Home » Coisas dela, Relacionamento

Quando bate o desapego!

21 setembro 2012 1 Comentário       Postado por Ele / Ela

Por: Fernanda Feitosa

Sabe aquele momento em que você já não sabe se é esse o relacionamento que você tanto esperou? Ou melhor, se é essa a pessoa que você quer passar seus dias, compartilhar suas histórias, participar de suas risadas e dividir suas lágrimas.
Esse é o momento que bate o desapego ou é apenas uma fase ruim que todo casal deve superar?!

Ta ai, para muitas pessoas é tão complicado saber distinguir comodismo com gostar que você acaba levando uma situação que não está lhe fazendo nada bem por tanto tempo, que no fim das contas, chega um dia que ao olhar no espelho não é mais possível reconhecer quem reflete.

E a pergunta paira na cabeça: Como é que cheguei neste ponto? Onde foi parar aquele sentimento?
Perguntas e mais perguntas (oh coisa chata), e o pior é que muitas vezes é mais complicado achar a resposta, do que fazer novas perguntas. E esse sentimento vai crescendo, amargurando cada vez mais a relação e expandindo a distancia que vai aparecendo entre os dois, até que chega o dia em que o melhor é seguir só (ou não).

Desapego

E ai claro, vem mais uma daquelas perguntas: Mais será que não vale a pena tentar de novo (o que na verdade não tem nada de novo)?
Sim, os problemas estão ai, o que lhe angustia não mudou e não vai mudar enquanto você não decidir que mude, nenhum problema se resolve por si só, é necessário uma atitude sua ou dele (a) para que esta situação passe a ser favorável de alguma forma, porque vamos combinar que da mesma forma que sua vida está amarrada a uma situação que não está lhe fazendo bem, automaticamente a outra pessoa está amarrada também (e muitas vezes ela nem sabe disso).

Porque contra fatos meu caro, não há argumentos, e se você não está feliz consigo mesmo, como pode fazer o outro feliz?

Pare para avaliar sua vida, pare para pensar quais são seus planos a médio e a longo prazo e reflita, seu parceiro (a) cabe na sua vida? Ele faz parte dos seus planos? Você já procurou saber se você faz parte dos planos dele (a)? E principalmente, o que lhe mantém a esta pessoa é comodismo ou sentimento?
Porque quando bate o desapego, não existe muita coisa a se fazer, a decisão é sua (unicamente sua), basta apenas saber o que é melhor neste momento.

Jogue limpo, jogue a toalha, diga o que pensa o que sente, seja honesta (o) consigo mesma (o) e mova-se antes que você perceba que o tempo passou e nada foi feito a respeito, até porque se isso acontecer, da nada vai adiantar conjugar o verbo no futuro do pretérito (poderia ter dito, poderia ter feito, poderia ter sido e por ai vai).

Você PODE agora resolver essa questão, porque deixar para depois?

Related Posts with Thumbnails
1 Comentário      Postado por Ele / Ela
­
­

1 Comentário »

  • sheila disse:

    esse texto apareceu na hora exata pra mim. Estou com esse dilema, sinto que nao eh o que eu quero e ultimamente nem tá me fazendo bem. O problema e que bate insegurança de depois eu me arrepender e ter que voltar atrás. Mas estou seriamente refletindo pq há perguntas mas nao consigo encontrar respostas. Estou em um ponto q nao sinto vontade de vê-lo mas tenho que ir na casa dele todo final de semana porque isso pra mim virou rotina, faço isso há 5 meses e um dia que eu nao vou eh estranho sinto falta, mas nao dele, e sim da rotina q essa situação me proporcionou.

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>