Home » Relacionamento

O que mudou quando comecei a namorar

12 novembro 2009 17 Comentários       Postado por Rose Carreiro

Pra estrear no Diário de Casal, escolhi o dia de hoje pois é quando completo dois meses de namoro. Voltando ao time dos indisponíveis, aqui vai minha trajetória reiniciando a vida de namorada:

Fui uma “solteira master” por um bom tempo, e com isso acabei me acostumando a viver sozinha. Minha vida era um grandefoda-se faço o que bem entender”. Então depois de quase dois anos sem namorado, conheci o Rogers e acabamos nos apaixonando. Eu bem que tentei me desviar, mas foi inútil. E um dia depois de nos encontrarmos, acabei aceitando o pedido de namoro.

Acontece que eu moro em Petrópolis e ele em Londrina, logo, a gente fica longe a maior parte do tempo. Digo longe fisicamente, porque Internet, telefone e Correios estão aí pra ajudar. Mas além da distância, o Rogers veio a enfrentar um problema inesperado por ele: sua namorada era até então uma representantes das solteiras aparentemente bem resolvidas. Só que essa é uma questão que só eu poderia resolver, afinal, eu é que teria de deixar de lado todas aquelas convicções e assumir a condição de comprometida.

Uma das coisas mais difíceis foi aprender a dividir a vida novamente com alguém. Até porque, com a distância, eu acabo ficando mais sem o namorado do que com ele. Então, dei umas belas cabeçadas até reconhecer que agora eu tenho alguém a quem dar satisfações, que pode ser atingido por tudo o que eu faço. E coube a ele me mostrar que, se por um lado algumas regalias não existem mais, por outro, eu tenho carinho, atenção, sexo companheirismo e um monte de paparicos, nem sempre merecidamente, mas sempre recebidos. É, meu namorado é um amor.

Nunca fui uma baladeira, então, já perdeu o sentido sair sozinha. Troquei as noites de boteco por conversas pela madrugada no MSN. Se há quem diga que gasta-se mais quando se está namorando, como eu já não saio e encho a cara consumo etílicos variados todo fim de semana, eu acabo gastando menos. Mas como Londrina não é logo ali, parte da grana vai pra passagem. Então, ficou tudo parecido. Não tive problemas com os amigos – porque todos nós sabemos que quando alguém começa a namorar, logo se afasta um pouco – já que alguns moram longe e as poucas duas que estão por perto me encontram de vez em quando pra fofocar um café.

A família também relutou um monte tanto no começo, porque minha mamãe querida não quer que eu vá embora daqui. Mas agora ela já nem reclama mais, é só questão de tempo pra que todos se acostumem. No fim das contas, era mais medo meu de deixar a zona de conforto, sem cobranças, DRs, satisfações, mas também, sem ninguém. De bem resolvida eu não tinha nada, vivia bem comigo porque ninguém tinha revirado minha cabeça o suficiente pra tomar coragem e mudar.

Hoje, aqui estou eu, de aliança na mão direita, com aquele usual álbum de fotos no melhor estilo “casais românticos capa do caderno Tilibra” decorando meu perfil no Orkut, fazendo planos que não são mais só meus e deixando fluir todos aqueles sonhos que eu já achei serem coisas de uma simples mulherzinha. Porque todo dia tem alguém pra me mostrar que eles são muito mais que isso.

Related Posts with Thumbnails
17 Comentários      Postado por Rose Carreiro
­
­

17 Comentários »

  • Esdras Jr. disse:

    Lolei com o caderno Tilibra! =D

  • Rogers Alberto disse:

    “Those were the best days of my life”. Obrigado por fazer parte da minha vida, garotinha. Te amo.

  • Cadu disse:

    “zona de conforto, sem cobranças, DRs, satisfações”

    Falando assim nem parece ruim, rsrssrsr

  • [NightSpy]Rodrigo disse:

    Carambolas, 2 meses e já aliança??? se minha namorada ler seu post eu to morto…huahauhuhau

  • Rose Carreiro (author) disse:

    Ivo, não seria eu se não tivesse um LOL XD

    @Amour, tbm te amo =*

    @Cadu, em contrapartida…tem tudo aquilo ali “carinho, atenção, sexo, companheirismo e um monte de paparicos” ;)

    @Rodrigo, calma! É só aliança de compromisso hauahuahuahau chegou por Sedex uma semana depois do começo do namoro.

