Home » Coisas dela, Histórias

“Não vou me adaptar”

29 novembro 2011 1 Comentário       Postado por Ele / Ela

Por: Michele da Silva

Dói pensar em como tudo terminou.

Quem mais me amou, num belo dia olhou no fundo dos meus olhos e disse que deveria ser sincero comigo. Já não me amava como antes! Estava em duvida em ralação ao sentimento dele por mim.

Lendo isso, talvez você esteja pensando agora: “Puxa como deve estar sendo duro pra ela.” Mas o pior é que não. O pior é que saber que ele não me ama mais não é o que mais dói. O pior é que tudo isso só aconteceu por minha causa. Eu, e ninguém mais, sou a única responsável por estar passando por isso agora.

Eu o conheci na escola, na verdade só notei que ele estudava lá depois que terminei um namoro bastante conturbado com um amigo dele. Um dia ele disse pra uma amiga em comum que queria muito falar comigo, ela deu o recado, eu fui saber o que era. Conversa vai, conversa vem… De repente ele olha pra mim, tira um papel do bolso. Ele abre. Eu leio: “EU TE AMO”. “Han? Como assim?” – pensei. Fiquei vermelha a vontade que eu tinha era de enfiar a cabeça num buraco. Dei apenas um sorriso meio sem graça e disse : “Putz… eu realmente não esperava por isso.

Eu te amo no papel

Passado um tempo, a gente ficou… Não rolou, eu ainda tava na do meu ex.

Ele tocou em frente. Começou um namoro. E eu sofri, não sabia porque, mas sofri, calada porém. E mais uma vez ele me surpreendeu, terminou o namoro, veio falar comigo e a gente começou a namorar. Tudo muito rápido!

Meu Deus, era como um sonho tudo aquilo pra mim. Eu nunca podia me imaginar namorando com uma pessoa como ele. Tudo que eu sempre sonhei, me fazia tão bem. Pena que essa sensação acabou com o passar dos tempos, com a rotina a gente foi se afastando. Ele saiu da escola, a gente quase não se via. Conheci pessoas novas, que me fascinavam. (Fascínio. Não passava disso.)

Então eu vi que não valia mais a pena continuar. Tava muito chato…

Terminamos. Passamos uns 6 meses afastados. Eu vivi outros casos, ele também. E de repente, de novo com a distancia, me vi sofrendo por ele. Queria voltar, agora mais que tudo.

Mas ele já não me ama. Acho que cansou desse joguinho de vai e volta. Em seu lugar acho que também teria cansado.

Hoje eu penso na incerteza que pode ser minha vida sem ele. Pensar que talvez eu não encontre mais alguém que goste, cuide de mim tanto quanto. E o pior é ver as pessoas me dizendo que a culpa é minha. Eu sei que é, mas não precisa me lembrar disso a cada segundo. Eu já me culpo demais por isso, pra quê penitência maior ?

Ele me disse que me proucuraria, caso se arrependesse e a saudade batesse. Mas eu não quero. Não quero viver de ilusões e passar a vida inteira esperando.

Por hoje eu só vou deixar passar a tempestade.

Quer dividir a sua história com o mundo? Saiba como participar e não deixe para depois!

Related Posts with Thumbnails
1 Comentário      Postado por Ele / Ela
­
­

1 Comentário »

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>