Home » Coisas dela

Paciência: O sentimento muda as pessoas

2 setembro 2010 9 Comentários       Postado por Ele / Ela

Por: Nancy

Quando eu menos esperava, a janelinha do MSN abriu e piscou. Era um bom dia bem animado do meu namorado. E pensar que, alguns meses atrás, quando ainda nem namorávamos, era sempre eu quem ficava de olho no MSN, puxava conversa, ligava. Se eu não tomasse iniciativa, era capaz de sairmos sem falar um com o outro.

Paciência no relacionamento
Se o coração tiver paciência, ele vai ser recompensado

Quando começamos a “ficar”, ele se mostrava empolgado e carinhoso quando estávamos juntos, mas depois não fazia questão de ligar, mandar mensagem ou coisa do tipo. Quando minhas amigas nos viam juntos, achavam lindo e diziam que ia dar em namoro, mas eu sempre dizia: “que nada, ele não está nem aí para mim”. E ele mesmo fazia questão de enfatizar que gostava de mim, mas não estava apaixonado. Que curtia o momento quando estávamos juntos, mas depois “esquecia” de mim.

Mesmo depois que assumimos o namoro, o comportamento dele não mudou muita coisa. Era sempre eu quem ligava, puxava conversa, mandava mensagens e e-mails, e ele se limitava a respondê-los. Quando minhas amigas perguntavam como ia o namoro, eu ria e continuava dizendo: “ah, ele não está nem aí para mim”, e as pessoas achavam estranho o fato de eu parecer tão satisfeita com o relacionamento.

Aos poucos, ele passou a puxar conversa de vez em quando, ligar só para dizer “oi”, sugerir programas para fazermos juntos. Nas últimas conversas no MSN, ele até passou a usar o ícone do coração (L), coisa que ele nunca havia feito antes comigo. Pergunta como estou, ouve meus problemas, compartilha novidades, nem desconversa quando eu falo sobre família e casamento (mesmo que nenhum dos dois esteja planejando isso para um futuro próximo).

Lembrando de como éramos alguns meses antes e como somos agora, dá para perceber que, mesmo aos poucos, ele passou a me dar mais atenção, ser mais carinhoso e atencioso e a demonstrar se preocupar comigo. Para quem se dizia indiferente a sentimentos, ele está se mostrando um super namorado.

Por outro lado, eu também procurava “me controlar” e seguir no ritmo dele. Não mandava torpedos de hora em hora ou ligava todos os dias. Mandava uma mensagem carinhosa e esperava sua reação. Se ele demonstrasse ter gostado, eu mandava outro, tempos depois. Apesar de ter vontade de vê-lo todos os dias, eu aguentava firme até o fim de semana seguinte. Nunca o forcei a demonstrar sentimentos ou “dar provas de amor”. Simplesmente curtia nossos momentos juntos e observava suas reações. Claro que, de vez em quando, eu perguntava se estava tudo bem para ele, se ele estava satisfeito em estar comigo… mas nunca comecei uma discussão ou briga por isso! Naturalmente, sem eu forçar, ele passou a se mostrar mais interessado por mim.

Hoje, considero-me uma felizarda. Meu namorado se mostra mais interessado e carinhoso a cada dia, nunca brigamos (pelo menos não que tenhamos percebido, hehehe!), minha família e meus amigos o adoram, e a cada dia sinto mais segurança e confiança em nosso relacionamento. E essa condição foi “conquistada” apenas seguindo e respeitando o ritmo dele e o meu.

Mesmo quando a situação não está exatamente como queremos, um pouco de calma, paciência e sabedoria podem transformar tudo para melhor!

Related Posts with Thumbnails
9 Comentários      Postado por Ele / Ela
­
­

9 Comentários »

  • Diego Fávero disse:

    de quem é essa história?

  • *Miss* disse:

    Seu conselho no final é mto bom, mas ao meu ver não se aplica a realidade.
    Paciência, sabedoria e calma são pra todas as coisas da vida, mas não pra “forçar” ou esperar o sentimento de alguém.

    O amor acontece naturalmente, e surge por reciprocidade…
    Veja bem, o cara te falou que “esquecia” de vc, falou que não estava apaixonado.
    Sinceramente, eu não teria orgulho e eme sentiria ” uma felizarda” como vc disse, te ter um namorado legal pq eu “fiz por onde” isso acontecer…
    Get a life, honey…

    Se prepare,exerça bastante essa calama e paciência; pq ele não te ama…deve ter pena e deve ter se acustumado com alguém tão dedicada em suportá-lo e qnd ele se apaixonar de verdade por outra, vai te dar um belo chute, merecido aliás…pq vc tem que se amar primeiro…fikdik!

    Boa sorte!

  • Nancy disse:

    Essa história é minha.

