Home » Relacionamento

O casamento agora em segundo plano?

26 abril 2010 11 Comentários       Postado por Rafael R

Flor sem saturação Exite amor eterno sem casamento? Essa pergunta surgiu numa conversa informal. Aquela história de “quando eu acordo, eu tenho vergonha de minha aparência” e outras coisas ligadas a isso eram discutidas e eu fiquei me perguntando até onde isso iria, já que um dia as pessoas encontram seu par, casam-se e são felizes pra sempre, fazendo com que a pessoa amada te veja diariamente acordando pela manhã com o “pior” de sua boa forma em evidência.

Evidente que em se tratando de uma mulher falando isso, a gente pode perceber o tom exagerado, mas isso levou a outra questão, já que ouvi um “não pretendo me casar” e lembrei do crescente número de pessoas que também não sentem mais essa vontade. Sabemos que o casamento, como ocorria antigamente, já não existe mais. O mundo mudou, as pessoas mudaram, as condições mudaram, os problemas mudaram. E mesmo com tudo isso em mente, hoje em dia é raro encontrar alguém que tenha em mente ainda casar-se um dia, com igreja e festa bancada pelos pais da noiva. De repente, o modelo do casamento vem atraindo menos pessoas com o passar do tempo. Porém, de outro lado, sabemos que o amor e aquela pseudo-vontade de passar o resto dos seus dias ao lado de alguém que te completa como ninguém mais no mundo faz ainda habita algumas mentes e corações apaixonados. O paradoxo é grande. Se por um lado o casamento é algo que assusta as pessoas, por outro sabemos que não queremos envelhecer sozinhos.

E essa discussão tem tantos argumentos pra um lado e para o outro que acho que já fica difícil numerá-los e definir o que é melhor, ainda mais porque o que é melhor pra mim nem sempre vai ser melhor pra você. Vamos nos prender em alguns aspectos aqui e ver se conseguimos decidir o que é melhor? Conto com vocês.

Sexo

Assunto amplamente discutido num dos posts anteriores, o sexo pode dar uma esfriada depois do casamento. Ou até antes dele, dependendo da rotina do casal. O lance aqui é que não da pra prever o que pode acontecer na sua futura cama, e isso provavelmente não pode ser o motivo de você querer se esquivar disso.  Se o sexo é realmente tão importante na sua vida que você sequer pode cogitar a idéia da falta dele, seu parceiro / sua parceira deve saber disso. E se sabe, você provavelmente terá liberdade para sugerir soluções para eventuais problemas futuros. Afinal de contas, quem foi que disse que só o sexo convencional e certinho é o recomendado pra quem ta casado?

Rotina

Acordar, ir pro trabalho, almoçar, terminar o expediente, voltar pra casa, jantar, dormir. Se você não gosta dessa idéia HOJE, que ainda ta em casa morando com os pais ou sozinho em algum canto, imagina depois que seu bem estar dentro de um relacionamento depender disso? Pra quem mora nas grandes cidades, oportunidades e opções realmente não faltam. Você terá o que fazer todos os dias, a qualquer horário do dia, bastando apenas ter um pouco de disposição. As vezes, concordo, é meio foda tentar fazer tudo acompanhado, e nessas horas você pode realmente arrumar alguma coisa pra fazer sozinho. Mas tenha em mente o seguinte: você está naquela condição porque quer, então não custa nada tentar dar um up nessa rotina e incluir programas variados, até pra distrair a mente um pouco dos problemas. Vive numa rotina chata quem se conforta com ela.

Problemas

Acredite, eles não vão sumir de uma hora pra outra se você não fizer nada. Isso sejam problemas seus, problemas com seu relacionamento, problemas com seu chefe, com o entregador de jornais. TODO MUNDO TEM PROBLEMAS NA VIDA. Uns tem uns mais difícieis de lidar, outros mais fáceis. Seu problema, de qualquer forma, nunca vai ser o pior problema do mundo. E sempre ouvi da minha avó, sábia, que um problema se resolve indo pra cima dele com garra. Ok, nem foi minha avó que disse isso, mas tome nota: Com garra a gente resolve qualquer coisa. Se faltar garra em um de vocês dois, tenha pelos dois.

