Home » Coisas dela

Relacionamentos suportam as diferenças, mas nem sempre

26 agosto 2010 8 Comentários       Postado por Rafael R

Em muitos casos, as diferenças das pessoas dentro de um relacionamento são vitais e necessárias, para que com o passar do tempo você e seu parceiro possam ceder um pouco e buscarem caminhos únicos. Mas tem vezes que isso é maior que o relacionamento, então é preciso bastante cuidado.

Diferenças demais
Além de tudo, ele gosta de cães e ela de gatos. Aí não da! | Crédito: Leticce

Eu sou um grande defensor das conversas honestas. Acho que um dos grandes valores dentro de um relacionamento é a honestidade, a capacidade de conseguir expor suas idéias sem precisar fazer rodeios ou sem precisar omitir detalhes. Afinal de contas, você está do lado de uma das pessoas mais importantes da sua vida nesse momento, não faria sentido você não dizer exatamente o que pensa e sente. Infelizmente, não é sempre assim que acontece e quando uma diferença fica grande demais, o relacionamento vai acabar pagando o preço por essa omissão.

Digo isso pensando em coisas mais complexas, evidentemente. Aquilo de ele gosta de futebol e ela de novela é mínimo, coisa que dá pra controlar com o passar do tempo. Obviamente, estou usando esse exemplo supondo que não existam excessos, como o cara largar tudo na vida pra acompanhar apenas o time dele, ou ela preferir diversas vezes durante o mês estar em casa pois não pode perder a surra que o vilão tomará no próximo capítulo. Precisamos encarar que as pessoas tem gostos diferentes, e ir além: Precisamos entender, respeitar e nos acostumarmos com isso. As diferenças, nesse contexto, são inclusive interessantes pro relacionamento. É bom ter uma visão diferente sobre algo que você conhece, é bacana aprender a lidar com essas pequenas coisas.

Mas e quando a diferença é maior, como no caso dele não conseguir se imaginar casando um dia e ela sonhando com isso desde que tinha 9 anos de idade? Ou ele sendo um cara que curte aquelas pequenas declarações no dia-a-dia, tentando com formas criativas mostrar pra ela que realmente gosta dela enquanto ela é daquele tipo que não sabe como se expressar com seus sentimentos e não consegue entender muito bem isso? Ou talvez aquele sonho da vida dele de ir morar na praia e ter uma vida tranquila enquanto ela não consegue se imaginar viver longe do caos de uma cidade grande, pois jamais se sentiria completa se não tivesse esse pequeno pedaço de confusão no cotidiano?

Hoje eu tenho uma opinião formada sobre isso. Não da pra simplesmente ignorar algumas diferenças culturais, alguns valores, algumas opiniões. Aquilo de que o amor supera tudo tem essa pequena brexa, ninguém te avisa que por mais que você goste de uma pessoa, é difícil – e em alguns casos, impossível mesmo – ceder em alguns departamentos da sua vida. Sempre vai ter aquelas pequenas partes da sua vida que você ta disposto a deixar de lado quando está dentro de um relacionamento, mas por outro lado tem aquelas situações em que você não vai conseguir suportar numa boa mesmo tendo do lado a melhor pessoa do mundo.

Evidentemente, se entre essas coisas tão impossíveis as conversas avançarem honestamente e tiver condição de um pequeno acordo, as coisas poderão funcionar mesmo assim. Existem valores e sonhos que podem ser adaptados, alterados, deixados de lado ou até herdados de quem a gente ama e quer ver bem. É nessa hora que vamos descobrir se quem está do nosso lado está mesmo até o fim ou se o que aconteceu foi aquela desculpa que a tempos era esperada, um grande motivo para terminar de uma vez tudo isso e ir atrás dos velhos sonhos.

Em todo caso, se tivesse somente uma coisa que eu pudesse dizer sobre isso é tudo, seria algo mais ou menos assim: Se você está comprometido com essa causa, se você quer mesmo fazer isso dar certo, então se apegue aquilo que eu disse ali em cima e tenha uma conversa honesta. Como já disse várias e várias vezes, não existe nada que uma conversa honesta não resolva. Mesmo que tenha uma lágrima aqui, um sorriso tímido ali. Afinal de contas, ninguém disse que era fácil manter um relacionamento, concorda? E se for algo que realmente não tiver solução, entenda isso. No final das contas, serão as pequenas coisas aquelas que farão toda a diferença no final do trajeto, e o desgaste que isso poderá causar no futuro não vale a pena, possivelmente. Fechar os olhos para algumas coisas vai acabar sendo ruim, então previna-se.

