Home » Coisas dele

O amor acaba, fica a escolha de ficar junto. Concorda?

22 dezembro 2010 10 Comentários       Postado por Rafael R

Calma. Antes de mais nada, leia todo o post. No final, você entenderá uma opinião divergente e poderá, enfim, dar a sua. Essa idéia veio de uma conversa com uma amiga, que afirmou acreditar que o amor, a paixão, tudo isso passa… e depois de um tempo, fica a escolha de permanecer do lado. E quem pode dizer que ela está errada?

Nada pode ser melhor do que um primeiro beijo. Aquele, que vem nos trazer o prazer da descoberta, aquele cheio de empolgação, frios na barriga. Assim como pouquíssimas coisas podem ser melhor que a primeira vez com aquela pessoa especial. É justo dizer que nem sempre é tão bom, mas depois de algumas vezes quando os dois conseguem adequar o ritmo, a coisa realmente fica boa. Estar juntos, nesse momento, é uma vontade maior do que você. E isso permanece assim por um tempo…

Até que um dia, você percebe que toda aquela empolgação do novo, da descoberta, passa. E a rotina acaba por tomar conta do relacionamento. Viver hoje em dia é estressante, estamos o tempo todo sendo cobrados, correndo pra resolver tudo, as vezes não sobra tempo pra fazer aquilo que mais queremos. E coisas pequenas, de repente, podem abalar mais do que o normal. É essa nossa vida louca que nos transforma em pessoas que não medem direito alguns atos e nos fazem não pensar bem nas consequências deles. Mas você, que tem sentimentos pela pessoa, continua ali, do lado dela.

É hora de pensar: é por amor que você continua ali? É por escolha? Você quer estar ali ou não consegue sair dali? E são perguntas que não dependem do ser ou não ser melhor pra você ou pra alguém. Já parou pra pensar nisso, alguma vez?

Casal de velhinhos
Eu escolho ficar com você até o fim… ou meu coração que te escolheu?

Pra ser justo, preciso dizer que eu acredito que a escolha passa obrigatoriamente pelo sentimento. Você não escolhe ficar do lado de alguém que não goste, mesmo que seja extremamente complicado sair daquela situação naquele momento. Quando o amor acaba, você não continua do lado de alguém. Isso se tornaria uma obrigação, e eu não concordo que obrigação seja um motivo justo pra você ficar. Mas minha amiga afirma que a coisa funciona na base da escolha. Usando as palavras dela, “Depois que a paixão acaba, você procura outras qualidades. O humor, a inteligência, depois começa a ver um bom pai, uma pessoa esforçada. Quando não conseguimos mais achar nada, é o fim”.

Pra você, o que acontece depois de um tempo? O amor acaba mesmo? Você ESCOLHE continuar? A palavra é de vocês, podem dar pedradas a vontade.

Agradecimentos especiais a GarotaPoker, que ficou filosofando comigo sobre isso durante horas no MSN. Fica de pé a oferta de tomar cerveja e continuar essa e outras conversas assim que possível. E pra quem quiser conhecer melhor, acesse o blog Garota Poker.

Related Posts with Thumbnails
10 Comentários      Postado por Rafael R
­
­

10 Comentários »

  • Natália disse:

    Olá, achei bem interessante o post e concordo em partes com ele, claro que para um relacionamento mais longo a rotina seja inevitável, mas quando ocorre essa “escolha” por parte da pessoa, não acho que o amor tenha mesmo acabado e que ela passe a ficar junto apenas por admirar e ver qualidades no outro, acho apenas que (como posso dizer???rsrs) “mude o modo do amor”, quando li o post pensei: (minha interpretação tá…) se fosse assim, o que sentimos por nossa família (mãe, pai, irmãos) não seria amor então??? porque qual a empolgação nisso??? rsrs.
    Não sei, mas acredito que você acabe encontrando qualidades a mais na pessoa justamente porque você a ama e a vê com “bons olhos”, caso contrário, acabando-se a tal da paixão,não existiria mais relacionamento.
    Então… acredito sim que realmente seja feita uma “escolha”, porém essa escolha é feita com base no amor que sentimos.

    Gostaria de sugerir um tema para que vocês se pudessem postar algo: como conciliar as famílias do casal, sendo famílias muito diferentes uma da outra.