Conversas

Seja morando junto, na condição de casado, ou seja morando a 900km de distância, uma coisa que sempre irá ajudar é conversar. Nada pode ser melhor num relacionamento do que conseguir entender o que o outro quer, quais são seus sonhos, quais são seus desejos, o que lhe dá medo, o que lhe faz bem. E por mais que as pessoas insistam, nada na vida vai ser melhor que uma conversa aberta e sincera sobre qualquer assunto.

– – –

E amigos homens, a dica que vai definitivamente mudar seu relacionamento: Falem. Sempre. Tudo. Acho que uma das maiores dicas que posso dar aos amigos é conversar, perguntar, se interessar, participar, entender e compartilhar tudo o que puder com a pessoa que ta ao seu lado. Não queiram esperar até a hora que a relação não tiver mais jeito de ser retomada pra tentar mudar, porque ai com certeza vai ser tarde demais e você vai se arrepender por não ter feito tudo isso antes. Se você sabe pra onde estão indo, e se estão indo juntos pra lá, todo o resto é só um grande detalhe na vida de vocês.

No fundo, não da pra mudar o que as pessoas são. Então, se a pessoa que ta destinada a ficar com você prefere fazer isso de uma forma menos convencional, talvez seja melhor começar a pensar em duas coisas: se adaptar a isso e curtir dessa forma ou deixar isso de lado de uma vez. E isso, amigos, só vocês poderão decidir.

Related Posts with Thumbnails
11 Comentários      Postado por Rafael R
­
­

11 Comentários »

  • Ana Júlia disse:

    Eu fazia parte dos que não tinha pretensões de se casar . Mudei de idéia , quando encontrei meu atual namorado , e isso faz parte dos nossos planos futuros . Quero sim morar com ele , que ele seja meu parceiro , e que quando eu entrar pela porta de casa eu possa encontrar alguém que trás um pouco mais de paz pra rotina louca do dia a dia . =)

  • Diego Fávero disse:

    eu moro junto, ainda não casei, somos muito felizes…. casamento faz parte da TRADIÇÃO das pessoas .. e se vc quiser seguir a tradição (eu acho bem legal), será bacana. O que muda de um namoro que mora junto ra um casamento???? A ALIANÇA NA MÃO ESQUERDA!! =)

  • Ise disse:

    Meu namorado costuma dizer que se sente casado e nada importa mais do que isso. Diz que a questão legal é importante e que deveríamos ir ao cartório ontem e casar e oficializar nosso estado de espírito.

    Eu discordo e acho que sentir-se assim é só o começo.

    Ponto primeiro: a maneira como as pessoas veem o casamento é 100% pessoal e eu imagino que daí mostrem suas caras todas as experiências que vemos/temos de uma vida a dois – desde os nossos pais, passando pelos namoros de adolescência e chegando às botas dos vários amores de nossas vidas.

    Por exemplo, meu racional concorda com o meu namorido quando ele diz que não precisa de nenhum padre ou de nenhum papel para dizer que somos um do outro, para sempre. Mas meu emocional não. Eu acredito no casamento como um rito de passagem que marca a maior mudança que alguém pode ESCOLHER ter em sua vida.

    Sim, porque é uma escolha. E provavelmente a mais pessoal. Rafael fala – e com muita propriedade – de que ESCOLHER casar/morar junto (nesse momento não vou ainda fazer distinção) é ESCOLHER dividir o que você tem de mais seu: a intimidade. ESCOLHER dividir o mesmo teto é aceitar que um dia você provavelmente tenha que ouvir barulhos estranhos no banheiro – ou fazê-los sabendo que seu amor está ouvindo. É criar técnicas para dar o beijo de bom dia sem sentir bafo – ou sem fazer com que seu amor sinta seu bafo matinal . É escolher aceitar comprar absorvente íntimo para ela, ou pedir para que ele compre já que vai sair. É passar mal na frente dele/a. Escovar os dentes…aquele bocão aberto e a pasta misturando com saliva. É ter de falar de imposto de renda, fazer contas, receber parentes dele/a na sua casa.

    É ESCOLHER acabar com o glamour do relacionamento. O glamour típico de novela das 8, onde as mulheres acordam lindas e maquiadas, relaçoes sexuais são sequinhas e limpas e ninguém…NINGUÉM tem bafo ou dor de barriga.

