Home » Coisas dele, Relacionamento

Relacionamentos indefinidos

26 julho 2011 2 Comentários       Postado por Cadu

Um relacionamento não é algo que simplesmente pode ser programado ou agendado, ele é um evento com vida própria, algumas vezes morrem cedo, em outras ele se transforma em noivados, casamentos, famílias. Quando você tem um relacionamento não existe uma regra que define quando começar um namoro, quando noivar, quando casar são decisões a serem tomadas pelo casal.

Mas eu quero falar sobre os relacionamentos antes de serem relacionamentos, quando as pessoas começam a se conhecer, quando ainda não existe um compromisso ou sentimentos mais forte. Essa fase é deliciosa, envolve conhecer a outra pessoa, experimentar coisas juntas, compartilhar histórias e experiências.

Ninguém obviamente é obrigado a assumir um compromisso com alguém, mas depois de um longo tempo de “ficadas”, de eventos sempre acompanhando a mesma pessoa, de contato constante, a ideia de que está sendo contraído um compromisso fica óbvia, no entanto sem deixar isso claro, ou sem ambas as partes assumir que compromisso é esse e quais os limites dele podemos ter alguns problemas.

Imaginem que depois de três meses de contato constante com a pessoa, de saírem praticamente todos os finais de semana juntos em diferentes programas, uma dessas pessoas em uma festa, sozinha conhece e começa a flertar (com sucesso) uma terceira. Que impedimento existe de envolvimento com essa terceira pessoa?

Na verdade existe apenas um compromisso implícito, mas que é insuficiente para tornar cem por cento condenável a atitude de se aventurar com essa nova pessoa.

Alguns acham confortável essa situação já que apresenta um cenário, a primeira vista, bastante confortável, no entanto os ciúmes causados por essa atitude certamente vão ser respondidos imediatamente com a sentença “nós não somos namorados” ou “nós não temos nada sério” e isso pode causar um trauma em algumas pessoas mesmo aquela não tão sensíveis apenas por terem tido esperança de um relacionamento futuro.

Será que compensa magoar uma boa pessoa, afinal se você envolveu-se com ela imagino que seja no mínimo uma boa pessoa, apenas para manter suas opções em aberto. É perfeitamente possível deixar suas opções de envolvimento com outras pessoas abertas se houver um diálogo sincero entre as partes.

Converse, deixe claro seu sentimento, mesmo que eles não sejam claros nem mesmo para você, mas sempre mantenha uma linha de diálogo aberta, não surpreenda a outra pessoa com a notícia que o que existe entre vocês não é tão sério quanto parecia da maneira errada. Respeito é uma das bases fundamentais para qualquer relacionamento, mesmo um que não seja tão sério assim.

O Diário de Casal apoia conversas sinceras entre o casal, sempre! Não tem nenhum problema na vida a dois que não possa ser resolvido com conversas honestas.

Related Posts with Thumbnails
2 Comentários      Postado por Cadu
­
­

2 Comentários »

  • Camilla disse:

    Adoro dar exemplo com meu caso…
    4 meses depois de me separar (o divórcio teve de esperar ainda 6 meses), conheci um homem. Saímos uma vez e não ficamos. Saímos a 2a vez e não ficamos. Saímos pela 3a vez e ficamos. E daí, a gente se encontrava toda semana e ficava. Eu não o tinha apresentado a ninguém, ele tampouco. Depois de 1 mês, ele me apresentou aos pais dele, sem a alcunha de namorada. Depois, no meu aniversário, eu o apresentei aos meus pais e irmãos, já advertindo todo mundo que eu estava “saindo” com uma pessoa. Durante essas ficadas, fui bastante flertada por outras pessoas, imagino que ele também. No meu caso, eu simplesmente não tinha interesse em ficar com ninguém, só tinha olhos pra ele mesmo. Depois de 2 meses de ficandinho começamos a usar o nome “namorado”. Na realidade, foi só pra dar o rótulo mesmo, porque se ficasse mencionando só o nome dele, ninguém entenderia nada.
    “Compromisso” independe do nome. Depende do quanto vc gosta da outra pessoa, do quanto ela te completa para que não precise buscar em outras pessoas…
    Por isso, ficando, curtindo, namorando, casando etc o que vale é o amor, o resto é consequência.

  • Silvia disse:

    Minha situação é essa atualmente, estou a 3 meses nessa vida de não saber o que tenho…

    Hj eu vou dar um ultimato: ou assume ou cai fora. Me dói isso, mas não mais ficar com alguém que não assume a relação. Não sou capaz de ficar com ng enqto estiver com ele pois gosto dele. Mas sei que é questão de tempo para eu me machucar… um dia ele some ou arranja outra e não mais que direito dele…

    Me desejem sorte! Volto aqui depois pra contar se estou namorando ou solteira!

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>