Home » Coisas dela, Relacionamento

Relacionamentos a distância: Basta acreditar!

6 julho 2011 10 Comentários       Postado por Ele / Ela

Por: Jackeline de AguiarDoces ou Travessuras

Em primeiro lugar: não. Eu não estou namorando. Embora eu quisesse muito acreditar que sim, eu não estou. Não que eu me importe, afinal, tenho 27 anos e desilusões amorosas o bastante para crer que rótulos só servem para impressionar aqueles que nele acreditam.

Já fui traída. Já fui trocada pela ex que o cara supostamente odiava. Já fui trocada por um baseado. Já fui trocada por um homem. Já fui trocada pelos amigos. Já fui trocada pelo carro. Já fui traída por amiga.

Já namorei um cara que gostava de mim, mas morria de vergonha de sair comigo porque, olha só, eu sou negra. Foi a pior fase da minha vida. Fiquei com depressão, não queria sair do sofá e não suportava me olhar no espelho nem por cinco minutos. E ele morava no mesmo bairro que eu. Fiquei saindo com um camarada por oito longos meses. Eis que um belo dia, numa sexta-feira mais precisamente, a bela adormecida resolve desencantar e dizer que gostava de mim e, quem diria, deveríamos ficar juntos. No mesmo fim de semana, no domingo, ele atualizou seu status do Orkut para namorando. Detalhe: NÃO ERA COMIGO! A gente morava na mesma cidade. Teve muito beijo. Teve muita pele. Teve muito toque. E daí?

Fiquei saindo com um cabra durante dois meses. Um dia resolvo que ele era o tal do cara especial com quem eu iria perder minha virgindade. Quando ele ia mandar pra dentro eu disse: “Devagar”. “Por quê?”. “Porque eu sou virgem, oras!”. “Você é o que?”. O cara, que já tinha me levado a casa dos pais dele, me apresentado a todos os seus amigos e familiares, broxou tão rápido que eu nem pude acreditar e ainda complementou: “Você tá viajando. Desculpa linda. Eu gosto de você e tal, mas cabaço de mulher eu não tiro não. Depois tu gruda no meu pé? Sai fora. Amor de pica? Nem pagando!”. Proximidade? Este tava tão perto que eu podia sentir o pau mole dele na porta de entrada.

Mas também teve aquele que ficou me ligando durante dois meses dizendo que não queria somente sexo porque eu era linda, especial, boa de papo e completamente diferente de todas as meninas que ele já tinha conhecido. E quando finalmente eu disse sim, ele me buscou na porta de casa e me levou… direto pro motel.

Ah, e não vamos esquecer daquele namorado que morava apenas alguns quarteirões da minha casa e antes de terminar comigo mandou na lata: “Se eu terminar com você, a gente ainda vai pode se encontrar de vez em quando pra trepar? Porque sério, essa foi a única coisa boa que sobrou. A gente trepa muito bem”.

Ai eu sou obrigada a aguentar os sabichões me olhando com cara de desdém e perguntando: “Você acredita mesmo que um cara lá do outro lado do mundo pode te amar de verdade? Mas você acredita mesmo que um homem possa ser fiel ficando tanto tempo sem sexo? Jura que você acredita mesmo em relacionamento à distância?

Amor pra sempre
E no para sempre, você acredita?

Elementar, meus caros! Até porque, não se enganem, a única coisa que podemos fazer para viver plenamente é acreditar.

Acreditar que pode dar certo. Acreditar que você é mulher/homem o suficiente para seguir em frente se não der.

C’est la vie!

Sugira temas, discuta os assuntos, faça parte da comunidade. Aqui, quanto mais feedback tivermos, mais conteúdo interessante teremos. Entre em contato agora mesmo!

Related Posts with Thumbnails
10 Comentários      Postado por Ele / Ela
­
­

10 Comentários »

  • Penelope disse:

    Exatamente! É um relacionamento como outro qualquer, pode dar ou não certo. A distância não é impecilio.

  • Ana disse:

    Bah, muito legal seu texto. E o bom da vida é isso, a gente vai vivendo, tropeçando, levantando, aprendendo, mas o mais importante é não desistir, pois um dia dá certo e se não der, a gente continua tentando.

  • kel disse:

    Muito show sua abordagem….

    Acreditar…vc disse td..

    Parafraseando o seguinte comentário aq do DdC: ” …se desistissimos de tudo que nos criticam: estavamos sem emprego, sem namorado, do curso que escolhemos da faculdade, sem familia….”

    Carpe Diem!!

  • Flá disse:

    Sério, incrível o seu post… Proximidade não é garantia de nada, caráter e vontade de ficar junto que é.

