Home » Coisas dela

Liberdade, uma questão de sobrevivência no relacionamento.

24 setembro 2010 15 Comentários       Postado por Rafael R

Quando se fala a palavra liberdade uns devem ter cantarolado a música “Liberdade pra dentro da cabeça” eu sugiro que você cante: “Liberdade para dentro do relacionamento”. Calma eu não estou doida e nem vou falar sobre ter um relacionamento “aberto“, vou falar sobre a liberdade que tem que existir em um relacionamento.

Liberdade
Essa imagem é bacana, mas a liberdade aqui é outra!

Todo mundo dá milhares de significados para palavra amor, e estão sempre buscando o tal “sentido do amor”, mas o que muitos se esquecem é que amar também é querer o bem do outro, e não é só querer o bem, mas também fazer por onde o bem do outro aconteça, e muitas vezes o bem do outro não está sempre perto colado conosco, e acredite forçar a presença ou a companhia da pessoa que a gente gosta, não é uma atitude de quem ama e sim de quem só quer se amado (chame de egoísmo se quiser).

Caso o seu namorado(a) diga que não pode te ver hoje porque vai estudar, ou que talvez está cansado (desde que isso não aconteça diariamente), provavelmente ele precisa desse tempo para ele, afinal não é porque começou a namorar que a vida de ambos se juntou totalmente, então compreender esse espaço do outro é fundamental.

Não tem como um relacionamento dar certo por muito tempo quando não se respeita os limites, da mesma forma que não tem como impor os seus limites para o outro, não existe um manual de quais são os limites quais são as regras, com o tempo e convivência isso vai se moldando naturalmente, a medida que o relacionamento vai amadurecendo. Muitas vezes temos a mania de achar que sabemos o que é bom para o outro sem nunca perguntar para ele se estamos certos, será que hoje ele não quer ficar um pouco sozinho? Não que o namoro esteja ruim nem nada disso, mas todo mundo algum dia ou alguma hora tem seu momento individualista, e não é porque você está namorando que você vai se esquecer de você.

Não tem como dizer que se ama se não consegue reconhecer e principalmente respeitar a liberdade do outro.

Related Posts with Thumbnails
15 Comentários      Postado por Rafael R
­
­

15 Comentários »

  • Gabriela disse:

    é isso que tá acontecendo com meu namoro, agnt tah junto não tem nem 1 ano ele me impos tanta coisa, acho que nem é mais namoro ontem agnt teve uma briga feia pq ele naum qr q eu tenha amigos homens, mais a questão é eu trabalho com informatica estudo isso e nesse campo ainda é 90% homem e não tem cm…eu nasci e cresci nesse meio, enfim, qm sabe se ele ler o psot nosso relacionamento se salva um pouco.

  • Juliana Salles disse:

    Olá!!
    Sempre leio os posts e muito raramente comento…sorry!!
    Mas neste post eu tinha que comentar!!Liberdade, como disseram ali, é questão de sobrevivência de um relacionamento.
    Minhas amigas dizem que meu caso é excepcional, que não posso ser levada como padrão por alguns motivos: moro a 850 km do meu namorado, não sou de ter crises de ciúme e da mesma forma que confio espero ser retribuída.
    Não é fácil encarar a distância, mas sei que vale, e muito, a pena. Agora já devem pensar: tá, ela veio falar de distância ou de liberdade?
    Vim falar de liberdade!! Pois não há como encarar um namoro à distância se a liberdade não estiver presente. Tanto eu quanto ele temos a liberdade de ir e vir, sair com amigos, etc.
    E isso só é possível porque temos confiança um no outro!!! Se eu não dou motivos para brigas, ele também não os dá e assim vamos levando nosso namoro já há 8 meses.
    Fácil??Não…nenhum pouco, mas não há barreiras físicas que podem impedir dois corações que escolheram ficar juntos…

    Algum dia, quem sabe, conte mais um pouco de minha história por aqui!

    Estão de parabéns pelos temas abordados no blog!