    Bjosss

  • Mayara disse:

    Olha, esse é um assunto sobre o qual eu já pensei muito, mas não tenho, de verdade, opinião formada.
    Mas, será que o amor – o ficar junto – o amor de novo – o continuar junto – o amor não é apenas um ciclo interminável?
    Além do mais, como eu já disse aqui antes (ou será que não disse? enfim), na minha modesta opinião, o amor não é UM sentimento isolado, mas um misto de sentimentos, que passa, entre inúmeros outros, pelo respeito, pela admiração, gratidão, e mil etcéteras. Até porque o amor, por si só, não basta.
    Porém, essa é uma boa reflexão a se fazer: o que nos leva a ficar a vida toda do lado de alguém?
    Excelente post…

  • Bobry disse:

    Oi!!
    Também escrevo sobre o tema, mas sou um pouquinho menos romântica e mais malvada. kkkkk. Abraços, quando quiser dá uma passadinha lá em casa pro um café. Bjs
    http://porquecontinuamoscasadas.blogspot.com/

  • lidiamanoel disse:

    Eu concordo discordando.Dá pra entender???Explico!
    Acredito que se vc chega no ponto de duvidar do amor que sente,é pq ele nunca existiu…
    Mas,acredito sim que em determinadas fases do relacionamento vc se questione se é isso o que quer realmente,considere os prós e contras(tá aí o ex. de pessoas que dizem se amar,mas que acreditam não ser possível continuarem o caminho juntas por N motivos,entre eles:’incompatibilidade de gênios’,diferença de culturas,horários,religião etc…)
    Por isso acredito que o amor se modifique,se adapte à ‘necessidade’ e ‘conveniência’ de cada casal;daí ser tão importante junto do amor estarem outros sentimentos;amizade,adimiração,compreenção,cumplicidade,e principalmente,na minha opinião a capacidade de rirem juntos(no meu casamento é um bom termômetro!).
    É preciso mesmo cultivar todos os sentimentos juntos,pra que os dois tenham o “estepe” qdo algum deles está em baixa…E principalmente a disposição de começar tudo de novo sempre.
    Mas que as borboletas do início voam , é fato.
    O grande desafio é:caça-las todos os dias!!!!!
    ;)

  • @diegofavero disse:

    O amor não acaba! O amor tem ciclos e quando vc diz que ele “acaba” é apenas um ciclo novo que se começa: o companherismo! É quando vc decide que quer ficar com a pessoa pra sempre, que só o fato dela estar ali do seu lado, vc se sente bem. Não precisa dar mais beijos e mais beijos, ficar se agarrando toda hora. O companheirismo é o ponto máximo do amor, pra mim.

  • Link’s de Quinta #23 | Denker disse:

    […] Amor acabou. Continuar ou não? […]

  • Nina disse:

    Não concordo em nada, porque amor, pra mim, não é uma coisa só e pronto. Amor pra mim é o somatório de muitas outras coisas e muitos outros sentimentos. E pra cada pessoa isso se mostra de uma forma. Você ama alguém pelas qualidades que vê nela, pela história que tem juntos, pela maneira como a pessoa é, enfim. Quando essas características (vamos dizer assim) que a pessoa têm vão deixando de existir, o amor, aos poucos, vai junto com elas.
    Pra mim não existe isso de, o amor acaba mas ainda tem outras coisas… Se a pessoa perder todas as qualidades, menos uma, então vc vai ama-lo por essa UMA característica. E quando não houver mais nada nele PRA AMAR, aí sim, não resta nada.

  • Gabi disse:

    Bom, no inicio do ano de 2011 eu passei por esse dilema.
    Em um belo dia olhei pro meu namorado e pensei ,NÃO GOSTO MAIS DELE.
    Fiquei super mal por uns 2 mêses , só sabia chorar e ficar triste, pensando que o meu amor tinha acabado por ele.
    Comeicei a ir no psicologo e a desabafar.
    Com o passar do tempo , percebi que ainda o amava muito porém
    oq tinha acontecido cmg era que aquela PAIXÃO AQUELE AMOOR ENOOORME QUE NÃO CABIA NO PEITO , havia se acalmado, o namoro acobou entrando na rotina e estou fazendo de tudo para tira-lo dela, percebi que ainda o amo e o quero sempre do meu lado.