    Eu não espero que ela se aplique a todos os casos… afinal, o meu próprio caso é uma rara exceção.

    Nos meus relacionamentos anteriores, eu tinha a plena consciência de que eu era amada (ou idolatrada, sei lá). Mesmo que eu fizesse a maior das besteiras, eu tinha a certeza de que a pessoa não ia me deixar. Nesse relacionamento que estou agora, pela primeira vez, tive que aprender a conquistar a pessoa, pisar em ovos para a situação não desandar de vez.

    Eu me sinto felizarda justamente por ter aprendido a conquistar o outro, coisa que em outros relacionamentos não tive oportunidade. Aprendi que o sentimento pode sim surgir de onde não existia, desde que tenhamos paciência de esperar e sabedoria para driblar os fatores adversos.

    Se a pessoa não me ama ou me deixe por uma paixão fulminante que vai encontrar mais na frente, isso não importa. O mais importante para mim é a chance de eu estar com ele agora, no presente.

    =)

  • tata disse:

    Nancy! Amei sua história! Creio que o amor é algo que acontece. aconteceu pra vc. vc passou nos testes que não passou antes. Aprendeu uma lição e isso conta pra vc.No final das contas ele que vai ser o cara mais felizardo se ver que o que vc fez foi para construir um futuro sólido.
    E se vc fala em amor e casamento isso é legal. Sinal de que não tá aí pra curtir só o momento e acredito que só um homem de verdade preza isso. Fui ensinada a crer nisso, pela vida.
    pode crer que o amor é coisa rara. não é igual pra todo mundo não tem fórmula mágica…cada caso é um caso.

  • Julia disse:

    Uma amiga minha me indicou esse blog. Eu ontem, do nada, resolvi dar uma olhada e li o seu post. Cara, me identifiquei taaaanto! É a minha história, igualzinho. Quando terminei de ler tive a sensação de que quem escreveu foi eu. Não acho de forma alguma que ele não te ama, assim como também não acho que o meu namorado não goste de mim. Estamos namorando a pouco tempo, mas sinto que a cada dia que passa estamos mais próximos. A cada dia que passa ele se mostra mais atencioso e mais carinhoso. Não posso afirmar que ele me ama, porém tenho a certeza de que a cada dia que passa eu tenho o conquistado mais e mais.
    Enfim, somos as exceções!

  • Sandra disse:

    Estou apenas comentanto para acreditar que sim, isso é possível!
    Vivo a mesma história, e na verdade acho que são poucos que possuem a coragem e a humildade de reconhecer os limites e botar a “cara” pra bater.
    Quanto ao futuro? Ele pertence somente a Deus! O que vale é o que vivemos e aprendemos na vida ninguém tem garantias de nada.
    Mas estufo o peito e digo “porque não”, acredito sim que o amor vai aconter pra mim também.
    Felicidades,

  • Thay disse:

    Sinceramente Miss,essa história pode sim acontecer, porque pelos fatos ela se parece muito com a minha. é praticamente igual, até quando Nancy fala dos relacionamentos passados, tudo ocorria da mesma forma comigo! Hoje meu namorado é uma pessoa completamente importante em minha vida, apesar dos acontecimentos no ínicio de nossa relação! vai de cada pessoa decidir sobre qual reta traçar para se levar um relacionamento adiante. Paciência? claro que isso é indispensável na vida a dois. Devemos tbm não esquecer de manter nossa individualidade. Pra que sufocar tanto? Será que há necessidade dessa hipocrisia e dessa má fé nas coisas que podem acontecer com o tempo? O amor vem de onde menos se espera.. e claro que não iremos deixar claro aqui que pode ser um passatempo. Mas a vida é pra ser vivida. e quem tem felicidade no coração se preoucupa em viver os momentos que ela nos presenteia, e não nos obstáculos que nem sabemos se iremos enfrentá-los de fato. Mas cada um tem sua opinião. Amei a história porque me indentifiquei, e hoje sou feliz com meu relacionamento, apesar de ter passado por muitas coisas. A paciência nos ajuda a amadurecer e nos tornar mais sábios de certas coisas. Portanto, é indispensavel a paciência e compreensão do outro. :)

  • elizandra disse:

    meu namorado nao me aviso que ia jogar hoje eu to muito mordida com ele eu sab…num tenho paciencia brigo mesmo nao estoro isso nao e o caso mais o fato e que eu fico com a caara imburrada logo…quando nao gosto de algo….

  • Ju disse:

    Me identifiquei de verdade! Mas eu precisei brigar e chorar muito pra isso hehe. Felizmente “cobrá-lo” deu certo, brigamos um pouco ainda, mas agora vejo de verdade o quanto estamos unidos e o quanto nossas brigas já diminuíram.

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>