Home » Relacionamento

Relacionamentos: A família vem de brinde

29 julho 2010 6 Comentários       Postado por Mayara Godoy

Como é bom um relacionamento entre duas pessoas, não é mesmo? É como viver em um mundo onde só existe o casal, ninguém nem nada a mais.

Mas, na realidade não é bem assim.

Toda pessoa que aparece na nossa vida vem com uma bagagem. Dentro do “pacote”, vêm as experiências de vida, um passado, amigos, frustrações, problemas, coisas mal resolvidas. E vem também uma família.

Família, como bem sabemos, é sagrada. Nós nunca gostamos que mexam com a nossa. Mas, de perto, ninguém é normal. E junto com a família do seu amor, vêm as peculiaridades dela, assim como vêm as esquisitices da sua.

Nem vamos entrar aqui nas piadinhas de sogra. Não estamos falando só das progenitoras. Há um universo que envolve pai, irmão, irmã, cachorro, prima, tia, avó (às vezes, até filho!) e tantos outros membros da família (ou parentes) que podem, muitas vezes, transformar seu relacionamento em uma guerra.

O fato é que — familiares de primeiro grau ou tias-avós distantes, consanguíneos ou não — familiares serão responsáveis, de vez em quando ou de vez em sempre, por algum problema entre o casal. A frequência e a intensidade desses problemas dependem de uma série de variáveis.

E como resolver isso? Eis o grande mistério da humanidade…

Ok, brincadeiras à parte, este é mais um dos aspectos delicados com que seres apaixonados precisam lidar.

Vamos encarar os fatos: você não pode “se livrar” da família dele. Nem ele, da sua. Então, o que fazer? Tolerar é a palavra de ordem.

Porém, se você não tem a paciência de um monge tibetano, essa pode ser uma tarefa um pouco mais difícil. Mas, felizmente, não impossível.

Tente se colocar no lugar dele. Você se sente desconfortável quando alguém fala mal ou faz algo de ruim para a sua família, certo? Em determinados casos, algo contra um ente querido seu pode ser muito pior que se fosse com você. Então, não fique o tempo todo “bombardeando” a família dele. E mais: você pode até mesmo odiar a mãe, o pai, ou qualquer outro familiar dele, mas sempre, leia-se sem exceções, você deve ter, no mínimo, respeito. Hostilidades não são bem-vindas.

Nem todo mundo tem a sorte de se dar bem com a família do seu amado. É até bastante comum haver divergências. Mas não pense que você poderá afastá-lo das pessoas com quem ele tem uma ligação de sangue, das pessoas com quem ele aprendeu a ser quem é, de quem o colocou no mundo, cuidou e educou até o dia em que você chegou.

Você não precisa ser a best friend forever da sua sogra. Pode até soar falso, se for muito evidente que se está forçando a barra. Mas, cordialidade, levantar a bandeira branca, não faz mal a ninguém.

Tente não levar para o lado pessoal e pense: a família dele quer vê-lo feliz. E você também quer. Então, obviamente, ele não ficará nem um pouco satisfeito ao saber que vocês se odeiam, não é mesmo? Não estou dizendo que é necessário puxar o saco de pessoas com quem você não tem a mínima afinidade, mas não custa, não dói, não mata e não te faz menos digno ser uma pessoa agradável, educada e mostrar um pouco de maturidade diante de situações difíceis.

Pense bem. Se você cogita ir adiante com o relacionamento, a família dele sempre estará lá. Portanto, capriche no “cessar-fogo” e não destrua seu namoro. Diplomacia é tudo, até mesmo em um relacionamento.

Related Posts with Thumbnails
6 Comentários      Postado por Mayara Godoy
­
­

6 Comentários »

  • Sarna disse:

    Meus pais sempre me dizem… você não vai casar com essa menina. Você vai casar com a família dela inteira!

  • Diego Fávero disse:

    graças a Deus a familia dela me trata mto bem e a minha trata ela mto bem tb!

    uhauhau adorei o comentário acima.. é bem isso mesmo!

  • Links em TPM | disse:

    […] Relacionamentos: A família vem de brinde […]

  • Alessandra disse:

    Eu conheci a minha sogra antes do meu namorado. Ela quem nos apresentou. Tenho muita sorte porque eu amo a familia dele. Amo estar ao lado deles. Amo a minha sogra, sogro, cunhada(o), tios, avô avó..Amo tds.

  • antonio jorge de oliveira assis disse:

    A FAMILIA E DE DEUS. O CASAMENTO,A FAMILIA E CONTITUIDA POR UMA ORDEM DE DEUS.

    DEUS
    MARIDO
    ESPOSA
    FILHOS
    PACOTAO,FORAM AO CASAMENTO
    A SOCIEDADE

    QUANDO MUDA ESTA HIERARQUIA DE DEUS VIRA UMA BAGUNÇA,BRIGAS,TRAIÇAO,
    FALTA DE AMOR, PACIENÇIA,DESARMONIA CONFLITOS,FALTA DE PERDAO PORQUE DEUS E A ESTRUTURA DA FAMILIA O MARIDO E A ESTRURA DA ESPOSA, A ESPOSA E A ESTRUTURA DOS FILHOS E A FAMILIA E A ESTRURA DA SOCIEDADE.

  • leila ferreira da silva disse:

    pobremato na vida da minha filhar issu me deicha nume neura du caraio meu deus e foda nao guemnto mais issu e foda esse tempo ruim bai passa eu tenho fer se deus quiser
    eu e familhia se mete muisonha na direta que issu cachoeira que issu eu adoro ludima meires que issu irmaozinho se lokooo mano eu to de olho nesse cara minha filha ele nao vai passa ela pla traz nao nuca jamais se lokaooooo

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>