  • BISMARCK disse:

    é um tema e tanto…mas eu acho ke aquela paixao inicial (encanto) que deixa voce parecendo que tem borboletas no estomago nem sempre da em algo duradouro, pois veio de carencia afetiva. As vezes voce gosta da companhia de alguem, da quimica entre os dois e decide por escolha propria ficar com aquela pessoa e depois de um tempo surge o amor. Seria algo mais consciente, maduro.

  • Claudio disse:

    Na verdade, poderiamos dizer “amor”.
    as vezes esquecemos que amor não é simplesmente prazer,
    afeto, carinho, gozo, paixão etc…

    Estou passando por uma delicada separação onde minha esposa quer e eu não, mas estou de pouco em pouco aceitando a situação. Não sei se sou quadrado ou velho de mais, tenho 31 anos com uma visão diferente do amor.

    Tenho para mim que o amor é mais do que uma poesia de (camões) pois tive uma grande esperiencia no meu proprio lar.

    Minha adoravel mãe amou tanto o meu pai e seus filhos que viveu uma vida triste em muitos momento de sua vida. No começo ela não podia ter filho, e toda vezes que se engravidava perdia. enfim adotou uma minina, linda mas muito semelhante com todos os 6 imão (criança que nasceu depois que minha mãe fez a adoção). A vida dela ao lado do meu pai nunca foi um mar de rosas, não saia, não tinha abraço e muito menos afagos. Quando estava com 25 anos estava com o casamento marcado para 10/02/2007, fique sabendo que minha querida mãe estava com cancer na faze terminal, a tristeza foi grande e a revolta foi muita. Bom, quando entrei na igreja minha mãe estava no hospital fazendo uma oração no momento da minha entrada pois ela sabia o horario que eu ia me casa. Lembro como hoje depois do casamento minha esposa foi passar uma noite com ela no hospital. E no dia 14/02/2007 ela faleceu.

    Po que contei esta historia resumida para falar de uma pessoa que entendeu realmente o que significa a palavra amor.

    Depois de alguns meses recebendo minha irmã mais velha em casa tranzendo uma noticia assustadora e ao mesmo tempo linda. ela disse assim: _ Sabia que eu sou filha do Pai? é… nossa mãe foi ajudar a irmã dela que estava passando por um momento dificil, olha o que acontece: Esta mulher (irmã de minha mãe) veio morar em casa e traiu minha mãe com meu pai e ficou gravida de mim. Minha mãe vendo que não tinha filhos me adotou e me amou mas que tudo na vida.

    “Não sei o que ela pensou neste momento, mais o ato dela para mim e todos que só ficou sabendo depois da morte dela, foi ato de verdadeiro amor”.

    amar – não é só olhar um rostinho bonito e dizer te amo.

    Amor de verdade não se esquece, apenas podemos viver se apresença dele ao seu lado.

    amar – é doar sua vida sem esperar nada em troca.

    Hoje posso dizer que minha esposa tem 1000 motivos para querer uma separação. mas fico feliz por saber que na minhas fraquezas nunca a troquei por outra pessoa, compri o meu dilema de não ser o que meu pai foi. Mas mesmo assim vou sentir saudade, que pena que o amor dela acabou, pois estava disposto a morrer com ela com amor ou sem amor, pois tudo na vida pode passar mas o amor verdadeiro nunca passará.

    AMOR ETERNO

    Ora posso enfim repousar,
    O meu coração tão singelo;
    Que parelha com um grande alarido,
    Embora sua singeleza e moral fosse constante.

    Meu coração que para tu é correia,
    Para os outros é quão pseudo,
    Para mim tem uma imensa virtude.
    Para entendê-lo, precisa primeiro falar meu idioma;

    Para amá-lo, é preciso ser original;
    Para tê-lo, tem que ser verdadeiro.
    Não basta ser rico em pronúncia,
    Tem que ser grande em sentimento.

    Pode ser escrito no papel amassado,
    Ou pode ser lido em papel de seda.
    Pode ser imortalizado em belos poemas,
    Mas tem que ser vivido por uma vida inteira.

    Claudio Oliveira

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>