Home » Crônicas, Relacionamento

Namoros “iô-iô”

24 maio 2010 7 Comentários       Postado por Mayara Godoy

Com o advento da internet (e mais especificamente do Orkut), ficou muito fácil saber os bafões de tudo sobre a vida alheia. E nem é preciso procurar muito. Na página inicial mesmo, é um tal de “Fulano atualizou relacionamento” pra cá, “Sicrano escreveu um depoimento” pra lá, e assim milhares de vidas “pessoais” são expostas indiscriminadamente.

Essa enrolação introdução toda foi só pra dizer que, em meio a tanta informação, um fenômeno bastante curioso ficou mais evidente: os namoros “iô-iô”. Nem é preciso desenhar explicar o porque da alusão ao brinquedo infantil… Num dia, se amam eternamente; no outro, “quem tem azar é azarado, quem tem sorte é sortero”, e por aí se segue uma imensa lista de clichês nas idas e vindas de relacionamentos arruinados.

Meu objetivo aqui não é ofender ninguém, mas, na minha humilde opinião, relacionamentos assim estão fadados ao fracasso. Não vejo outra forma de definir a instabilidade emocional de casais que nunca sabem se se casam ou se compram uma bicicleta cada um e fogem para bem longe um do outro.

Eu sempre fui da opinião de que relacionamento existe para nos fazer bem — a partir do momento em que começa a fazer mal, é hora de cada um seguir seu rumo. Porém, vejo casais que parecem ter dificuldade com este discernimento; parecem nunca estar certos quanto a como se sentem na relação. Qualquer briguinha resulta em fim de namoro e, no dia seguinte, fazem as pazes e novas juras de amor eterno — mas a eternidade muitas vezes não sobrevive mais de uma semana.

E aí, meu amigo, quando chega a este ponto, com o perdão da palavra, é porque virou putaria. Namoro vai, namoro vem, e a relação vai ficando mais e mais desgastada. Ninguém mais sabe — nem o casal — se os dois estão juntos mesmo. Aumentam as “ficadas” nos “intervalos” e, consequentemente, as brigas e cobranças nas voltas.

E, assim, um vai perdendo o respeito pelo outro — e por si próprio. Por isso, minha teoria é a de que mais vale “insistir” em um relacionamento, mesmo que esteja difícil, até o fim. Não digo para dar murro em ponta de faca e tentar ressucitar um namoro infeliz, mas, sim, em tentar sempre resolver os problemas conjugais da melhor forma possível. Se, ainda assim, a relação estiver insustentável, é hora de ambos aceitarem que é melhor por um fim no namoro — de preferência definitivo.

Se for para voltar, que não seja do dia para a noite. Que conversem com a cabeça fria, reflitam, ponham todos os pingos nos “is”, estabeleçam de que forma ambos tentarão melhorar pelo bem do relacionamento (porque não existem erros unilaterais) e sejam felizes.

Porém, para isso, é necessário que ponham em prática essas atitudes melhores — e não façam promessas que serão esquecidas na primeira discussão.

Related Posts with Thumbnails
7 Comentários      Postado por Mayara Godoy
­
­

7 Comentários »

  • Diego Fávero disse:

    Pra mim, namoro merece UMA chance de voltar; depois disso, insistir no erro, é burrice!

  • Rafael R disse:

    Um erro comum que noto por ai é justamente o que ficou no final do texto, as pessoas no calor das emoções querem a qualquer custo resolver a situação quando na verdade só fazem atrapalhar ainda mais. Não tem NADA que o tempo não ajude a curar, isso inclui relacionamentos que devem acontecer mas não estão rolando por picuinhas e problemas menores.

    E por favor, ficar se desgastando pra quê? Tem coisas que simplesmente não funcionam, tenha certeza que não é o teu caso antes de ficar sofrendo “a toa” por ai, né?

  • Rafa disse:

    Concordo…é uma putaria !
    Tenho vários no orkut que vira e mexe tiram as 500 fotos do “ex”, dps de 2 dias: Fulano adiciona 500 fotos no álbum “Grande amor da minha vida”
    Pára né?
    O que mais me intriga é o extremismo…um dia MORRE DE AMOR, no outro quer MATAR a pessoa….como assim???
    E o pior…não são só adolescentes (fase que a inconstância é comum).

