Home » Artigos, Crônicas, Relacionamento

Gosto mais de mim do que de você

27 novembro 2009 9 Comentários       Postado por Cadu

Estava com o comunicador instantâneo ligado à tarde, quando a Gaúcha mandou um simplório “oi”, respondi com um igualmente simplório “oi”, mas complementei com um “como vai você?” e no mesmo momento me lembrei da música de Roberto Carlos – Como vai você e comecei a digitá-la conforme me lembrava da letra.

“Como vai você…
Que já modificou a minha vida
Razão de minha paz já esquecida
Nem sei se gosto mais de mim ou de você”

Analisei essa última frase: “Nem sei se gosto mais de mim ou de você”, ops, isso não. Deixando de lado o romantismo meloso (e claramente intencional) da letra da música, me perguntei se seria possível gostar mais de outra pessoa que de mim mesm. Calma, românticos de plantão, não me ataquem ainda. Querer amar mais outra coisa que a si mesmo é como tentar se erguer puxando os próprios cabelos com a mão.

Uma boa autoestima (que agora se escreve sem o hífen) faz com que você não tenha uma relação com medo de decepções ou a sensação de que está recebendo menos (ou mais) do que devia no relacionamento. Uma pessoa confiante dificilmente terá um relacionamento submisso, o que é muitas vezes confundido com dedicação, sem falar nas vantagens de conseguir se comunicar com o parceiro sem medos e neuroses para expôr seus sentimentos e pensamentos.

A autoestima e autoimagem bem desenvolvidas também irão beneficiar a intimidade na cama. Querer apenas escurinho e meia luz na hora do sexo, com vergonha do corpo, vai fazer com que você se concentre mais em não se mostrar do que em se entregar, que é o que realmente interessa. Notem que não estou falando de ter um corpo perfeito, conheço gordinhos e gordinhas com uma excelente autoestima, o que não impede em nada que eles se divertam.

Um dos principais benefícios de amar a si mesmo é saber, de maneira mais fácil, o momento em que a relação se torna abusiva ou desrespeitosa. Quem se ama não se submete a esse tipo de relacionamento e tem um lado emocional muito mais saudável e um coração que irá apanhar bem menos da vida.

O sucesso em um relacionamento, ou no emprego, ou na faculdade, ou em qualquer coisa na vida, não pode ser maior que a sua autoimagem naquela área. Se você tem a certeza que sua autoimagem em um relacionamento é ruim, ela vai ser ruim. Aviso que não estou falando daquele papo de autoajuda e pensamento positivo, sinceramente odeio essas coisas, prefiro pensar nisso como pura física, o amor que você dedica a alguém (ou a alguma coisa) é limitado pelo amor que você tem por si mesmo.

E como amar a si mesmo? Bem, isso já é assunto para os tais livros de autoajuda, particularmente acho que se essa pessoa que você ama e, que (eu espero) é tão especial, está do seu lado, você com certeza tem algo de especial. Aprenda a gostar de si mesmo e você vai amar melhor aos outros.

Related Posts with Thumbnails
9 Comentários      Postado por Cadu
­
­

9 Comentários »

  • Jão disse:

    eh…, esse tema eh tenso neh, mas concordo com o carlos, sua autoimagem influencia diretamente a sua capacidade de conseguir realizar feitos…
    molde-a com cuidado

  • Diego Fávero disse:

    concordo 100%! Temos que nos amar mto mais do que tudo a nós mesmos.. aí que teremos a auto confiança pra superar todos os desafios no amor e na vida

  • Lais disse:

    Mas uma fez… Perfeito…
    Post pequeno, mas com grandes descobertas.

  • Gaúcha disse:

    Amar mais ao outro do que a si mesmo chama-se obsessão, codependência… É uma doença e deve ser tratada, mas não é amor!

    Esse é um dos vários motivos que faz meu relacionamento com o Cadu ser tão bom…

  • Jazz @brabul disse:

    Déjà vu:

    “olha, é o seguinte, eu gosto MUITO MUITO MUITO de você. Te adoro mesmo! Sério… mas eu gosto amis de mim…!”

    E ele falou assim:
    “é, tu tens razão”.

    E somos amigos até hoje =]

  • Rose disse:

    A autoestima às vezes é confundida com excesso de confiança. Parece que a gente tem sempre que carregar uma ponta de insegurança pra mostrar que gosta mesmo…mas não é assim. Acho que, pelo contrário, a segurança ajuda a contornar as situações difíceis.

    Parabéns pelo txt!
    Bjs

  • Zombie disse:

    @Rose.

    Também acho essa pontinha de insegurança uma besteira sem fim.
    Parece que somente sofrendo dão valor né?

    Se bem que, se for parar pra pensar… Quem precisa de insegurança (E consequentemente, sofrer) pra dar valor…

    Tem problemas de autoestima.

    E pasmem, esse é o mal da sociedade atual.
    Falta de autoestima.

  • patricialima disse:

    as vezes acabo amando de mais a pessoa es esquecendo de mim
    e eu tenho que parar com isso ……..

  • Mariana disse:

    “prefiro pensar nisso como pura física, o amor que você dedica a alguém (ou a alguma coisa) é limitado pelo amor que você tem por si mesmo.”
    Sempre falo isso de alguma forma p. minhas amigas, nunca pensei que fosse filosofia da física :/, gostei mto do que disse!
    Quando namorava sempre pensava comigo mesma, 1º eu! quando vi que a história estava invertendo, vi que era hora de por ponto final, porque a história estava cheia de ponto e virgula e estava desconexa já…
    mas adorei o blog, adorei seu texto…
    bj

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>