    Beijos

    @JuSalles

  • Ana Paula disse:

    tb concordo com a liberdade no relacionamento, nao adianta prender pq ai q a pessoa foge. so eh complicado qdo temos a distancia e a maneira mais facil de comunicaçao eh a internet entao acho q todos os dias temos q conversar um pouquinho….mas to aprendendo a lidar mais com a minha insegurança.

  • Felipe Marques disse:

    O meu namoro anterior (não darei nome aos bois, mas posso dizer que ela era 11 anos mais velha) foi assim. Minha ex achava que eu deveria ser exclusividade dela, motivo pelo qual o namoro acabou. Vou citar uma situação que me ocorreu nessa época:

    Como a nossa amiga Gabriela no comentário acima, eu também mexo com informática, ou seja, conserto os PCs de meus clientes, e, em um belo dia, quando estava saindo do meu cursinho de montagem e manutenção, fui na casa de uma amiga, que estudava na mesma sala que eu pra arruma o pc dela (detalhe: minha ex tinha sido avisada disso). No entanto, tinha que formatar o pc dela, e isso leva tempo (pelo menos mais d 1 hora, formatando e instalando tudo d novo). No final das contas já eram 23:00 e minha ex tinha me ligado p…da vida achando q eu tava…bom…fazendo outras coisas se é que vocês me entendem. E isso me irritou muito, tendo em vista que ela tinha sido avisada. Na época eu não trabalhava, então eu tinha que ter um dinheirinho de alguma forma. O ruim é você ter que ouvir a pessoa que você ama falar asneiras, sabendo que você não trabalho, mas consegue um dinheirinho com algo que sabe fazer. No meu caso, informática.

    sempre entendi que, amar e confiar no outro acima de tudo, se não confia (e ainda quer prender) não ama.

    Conheci esse site anteontem anteontem e achei ótimo. Até indiquei pra minha atual namorada (mais nova rsrsrs).

    Abraços a todos vocês.

  • Diego Fávero disse:

    caralho! aplausos pro seu texto;

  • so sad disse:

    o respeito é a chave de tudo, respeitar os espaços, os limites, o querer, mas tem que ser reciproco.
    cada um precisa ser livre, e não deve ser nada planejado, o limite é algo que sentimos, que vemos ser necessário, a sensilidade de saber o momento de deixar livre é dada pelo amor.
    o segredo de uma relação passa pelo respeito e pelo bem querer.
    beijo!

  • Amanda disse:

    vivo isso todo dia no meu namoro, várias vezes eu preciso sair para resolver coisas da faculdade pois estou na fase da monografia e meu namoro acha que eu quero ficar longe dele, e poucas vezes entende que eu preciso também viver a minha vida.

  • Juliana disse:

    Que ótimo texto..
    Conheci o blog na semana passada e me apaixonei, estou comentando pela primeira vez rsrs
    Acho que esse texto diz tudo, não há amor que dure se não houver uma certa liberdade.
    Sou casada a “quase” quatro anos e faço faculdade de Publicidade, estou no 6º semestre. Meu marido não estuda, mas graças a Deus ele respeita, sabe q tenho certos compromissos com a faculdade e não tem como ficar sem fazer, trabalhos, reuniões, etc…
    Ele tb tem o espaço dele e assim a gente vive bem, claro que ás vezes rola um ciúme normal, mas como disse normal, pq se ficar pegando no pé não há relacionamento que dure. Tenho certeza q nem eu, nem ele aturaria.
    Desde de quando namorávamos, sempre foi assim, não que façamos tudo separado, pois o problema é confundir liberdade com libertinagem. Pelo contrário, somos muito companheiro um do outro, fazendo tudo juntos. Só que tem certas coisas que não tem como, ai não tem jeito a não ser respeitar.
    Parabéns pelo blog, quem sabe qq dia desses conto a minha história.. espero comentar mais vezes!
    ;D

  • Rafael Santiago disse:

    Posso estar errado, mas acho super saudável qndo vc diz q tah cansado (desde que não seja frequente) ou que precisa fazer algo relacionado à estudos ou trabalho! Mas ainda acho estranho quando a pessoa meio que troca uma noite com seu namorado(a) para estar sozinhas com amigos(as) em alguma boate, barzinho ou qualquer outro lugar.