    Pra mim, estão fadados ao fracasso sim…por mais que qualquer namoro tb possa acabar, os “io-ios” estarão muito mais desgastados e sem respeito nenhum por inúmeras idas e voltas…
    Chega um ponto que nem eles mais se levam a sério.
    Acho triste.

  • Ana Júlia disse:

    concordo , namoros ‘iô iô’ completamente fadados ao fracasso .

  • Tweets that mention Namoros “iô-iô” | Diário de Casal -- Topsy.com disse:

    […] This post was mentioned on Twitter by Rafael R, Diego Fávero, Luana, Ana Paula Silva, Gabriele Feiten and others. Gabriele Feiten said: @diariodecasal: Namoros "iô-iô" http://bit.ly/c7bXtv […]

  • Juliana disse:

    Conheço um relacionamento assim…
    É ruim até de presenciar. Você vê que as pessoas estão só se desgastando com aquilo, faz até mal pra ela, mas ela continua insistindo.

    Eu espero que o meu namoro seja eterno enquanto dure, mas se for pra acabar, que não fique no vai-e-volta
    É muito pior

  • Amoris disse:

    Nossa, esse post caiu como uma luva sobre um amigo meu (amigo mesmo, tá … mesmo porque eu sou mulher!). Acontece que ele tem 28 anos e a noiva, 27, eles namoram há simplesmente 13 anos!! Sabem quantas vezes eles voltaram e terminaram ao longo desse tempo todo? Ao redor de 6, 7 vezes!!!
    Uma vez, conversando com ele, lhe perguntei se ele não se sentia desgastado com tudo isso e ele me contou a história dos dois e eu fiquei chocada, acontece que eles começaram a namorar muito novos (ele com 15 e ela com 14). Ele me contou que ao longo desse período foi conhecendo mulheres interessantes e, por conta disso, ele terminava com ela cada vez que uma mulher lhe chamava muito a atenção e com quem ele via que poderia ter uma chance legal, até aí acho até “louvável” que ele lhe contasse a verdade ao invés de traí-la, mas quando por qualquer motivo tolo, desculpa mesmo, ele terminava com essa outra, ele voltava pra ela, ela até se fazia de difícil, mas acaba aceitando-o de volta meses depois, até que acontecia a mesma coisa, ou seja, era um ciclo interminável! Além disso, ele me contou que ambos são dominantes, um quer dominar o outro e por isso batem de frente, estão sempre em clima de tensão! Bom, em 2009, ele conheceu uma moça que REALMENTE o tocou e, com o passar do tempo, até planos pra o futuro ele começou a fazer com ela, até que um dia, do nada, ele decidiu terminar com essa moça (ela ficou amiga dos amigos dele, eu incluída)e nos contou que no término ela podia ver nos olhos e nos gestos que ele estava triste ao terminar e que tb se notava apaixonado por ela mesmo ele lhe dizendo que estava terminando com ela porque já não gostava mais dela. Inclusive nos contou a frase que ele usou para justificar o término: “nós não somos mais só amigos e não somos mais só coloridos, ficamos muito profundos!” Quando ela nos contou, ficamos todos chocados e sem entender! Bom, uns dois meses depois soubemos que ele havia voltado pra a eterna namorada, e ao longo desse período, a outra moça vira e mexe vinha nos contar das bandeiras homéricas que ele ainda dava, que só faltava ele mostrar uma plaquinha com os dizeres: “ainda estou apaixonado”. Enfim, ele com a eterna namorada voltaram em abril de 2010 e terminaram em julho do mesmo ano e em outubro ele voltou a se aproximar da outra moça, mas em meados de dezembro voltou com a eterna namorada e, para surpresa de todos nós, decidiram se casar! Bom, nesse dia em que conversei com ele, lhe perguntei se, pelo menos agora eles estavam bem e ele me respondeu que mais ou menos, que as coisas poderiam estar melhores, mas tb poderiam estar piores e que, pelo menos, naquele final de semana, não haviam brigado! Esse casamento tem chance? Detalhe: ele vira e mexe fala da outra moça e dá a nítida impressão de que, se já não está apaixonado, ela em algum nível, ainda mexe com ele!! O que faço pra ajudar esse meu amigo! Agradeço a ajuda desde já!!!

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>