Home » Crônicas

Quem faz o seu destino?

20 abril 2010 8 Comentários       Postado por Diogo Batalha

Matrix é um dos meus filmes preferidos de todos os tempos. Tirando o fato que hollywood fez umas mudancinhas no roteiro e deixou ele mais brega (com direito a beijo apaixonado no final e tudo mais) os básico, o grosso, está lá e com várias referências filosóficas e de pensadores humanos. A minha cena preferida do filme é quando Neo, o protagonista, vai se encontrar com o Oráculo ( a entidade que sabe tudo sobre o futuro e etc ) e se segue da seguinte maneira:

“(…)Oráculo: E não se preocupe com o vaso.
Neo: Que vaso?

Ao se virar, Neo esbarra num vaso, que se espatifa no chão.

Oráculo: Esse vaso.
Neo: Como sabia?
Oráculo: O que vai mesmo fazer seus miolos queimarem é: Você o teria quebrado se não tivesse dito nada?”

Eu já contei aqui a minha história e da minha guria, e todo o trabalho que tivemos para estar juntos. Mas o que eu não contei é que, quando decidi sair da minha pacata Aracaju e ir estudar publicidade fora do estado, resolvi que queria fazer ESPM em São Paulo. Minha mãe prontamente recusou. “São Paulo é muito perigosa”. “Ok, então eu posso fazer a ESPM em Porto Alegre”. Lá sim, minha mãe concordou. Uma cidade média, mais tranquila e com a mesma escola que eu queria. Chegada a hora, minha mãe partiu (antes de mim) para o Rio Grande do Sul para procurar uma casa para nós. Porém, antes ela resolveu para no Rio de Janeiro e ir visitar a minha avó.

Na época, minha vó estava começando a adoecer e minha mãe sugeriu que ficassemos morando no RJ, para que ela pudesse ir ver minha avó (que morava sozinha) vez ou outra. É aqui (bem aqui) que entra o vaso.

Rio de Janeiro
De repente, não seja apenas coincidência!

Morando no RJ, eu conheci a menina que conhecia uma menina que acabou virando a minha namorada. Por quem me apaixonei e, hoje, moro em Porto Alegre por causa dela. A questão é: Teria eu conhecido minha namorada se eu tivesse vindo diretamente para Porto Alegre? Foi por acaso que minha avó adoeceu e eu, consequentemente, fiquei no rio?

É realmente algo que pode quebrar a nossa cabeça, pensar que, a decisão de hoje resolver ficar em casa e faltar aula por estar chovendo (e acabar não conhecendo o amor da sua vida no ponto de ônibus) ou deixar de ir para uma festa com os amigos por preguiça (e perde a chance de ser apresentado para o garoto mais bonito do mundo), podem ser decisões determinantes na nossa felicidade ou não.

Destino? Acaso? Sorte?

Eu não sei se acredito. Pra mim, é como aquele ditado: “Yo no creo en las brujas. Pero que las hay… Las hay!”*

*Eu não acredito em bruxas. Mas que elas existem… existem!

Related Posts with Thumbnails
8 Comentários      Postado por Diogo Batalha
­
­

8 Comentários »

  • Thaise Pregnolatto disse:

    Nossa! Eu penso muito nisso também. Se eu não tivesse decidido estudar línguas na internet, se eu não estivesse conectada naquela hora, se eu não tivesse clicado sobre o perfil dele…
    Como uma boa romântica que sou, não acredito em acaso. Acredito que exista algo maior, que cada um chama de um jeito…mas que certas coisas PRECISAM acontecer e a vida corre de forma a te colocar cara a cara com todas elas…
    Mas de fato..quantos “e se…?” não temos na nossa vida? Quantos ainda não vamos ter? Quantas oportunidades perderemos? Quantas ganharemos? Alguma segunda chance?

    Milhares de perguntas sem resposta. E talvez esteja aí a graça e a beleza da coisa…

  • Vi disse:

    Tbm penso mto nisso…
    E vzs fico até com uma certa paranóia…srsrsrrs
    Brincadeira…
    Mas, quem me dera ter certas respostas…além do “destino”, tem uma outra coisa que me intriga…a intuição diante de algumas pessoas e coisas…sensações inexplicáveis…como por exemplo: vc meio que ver aquela pessoa no seu futuro e nem msmo estar junto dela…

    Quem me explica?rs

    adorei o post…

    bjos

  • Diego Fávero disse:

    Nada é por acaso!!
    Por isso que amo Lost. Toda história se amarra de uma forma ou de outra. E mesmo notamos essas “coincidências” até no orkut .. qdo vemos que um amigo nosso, é amigo de um amigo, que é meu amigo tb. O mundo tem 10 pessoas!! O resto são figurantes!

  • Aline disse:

    O destino rege o universo!! E ele sabe de tudo, acredite!! Foi por obra do destino que minha vida mudou TOTAOMENTE quando eu conheci ele…

  • Aline disse:

    Ops, totaLmente… rsrs.. Erro de digitação..

  • Rafa Mendella disse:

    Já fiquei muitas vezes pensando “se eu não tivesse ido em tal lugar”, “se tivesse ido” o quê mudaria…
    Acredito sim, que a vida é feita de escolhas…e elas que decidem o rumo que nossa vida toma.

    É algo meio “Efeito borboleta” =)

    beijos

  • Andrey disse:

    Aquela cena do filme Matrix é realmente brilhante! Dá uma boa reflexão filosófica! Alguém já viu o filme “Escrito nas estrelas”? (título original: “Serendipity”)
    É um excelentíssimo filme pra explorar um pouco essa ideia de destino… e como alterá-lo.
    Para os que não assistirão: duas pessoas se conhecem quando agarram o mesmo produto numa loja. Como a vida de New York é solitária, resolvem passar um momento juntos, tomar um sorvete e tal. Ambas namoravam na época e deixaram o destino decidir as coisas. E quando ambas estão próximas de casar, buscam desesperadamente “moldar” o destino e se reencontrarem.
    Simplesmente demais o filme!
    Fica aí minha proposta! =D

  • Mayara disse:

    Éééé, eu penso muito nisso. No meu caso, também parece que o destino foi muito caprichoso para fazer meu caminho se cruzar com o do meu namorado… como se tudo tivesse acontecido exatamente do jeito que tinha que acontecer. :)

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>