Home » Amor, Coisas dela

O famoso namorado casual (futebol) gamer

18 outubro 2012 5 Comentários       Postado por Tyta

Como lidar com o namorado que só pensa em futebol na vida real e no console?

Diagnóstico: casual gamer que bate no peito: “Manjo muito mais que você!!!”

Como, né? Se ele só joga futebol?! Chama você de nerd monga viciada só por causa daquele seu RPG preferido, ou de mano sanguinário só porque você curte um God of War.

Eu não suporto Fifas, PES e derivados. E não porque eu não sei jogar, é porque eu realmente não vejo graça nenhuma. Mas eu respeito o gosto, vai. Não tem problema. Se ele tem que suportar minhas horas de quests sem fim, eu vou superar uma partida com a narração do Tiago Leifert.

O único problema é detonar o seu domingo porque tem jogo (tipo, todo domingo da vida)! WTF?! Todo domingo é organizado pra ele não perder aquela partida do Brasileirão ou qualquer campeonato dos milhares que existem no Brasil. Até pra meninas não gamer é difícil!

Sabe o que é pior? Perder aquela mega feira de Games, que só rola UMA vez por ano na sua cidade, onde todos os lançamentos sensacionais estão rolando e você pode testar tudo em primeira mão. Eu só penso em pegar uma corda e… amarrar no pescoço dele. :P

Mas um relacionamento é baseado em adaptações, né? Tem que ter muita paciência. Ou ir pelo lado mais fácil e óbvio: escolha o seu namorado direito. E se você me disser que o coração não escolhe, mimimi, abraça o jogo de futebol, compra um PSvita e curte aquela uma hora do seu domingo jogando do lado dele. :)

*Bom, já deu pra perceber que eu gosto bastante de games e derivados. E isso reflete muito na minha vida. Espero que meus textos ajudem vocês de alguma forma e a ter ideias legais pra poder manter um relacionamento equilibrado. Vivo experiências constantes dentro desse mundo e estarei aqui pra dividir sempre com vocês. Sou a Patricia, mais conhecida como Tyta. Prazer ;)

Related Posts with Thumbnails
5 Comentários      Postado por Tyta
­
­

5 Comentários »

  • Camila Thays Liporoni disse:

    Tive um namorado viciado em Winning Eleven. Ele até disputou em um campeonato da 89 FM, que jogavam dentro de um cinema e entre 30 pessoas, ganhou em segundo lugar. Eu não sei se eu que não soube lidar ou se o vício dele era maior do que a vida. Sei que não suportava mais aquele maldito jogo na minha tela, a sensação de pessoas gritando no estádio dentro do meu quarto e fui me cansando… o sentimento acabou junto com a minha paciência… game over pra ele! rsrs

  • Tyta Montrase disse:

    hahahah coitado Camis…
    É o que eu falei, se isso faz parte da vida do cara, ou da mina.. o melhor é se adaptar. Enquanto ele ta la freak no game de futebol, você tem que aproveitar esse momento pra fazer algo pra vc.. Quem sabe cuidar de vc, ler um bom livro, um filminho no note usando fones. Ser parceira é a chave pra um relacionamento de dois perfis diferentes darem certo. A parte dele vai acabar vindo inconsciente. E se não vir… ai vc manda um game over mesmo numa tela de fundo bem preto rs.

  • Camila Thays Liporoni disse:

    Menina, eu bem que fazia tudo isso, e no começo achava bacana até cada um ter um espaço. Mas o tempo foi passando e eu acostumei a não ficar mais com ele porque ele só vivia no raio do jogo! Eu queria jogar com ele o Resident Evil, Mortal Kombat, até Sonic se ele deixasse, mas não… o que predominava era o Futebol… eu era completamente trocada pelo vídeo game… ah! Cansei… se ele soubesse equilibrar, mas eu já era segundo plano. Mas o mais irritante era a "torcida" que parecia que estava dentro do quarto! Todo dia a noite eu me sentia dentro do Maracanã! hsuahsuahsua… hoje em dia é hilário contar! Mas obrigada pelos conselhos Tyta, vai que meu atual resolve dar uma jogadinha no futebol? Já sei como agir… Bjo!

  • Fernando De Sá disse:

    Acho que 4 horas por semana (2hs no meio da semana + 2hs no domingo) é muito pouco para virar um drama para as mulheres, afinal são poucas horas na semana que nos dedicamos a um jogo do seu time de futebol. Esta paixão é maior do que muita coisa e quando se é gamer tbm, ela se extende para o console…é mais do que natural. Não entendo pq as meninas gamers tem preconceito com jogos de futebol, sendo que são os jogos mais reais e que mais evoluem, já que todo ano tem uma nova versão! Vamos quebrar essa barreira?? Td mundo se diverte junto!
    Blog show de bola! BJOS!

  • Maria Isabel Amato disse:

    Concordo e informo que há mulheres que TAMBÉM não trocam essa hora por nada!

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>