  • cecilia melo disse:

    Concordo plenamente que a liberdade é sim necessária, porém quando existe um namoro, acredito que há um compromisso e assim sendo, quando uma das partes resolve ter esse “tempo só pra si”, deveria ao menos informar a outra parte, podendo ser entendido aqui até como “dar uma satisfação”, pois o desagradável é você saber depois que seu namorado(a) saiu com a galera, foi tomar uns chops com os amigos e você ficou como uma tonta em casa sem saber o que houve, mesmo alguns entendendo como ” dar satisfação”, acredito que isso é ter respeito pela pessoa que você tem ao seu lado. Outro fato é o de que com você a pessoa sempre está cansada, precisa dormir porque acordara cedo no dia seguinte, mas quando se trata de sair com a galera, esse cansaço, esse compromisso do dai seguinte não atrapalha em nada. Acredito que são esses os reais motivos de muitas discussões entre casais, um lado achar que só porque namora não deve informar (dar satisfação) do que realmente esta acontecendo, onde com isso a outra parte descobre e ai sim gera o conflito, pois esta outra parte se sentira enganada.

  • cecilia melo disse:

    (COMPLETANDO A OPINIÃO ACIMA)Se você namora e quer ter um relacionamento
    prazeroso, não custa nada informar seu parceiro do que ira fazer, do que esta sentindo, quais são seus planos, de que precisa sim um tempo com seus amigos, precisa espairecer as idéias, mas jamais esquecendo do compromisso que tem, saber dosar as situações também é importante, dar aquela atenção mesmo estando cansado(a), E O PRINCIPAL NAO JOGAR NA CARA TUDO O QUE VOCÊ ACHA QUE FEZ DE BOM A OUTRA PESSOA, isso termina com qualquer sentimento, machuca, dói na alma. Precisamos saber a ter compromisso com a pessoa que amamos e que nos ama.

  • Felipe Rosa Dos Santos disse:

    é isso aí!apredi muito com isso!eu n respeitava a liberdade!minha namo smp fl q éla é livre ta ok tds somos livrer!+ smp temos q tomar atitudes com conciência!obg!

  • Felipe Rosa Dos Santos disse:

    e a confiança é a base d td!

  • Kadu Fernandez disse:

    TÁ PERFEITO!!!! DISSE TUDO.

  • Talita disse:

    Saí de um namoro sufocante há quase dois meses! Ele era extremamente ciumento e sem razão alguma… Eu faço faculdade de História e tenho meus amigos desde o início do ano passado e meu ex simplesmente não aceitava isso (eu o conheci no final do ano, então dá uma bela diferença de tempo entre a relação com meus amigos)! Eu já deixei bem claro que em certos dias, principalmente na sexta feira, a gente juntava a rodinha de amigos e ia comer um dog que tinha na esquina da faculdade! Um dia resolvemos fazer a nossa social e ele ficou bravo por isso! Ele achava que eu deveria ficar falando com ele o tempo todo, nem durante as aulas eu tinha paz… Quando a matéria era mais perrengue eu desligava o celular pra não me distrair e ele ficava bravo, eu avisava “amor, to em aula, não posso falar” e ele insistia no fato que eu não dava atenção, que não tava nem aí pra ele, que eu não me importava… Isso foi me sufocando de uma maneira que tivemos que botar um ponto final na relação! Eu senti e ainda sinto muito pelo fim do namoro, mas ele não compreendia que a gente precisa de espaço! Eu fico pensando se é porque ele ainda é novo, ele tem 19 anos e eu tenho 23!

    Mas enfim… acabou e acho que não tem mais retorno… às vezes penso em voltar, mas só de pensar que eu ficaria novamente sem ar dentro do namoro me faz desanimar e tentar sossegar o facho!

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>