor, tudo é possivel!
    Desejo mt’s felicidades, que o amor de vcs seja ada dia mais lindo!

  • @julianemc disse:

    gente, essa história é linda! e isso é que é determinação viu… vou parar de reclamar que meu namorado está nos eua. a gente se vê com certa frequencia.

    são essas historias que nos fazem acreditar que AMAR mesmo que a distancia, pode (e DÁ) certo.

    do fundo coração, desejo muita felicidade pra eles. e que o tempo passe rápido.

    cada sacrifício no presente será compensado no futuro.

  • Thaise Pregnolatto disse:

    Namorei um italiano. Eu morava aqui e ele lá e nos víamos umas 2 vezes por ano. Não foi nada fácil, tanto que terminamos.
    Quando comecei a namorar o Gustavo (ele morava em BH e eu em SP) a condição foi que morássemos na mesma cidade. E ele veio de mala e cuia.
    Mas…que história lindaaaaa! Continua, continua!

  • Samuel Aquino disse:

    legal

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>