Apenas tome cuidado. Não deveriam existir diferenças tão grandes assim que seriam capazes de destruir um relacionamento, mas elas existem. E feliz aqueles que conseguem enxergas coisas que, ao olhar dos outros, pode ser impossível de ultrapassar, mas que pra vocês é apenas uma barreira que o tempo vai acabar derrubando. O comprometimento que você tem com a outra pessoa pode e vai ser responsável por essa superação, também, então apenas tenha certeza que ao seu lado tem alguém disposto a enfrentar isso, quando for necessário.

Histórias de superação de diferenças grandes de cultura ou valores serão bem vindas, como sempre são. Vamos mostrar que, apesar das dúvidas, dá sim pra enfrentar isso tudo.

Related Posts with Thumbnails
8 Comentários      Postado por Rafael R
­
­

8 Comentários »

  • Núbia Souza disse:

    Certas diferenças até dão um certo gostinho no relacionamento, mas algumas diferenças não conseguimos lidar com elas a todo momento, afinal ninguém é o casal ideal 24 horas do dia.
    Mas ai depois de um tempo aquele relacionamento que era maravilhoso torna-se insuportável: as coisas estão cada vez piores, as diferenças vão trazendo uma carga muito pesada ao relacionamento.
    Ok, todo mundo muda, mas nem sempre essas mudanças vem a acrescentar,é única maneira de não deixar o relacionamento piorar é esforçar-se para mudar para melhor.

  • Nilson Viana disse:

    Relacionamento não é nada fácil,principalmente quando existem diferenças, mas, ainda acho que não existe nada melhor do que o diálogo para se chegar a um acordo. Se você ama, com certeza saberá procurar um meio termo com sua (seu) parceira (o, pra então viverem uma união sadia e gostosa.

  • Desculpas e expectativas, como lidar com isso? | Diário de Casal disse:

    […] que em certos momentos vão se complementar e em outros não,  e que como já foi dito aqui  existem diferenças que nem sempre o relacionamento consegue suportar,  muitas vezes as brigas e os pedidos de desculpas não devem ser encarados de forma negativa, mas […]

  • Daniella disse:

    Adorei o texto. E claro, se as diferenças forem maiores que nossa capacidade de suportá-las, e ninguém está disposto a ceder, é hora de pensar se vale a pena mesmo manter o relacionamento. Isso acaba com aquela ideia ridícula de que “os opostos se atraem”.

  • Lucinea Fernandes da Silva disse:

    As vezes lemos algo que parece sair direto dos corredores estreitos da nossa mole doce vida!!!

  • Helena disse:

    Realmente tem certas diferenças que só o amor não consegue superar. Estou noiva de um homem maravilhoso. Educado, carinhoso, atencioso, divertido, bonito, sarado, companheiro e me ajuda até nas tarefas domésticas. Faz declarações de amor, tem orgulho de me apresentar pros amigos.Até aí vocês devem pensar: é o homem perfeito.
    Porém, temos histórias de vida muito diferentes. Divergências de gostos todos têm, mas diferenças culturais são mais difíceis de encarar. Eu, engenheira, possuo mestrado e doutorado, falo 3 idiomas, gosto de música boa, cinema e literatura. Ele, professor de dança, veio de família (muito) humilde, cursou uma faculdade a duras penas, pagando as mensalidades sempre atrasadas. Não gosta de ler, estudar e tem pouca cultura. Mal fala português, quiçá inglês. Sempre sem dinheiro, eu tenho que pagar se quisermos sair para qualquer lugar, jantar fora ou ir ao cinema.
    É um cara romântico, por quem me encantei. Mas com o passar do tempo, essas diferenças ficaram gritantes. Não tenho companhia pra ir a um show de música de qualidade, porque ele não gosta e não tem dinheiro. É bastante complicado. Estou numa situação muito difícil, ele me pediu em noivado há pouco mais de um mês, numa surpresa no dia do meu aniversário. Preciso tomar coragem para terminar. Está sendo muito difícil.

  • Maria Aparecida disse:

    Eu acho , que onde existe amor de verdade, exite entendimento, compressão
    porque diferencias, todos nós temos , porque não somos todos iguais, cabe a cada um respeitar as diferencias do outro e saber lidar com elas.se o amor é verdadeiro entre ambos ,com certeza existe dialogo . e o dialogo é o caminho para o entendimento dos dois.

  • Bailarina disse:

    Helena, vivo uma situação parecida. Tambem tenho um bom nivel de instrução, estudos, etc. E me apaixonei por um homem com o perfil do seu noivo. O que posso te dizer? Nunca me senti tao bem com alguém, que me tratasse com tanto amor e respeito. Meu ex-marido era uma das pessoas mais inteligentes e cultas que conheci. E eu nunca fui tao infeliz com alguem. Por isso, reflita se o que voce chama de diferenças, não é preconceito. Eu estou descobrindo varios em mim, graças a essa relação. E estou aproveitando a oportunidade para tentar ser uma pessoa melhor.

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>