    Você faz bem demais em acreditar…espero que dê certo!

  • Patricia disse:

    Falou muito bem Penelope!!! Se for pra dar certo, vai dar de perto ou não!!! Eu não era muito a favor de namoro a distância, e estou eu namorando a 6 meses já. E muito feliz, amando e sendo amada. E é isso mesmo temos que acreditar e ser feliz!!!

  • Maya disse:

    Adoro seus textos, um dos melhores. :)

    Torço pra que essas sua relação a distância dê certo, já te disse isso outra vez. O conselho que te dou, você já sabe: Acredite e deixe os outros falar. Felicidade alheia incomada!

  • wandinha disse:

    nossa, qui tapa na minha cara…
    passei por algumas decepçoes, na vdd grande mesmo foi uma e outras duas de pouco estrago, mas que me fizeram desistir do tal do amor…
    infelismente nao penso como vc pq perdi totalmente a fé nas pessoas…
    espero q um dia isso mude…
    mto belo o seu texto
    parabéns….

  • nenem disse:

    boa noite amigos

    sou português e acredito piamente no amor a distancia eu ,e apaixonei e por uma mulher casada já fez 1.6 meses ela mora no Brasil ela já veio 2 vezes ca eu ja fi 4 vezes la podem ter a certeza que quando existe amor não exististe distancia não atrapalha não

  • Vilma Stallone Convê disse:

    É UMA PROVA DE CONFIANÇA DE CONFIANÇA DIÁRIA, E TEM QUE SE ESFORÇAR MUITO P/PASSAR NESSA PROVA.
    SE VC NÃO CONSEGUE CONFIAR E NÃO SABE OFERECER SEGURANÇA P/O OUTRO CONFIAR EM VC, FICA DIFÍCIL.
    MSM ASSIM VAI ROLAR INSEGURANÇA DE VEZ EM QUANDO, AÍ A QUESTÃO É NÃO DEIXAR A MÁGOA FALAR NO LUGAR DO AMOR.
    ENFIM, TEM Q HAVER MUITO INTERESSE E DEDICAÇÃO DE AMBAS AS PARTES, E ISSO NÃO DIFERE EM NADA DE UM RELACIONAMENTO MAIS CONVENCIONAL.

  • Maria Rita disse:

    Nooooossa, o melhor texto que eu li sobre relacionamentos à distância! Abordagem muito boooooa!
    Minha história de ‘amor à distância’ começou em 2008… num jogo na internet que eu entrei para praticar meu espanhol, nem lembro como passamos a nos falar pelo msn, só sei que quanto mais nos falavámos, mais adoravámos a companhia virtual um do outro. Havia uma sintonia muito forte, mas nada além de uma divertida conversa por horas e horas. Ele nutria uma admiração por mim e eu adorava o humor dele. Passávamos muito tempo sem nos falar, mas logo qdo nos encontravámos online, parecia que o tempo não havia passado. Na época, ambos estavam namorando. Até que ano passado ambos terminaram os namoros, ele um pouco antes de mim e isso fez com que nossa amizade se tornasse mais íntima, eu conversava muito com ele, estava deprê por ter terminado meu namoro super longo. Ele tbm estava passando por uma situação parecida. Começamos a nos falar com mais frequência, até que o sentimento foi mudando, ele sempre era muito sincero em dizer o que sentia, já eu não! Apesar de estar me envolvendo cada dia mais, não admitia, não aceitava.. aquilo não poderia estar acontecendo, não comigo! O que eu nunca imaginava era que meu amigo virtual, que vive no Peru, ia decidir vir ao Brasil para me conhecer e declarar tudo que ele sentia por mim pessoalmente. E assim aconteceu… em agosto desse ano ele veio, disse tudo que sentia olhando nos meus olhos e aí eu já não podia fazer nada, estar ao lado dele me fez sentir tão bem, que parecia que eu estive esperando por aquele momento durante toda minha vida. Estamos há 3 meses juntos como namorados e a sintonia lá de 2008, qdo eramos amigos virtuais segue sendo a mesma. A confiança é essencial e estamos conseguindo manter nosso namoro bem. Hoje passei por alguns lugares onde estive com ele e isso me fez sentir um aperto no peito, uma saudade enorme, uma tristeza.. sei lá, acho que bateu uma crise, um momento deprê..hehehehe Nos falamos rapidamente e não pude compartilhar esse sentimento com ele, daí comecei a pesquisar textos que me motivassem.. e esse texto foi perfeito. É isso mesmo, BASTA ACREDITAR!

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>