    O rito: seus pais e irmãos estão acostumados às suas manias desde sempre – e são obrigados a gostar de você apesar delas. Sua mãe não se importa se você chegpu cansado da festa e nem tomou banho(ou dormiu de maquiagem e acordou um verdadeiro panda!).

    E é aí que eu acho que entra o casamento. É o rito que faz com que a ficha caia de que tudo vai mudar. E por isso eu, PARTICULARMENTE, acho que morar junto antes de casar ou só morar junto faz com que as coisas percam um pouco a graça. Além do mais, eu acho que jurar na frente de várias testemunhas (e de Deus, para os que acreditam), além da escolha de operar a maior mudança da sua vida, merece comemoração. MERECE FESTA!

    E não acho que essa festa, como diz o Rafa, deva ser paga pelos pais. Acho muito mais romântico que os namorados/noivos/casal paguem juntos por ela, tendo a oportunidade de começar de fato, a vida juntos… E não é mole…custa muito, leva tempo e serve de treino para a administração do resto da vida…

    Acho que para acreditarmos que uma relação está levando a algum lugar, planos futuros são essenciais. E acho que o casamento/morar junto (dependendo do gosto do freguês) tende a ser a evolução natural da coisa. Como disse o Rafa, reinventar o relacionamento todo dia é essencial…mas isso já precisa acontecer durante o namoro.

    E claro que problemas todos temos. Mas enfrentá-los acompanhado é bem melhor, não? ;-)

  • Andrey disse:

    Eu tenho sonhos de casar, na igreja, com arroz voando sobre minha cabeça e pétalas de rosa espalhadas pelo chão! E morro de vontade de casar de branco! Oo
    Afinal, quem falou que a noiva é a única estrela da festa?

    Rafael parece visivelmente a favor do não-casamento ou foi só impressão minha? Mas, ele deu um dos argumentos plausíveis para os simpatizantes, que é o de não querer envelhecer só.

    E a lei também dispõe sobre a união estável, para aqueles que acreditam que não casar facilita uma eventual separação.

  • Ise disse:

    Na maioria das igrejas não pode mais jogar arroz! hahahahahahahaha

    Eu não deixo meu namorado casar de branco. Ele vai ficar com cara de pai-de-santo…(que ele não leia….)

  • Andrey disse:

    kkkkkkkk
    Uai, pq não pode jogar arroz? Tem a ver com a parada de desperdício? Na prática, eu concordo… mas… poxa… uma vez na vida!?

    Conclui-se que eu tb ficaria com cara de pai-de-santo casando de branco, né!?

  • Ise disse:

    [saia justa mode on] Er…então….tipo assim…opinião superpessoal…sua noiva pode achar sexy…mas…er…hum….eu não gosto….[saia justa mode off]

  • Links de quinta | Porque o legal é se divertir com a galera! | A Galera da Zuera disse:

    […] O casamento agora em segundo plano? […]

  • Links da semana (85) « Vitrinando disse:

    […] Texto: O casamento agora em segundo plano? […]

  • Cintia Costa disse:

    Eu sou uma pessoa super suspeita pra falar, sou a maior entusiasta do casamento, mas acho que seu post tem alguns medos-mitos que a gente tem quando é solteiro e que descobre depois de casar que não é por aí.

    Destaco um trecho: “Acordar, ir pro trabalho, almoçar, terminar o expediente, voltar pra casa, jantar, dormir. Se você não gosta dessa idéia HOJE, que ainda ta em casa morando com os pais ou sozinho em algum canto, imagina depois que seu bem estar dentro de um relacionamento depender disso”.

    Pra mim, é diferente. Eu penso que se essa rotina é chata quando moramos com os pais ou sozinhos, melhor quando você mora com a pessoa que você ama. Pelo menos, no fim de um dia chato, você vai estar com a pessoa que ama, em vez de ficar horas desabafando pelo telefone e sonhando com o fim de semana quando vocês vão passar algumas horas juntos. No fim do dia, você vai dormir abraçadinho, sabe?

    Enfim, é uma visão minha, de recém-casada apaixonada de 1 ano :)

    Beijos!

  • Vale o clique - universitario | Quarto Universitário disse:

    […] o casamento está em segundo plano […]

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>