Home » Coisas dela, Histórias

“Há 1 ano, conheci o homem da minha vida!”

1 novembro 2011 3 Comentários       Postado por Ele / Ela

Por: Camilla VB

Já publiquei dois posts aqui. O primeiro deles chama-se “Enche a casa de flor, põe um bom defumador que eu tô voltando (Aqui)“. Lá eu contava como tinha encontrado meu namorado em um site de relacionamentos. Depois mandei uma carta que havia enviado pra ele e foi publicada no dia dos namorados.

Dia 31/10 não tem nada de bruxaria para mim. Se eu pudesse dar uma alcunha à data seria “dia do amor“. No dia 31/10/2010, data do segundo turno das eleições presidenciais e de governador no Brasil, marquei de tomar um café da manhã com um homem “conhecido” há duas semanas no tal site. Trocados alguns e-mails finalmente veio o dia. A boa impressão e o interesse (no meu caso) foram instantâneos. Tanto é que a gente saiu outras vezes, ficou e vem namorando.

Amor virtual
Começou assim, hoje é bem menos virtual e bem mais real!

Em 2010 eu também me separei, após 13 anos de relacionamento com uma pessoa, que foi meu namorado, companheiro e marido. Agora é o ex-. Até hoje, desde 2010, minhas lembranças de efemérides sempre foram “há um ano eu ainda estava casada“, “há um ano eu me separava“, “há um ano eu estava mal…“.

Passados os meses, posso dizer que “há um ano me inscrevia no site de relacionamentos“, “há um ano, escrevia para o A. pela primeira vez“. Finalmente, hoje posso dizer que “há um ano conheci o homem da minha vida“.

Sempre tive inveja de casais que sabiam o que queriam e nunca tiveram medo de expressar aos quatro ventos o quanto se amavam. Tudo isso encontrei com o A. Ele é companheiro, carinhoso, generoso, um coração do tamanho do mundo. Eu não tenho vergonha de pegá-lo pelo braço e de beijá-lo a todo instante, parecendo uma menina que descobre o amor. Porque aos trinta e alguma coisa de idade, (re)descobrir o amor tem um sabor todo especial. É como se tivesse a certeza de que é isso mesmo, porque só pode ser assim, porque é muito bom. É ter a certeza de que tudo vai dar certo, porque já sabemos o que queremos (ou pelo menos o que não queremos).

Nesse um ano de namoro, descobri como é me sentir plena como mulher. Descobri a dor da saudade de não se estar ao lado de quem se ama todos os dias. Acho que esse amor juvenil é mais latente quando já passamos por outras experiências, aprendemos a valorizá-lo. E sempre temos a certeza de termos encontrado o amor da vida. É assim que eu me sinto, um ano depois, de ter achado o homem da minha vida. E se há um ano decidíamos onde nos encontraríamos, hoje buscamos uma casa para morarmos juntos. Porque tudo na vida pode ter a sua segunda primeira vez.

Afinal deu-se comigo:
nasceu a orquídea no velho tronco,
floriu a hera no muro antigo.
Nem o pavor de ser ridículo
impede-me de amar,
pois é a primeira vez que amo
porque sinto o mesmo desassosego susto
da primeira vez que amei.
Amar pela primeira vez agora
é igual a qualquer primeira vez antiga,
mas esta primeira vez, no fim da vida,
é a primeira vez mais querida,
parece mais primeira do que as outras
é, pela primeira vez,
tenho a certeza, que me faltou antes,
a de ser a última primeira vez.

(Saulo Ramos – O código da vida)

Related Posts with Thumbnails
3 Comentários      Postado por Ele / Ela
­
­

3 Comentários »

  • Andrea disse:

    Olá, gostaria de saber em qual site de relacionamentos vc se cadastrou! adorei a história, felicidades aos dois!!

  • Camilla disse:

    Andrea,
    Não importa o site,importam paciência e persistência.
    Boa sorte!

  • Kleia Sanntana disse:

    lindas histórias! :')

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>