Home » Amor, Coisas dele

Quero que você seja feliz. Ei de ser feliz, também.

4 setembro 2013 1 Comentário       Postado por Diego Fávero

Há quase um ano escrevi o post abaixo, mas por forças maiores (equipe do DdC me proibindo rs), não postamos. Hoje, um ano após meu desligamento do estágio de um casamento, que permeou por quase sete anos, sinto-me livre, leve e feliz. Feliz por olhar pra trás, enxergar coisas ruins, boas e ver que chegou a hora de recomeçar. Na época, escrevi o texto como um “muito obrigado”. E é assim que ele deve ser lido.

A vida nos traz surpresas boas e ruins e, no amor, não é diferente. Pra quem acompanha o Diário de Casal desde o início, deve ter lido algum texto que escrevi contando experiências vividas nos sete melhores anos de minha vida. Desde quanto contei que éramos opostos em muitas coisas, mas o amor nos unia até histórias de jantares preparados por mim, viagens, surpresas, morar juntos, noivado e por aí vai.

É, atal crise dos sete anos nos pegou e, de repente, planos, sonhos e a felicidade em amar e ser amado todos os dias está guardado em uma caixinha. Só tenho a agradecer por Deus ter me dado essa oportunidade de evoluir, de sair de um estágio “perdido na solteirisse” e conhecer a essência da vida: o amor a dois. Errei, ensinei, aprendi, aprendemos e vivemos uma linda história, digna de um final feliz. Sim, feliz. Triste é a saudade.

Não podemos reclamar e odiar quem ficou pra trás. Se sempre desejamos a felicidade da pessoa que amamos, por que agora o contrário? “Ame o próximo como a ti mesmo”. Desejar o mau das pessoas te traz coisas negativas. Pense no bem e tenha o bem para si. Seja lá qual for o motivo de sua briga e separação, tente refletir tudo o que viveram, as coisas boas, as ruins, tenha como uma escola de vida para ser uma experiência futura.

É difícil? É, e muito. Não há idades para o amor. Tanto um adolescente de 15 anos quanto uma pessoa de 40, 60 anos vai sofrer por amor perdido, igualmente. Cada um do seu jeito, mas não é nem mais nem menos. E a vida não pára pra você e pra ninguém. E o que tiver que ser, será. Pra sempre é muito tempo.

E a vida continua, sempre pra melhor.

Por mais que não esteja ao seu lado pra acompanhar, quero que você seja feliz. Ei de ser feliz, também. ;-)

Related Posts with Thumbnails
1 Comentário      Postado por Diego Fávero
­
­

1 Comentário »

  • Liz Passos disse:

    Relacionamento é puro aprendizado… saímos dele com uma experiência que não tínhamos e dispostos a não cometer os mesmos erros.
    Saber reconhecer o que foi bom e entender o que não foi, é um grande passo para a maturidade e o recomeço.
    Não faz sentido mesmo desejar o mal do outro. Não basta saber entrar na vida de alguém, é importante saber sair… assim mesmo, como conta o seu texto.
    Parabéns… e boa sorte!!!
    :)

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>