  • Diego Fávero disse:

    Parabéns pela casa nova, aqui no DDC, e pelos 2 meses. O começo é algo fantástico, realmente; até aceitamos aliança com apenas 2 meses e já dizemos “te amo” rs .. a distância é algo superável, afinal muita gente que namora alguém da mesma cidade, nem sempre as vê diariamente e sobra o final de semana. Sair da vida bohemia de solteira e cair no mundo “a dois” realmente é difícil; tem que segurar os ânimos até se acostumar e ver que namorar é fácil, o difícil é se manter, já escrevi um artigo aqui. Sucesso! =]

  • Billie Blade disse:

    Grande Rose, passei para (novamente) dar os parabens, sei que vai se dar bem por aqui, é uma casa inclusive parecida com a sua antiga!

    Bom texto e boa sorte, no blog, no namoro e na vida. Merece todo o sucesso.

    Abraços

  • Vinny disse:

    E a ruiva já começou mandando bem. :D

    (E agora dá licença, antes que percebam que tem um solteiro comentando por aqui… ;) )

  • iza disse:

    Que legal, também fiz 2 meses de namoro no dia 10/11. Também estou muito feliz e também “com aquele usual álbum de fotos no melhor estilo ‘casais românticos capa do caderno Tilibra’ decorando meu perfil no Orkut” rsrsrs. Felicidades!

  • Rose Carreiro (author) disse:

    Diego, realmente, foi “menos difícil” aceitar o pedido do que mudar a cabeça e passar a pensar como metade de um casal.

    @Billie, vc aqui! Brigada pelos votos =) Beijão

    @Vinny, obrigada! E pode ficar, ngm te expulsaria hauhauhaua

    @iza, parabéns hauhauhauhauahua felicidades pra vc tbm!

  • Denynha disse:

    E eu por torcer tantoooo, vim aqui te prestigiar nesta nova fase da sua vida! Torço muito e que este amor só cresça e façam vcs mais felizes!!!!

  • Mari Sousa disse:

    Confesso que torcia o nariz pra esse blog de casalzinho! Mas, por ser tua fã, eu voltei aqui pra ler seu primeiro post e pra dizer que torço tanto tanto tanto por vocês!
    Ow Rose, parabéns! Que bom que tá feliz!

  • Joice Viana disse:

    Eu tô no meio das poucas (duas) ali? Tô né? Oun <3
    É nois de casa nova, nega o/

  • Rose Carreiro (author) disse:

    Denynha, obrigada pela torcida =)

    @Mari, espero que continue voltando aqui, e mt obrigada, adorei te ver por aqui =*

    @Joh, tinhamu, seja bem vinda \o

  • Luana Hazine disse:

    eh Rose, seja muito ‘benvinda” ao diario, realmente as historias que surgem depois que comecamos a namorar nos surpreendem, principalmente quando auqela premissa do “eu sou mais eu” cai por terra quando voce se ve fazendo tudo por outra pessoa.
    Sou uma sempre apaixonada, que sempre namorou a dstancia e sempre deu MTO certo. Boa sorte, aproveite as viagens (sempre sao deliciosas e eh a melhor parte do namoro a distancia) estamos aqui pra trocar figurinhas.
    Beijoss

  • patricialima disse:

    oi pessoal amei o diario do casal pois eu precisva ler algo que me fizesse acreditar que o amor existe na distancia mais tem uma coisa pessoal so existe se pelomenos vccs se verem de vez enquando,acho que nao rola um namoro que nao tem abraço e nem toque,nao se ve..ai….e osso ………

  • Renan Dias disse:

    wow.. adoreiii;;

    acho q estou na mesma trilha huhuhuhuh
    ainda namorando =D..
    em casa.. nao sei… >,<

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>