Home » Coisas dela

O Clube da Luluzinha – Mulheres e sua individualidade

30 setembro 2010 8 Comentários       Postado por Mayara Godoy

Muito já foi abordada no DdC a questão da individualidade. É importante que, mesmo quando se está em um relacionamento, exista o espaço individual. Afinal, cada um de nós é um ser humano diferente, com suas diversas necessidades, que nem sempre podem ser supridas pelo nosso parceiro, por maior que seja o amor e a cumplicidade entre o casal.


Clube da Luluzinha: oportunidade para conversar sem pudor

É dessa necessidade que surgem, por exemplo, os momentos a sós com os amigos ou amigas. Vou me restringir, aqui, a falar do que entendo. No caso, do Clube da Luluzinha.

Acredito que nenhuma mulher ousará discordar de mim quando digo que reunir-se com as amigas — e somente com as amigas — é algo extremamente necessário de vez em quando. Ocorre que as reuniõezinhas apenas entre mulheres são divertidíssimas, sejam elas em casa, no shopping ou no boteco mesmo (tudo depende do seu perfil, é claro). Por isso, por mais que você ame seu namorado/marido, de vez em quando vem aquele desejo de fazer um programa em que ele não se inclui, ou no qual ele se sentiria desconfortável (e você também).

Fofocar, por exemplo. Ou assistir a um bom filme de comédia romântica (que eles não suportam).

Também é uma ótima oportunidade para conversar sobre esmaltes, sapatos, a nova coleção primavera-verão, ou, até mesmo, comentar sobre aqueles deuses gregos que fazem bem aos olhos — Brad Pitt, por exemplo. É claro que seu namorado/noivo/marido/peguete não estará interessado nesse papo de comadres. E aí, você tem que conversar com quem compartilha dessa necessidade simplesmente de falar sobre porcaria nenhuma.

O bom mesmo é poder conversar sem pudor, falar besteira, dar risada, contar coisas que só suas melhores amigas querem saber… Enfim, acho extremamente prejudicial a pessoa não dispor de momentos como estes, seja solteira, casada, enrolada, ou qualquer outro tipo de “status” amoroso em que a pessoa se encontre.

Portanto, o Clube da Luluzinha não deve ser encarado como um inimigo dos namorados. Pelo contrário, não há nada como ter um momento a sós com as amigas, dar muitas gargalhadas, compartilhar as angústias, escrachar os problemas, e sentir-se renovada para voltar à rotina, cheia de amor para dar!

Related Posts with Thumbnails
8 Comentários      Postado por Mayara Godoy
­
­

8 Comentários »

  • Marina Laterza disse:

    Mayara está certíssima!! É ótimo, porque cada um tem que ter sua individualidade dentro de um relacionamento. Clubes do Bolinha são perfeitamente aceitos tamém! :)
    E para os (as) mais ciumentos (as), pra mim é muito simples: CONFIANÇA!!
    Adorei o post!
    :)

  • Núbia Souza disse:

    ótimo seu texto, nunca devemos esquecer a nossa individualidade quando começamos a namorar, e não é porque começamos a namorar que não precisamos mais encontrar com as amigas, afinal namoro é ótimo mas não vivemos só de namoro, precisamos de amigas de estar com o as amigas, e muitas vezes vai ser necessário sair só com elas, afinal tem conversas que só o “clube da luluzinha” entende.
    =D

  • Diego Fávero disse:

    concordo!! esse momento de vcs e da gente, com amigos, não pode deixar de existir nunca!!! Não podemos nos fechar par ao mundo e viver somente os dois.. Tudo tem seu tempo. beijos

  • Mulheres e sua individualidade « Plena Mulher disse:

    […] Portanto, o Clube da Luluzinha não deve ser encarado como um inimigo dos namorados. Pelo contrário, não há nada como ter um momento a sós com as amigas, dar muitas gargalhadas, compartilhar as angústias, escrachar os problemas, e sentir-se renovada para voltar à rotina, cheia de amor para dar! Texto: Mayara Godoy Blog Diário de Casal […]

  • Individualidade: Deixe o homem ser um homem | Diário de Casal disse:

    […] Não me considero um machista, mas acho que algumas coisas não precisam mudar, por exemplo, homens às vezes precisam passar um tempo sozinho ou com os amigos, tanto quanto as mulheres precisam do Clube da Luluzinha. […]

  • @natacha_o disse:

    Eu não namoro mais, mas quando namorava, eu e minhas amigas fazíamos um Girls’ Night por semana ou a cada 15 dias. Mas não era pra ficar falando de esmalte e fofurices, era pra beber, fumar, ouvir música e, é claro, falar o máximo de besteira que pudéssemos. É terapêutico isso pra um namoro.

    Um namoro sem espaço para ambos os lados não é saudável e está fadado à morte por asfixia. :)

  • Thays Machado disse:

    Adorei…. Eu e minhas amigas ja montamos o clube da luluzinha, que por sinal tá rendendo muito…

  • Ana Lucia Laurindo disse:

    Olá, mulherada de Varginha e região tô passando pra convidar vocêis para o segundo encontro do CLUBE DA LULUZINHA nessa quinta -feira a partir das 20:30 no Gieggio Espaguete na Avenida Rio Branco…
    Todas estão convidadas !!
    Para mais informaçôes entre em contato com Ana Lucia Laurindo ou Lidy Fidelis…
    Cel: 35- 8815-6345 . 9915-0269 ou 91535770.

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>