Home » Relacionamento

Respeitar o espaço alheio – Questão de sobrevivência (do relacionamento)

20 dezembro 2011 5 Comentários       Postado por Rafael R

Você sabe que apesar de completar um casal com alguém você também tem o direito de ser “eu” pelo tempo necessário para você, certo? Ou você gosta de sufocar, cercar e fica se frustrando a cada vez que percebe que seu parceiro/a tem uma vida própria? Se você está no segundo grupo, é melhor prestar atenção nisso hoje.

Diferenças e espaço
A arte da Leticce faz pensar, né?!

Primeira questão fundamental e é melhor que você entenda de uma vez: Cada UM (sim, vocês são dois, que são formados por um + um) tem sim o direito a ter seu espaço, sua privacidade, seus momentos e fazer o que bem entender com esse tempo livre. Cada um de nós chegou nesse mundo sozinho e será assim também quando o for deixar, então é natural que as pessoas sejam meio egoístas, as vezes. Note que não estou incluindo aqui pessoas com segundas intenções, apenas aquelas que querem ter um tempo para si e fazer nele o que bem entenderem, sem que isso leve ao término do namoro por justa causa.

Preciso explicar melhor, só pra garantir que vai dar tudo certo: Se a pessoa quer ficar em casa, ouvindo música sozinha ou ir até a praia pra ficar refletindo sobre como a vida da voltas, ela pode e deve fazer isso. E você não pode, sob nenhuma circunstância negar a ela esse direito. E se você não confiar – o que já é bizarro – na pessoa, entenda que quem quer aprontar faz na sua cara, se for preciso, porque pessoas assim não sentem receio algum e aí já é um outro problema.

A segunda parte dessa questão, obviamente, diz respeito a você mesmo: É você quem está querendo curtir algo novo, fazer algo que não faz a algum tempo ou quer apenas tirar um tempo pra ficar pensando na vida? Faça. Quem estiver com você precisará entender isso, se for algo vital e importante. Eu nunca concordei e nunca vou concordar com limites que não sejam os do bom senso nessa hora, a pessoa não pode te proibir de ser ou fazer o que você estiver com vontade. Isso não é um namoro saudável, é uma prisão e ninguém quer se sentir frustrado por não poder fazer algo que gosta e/ou precisa.

Então, resumo: Se um dos dois precisar de um tempo para si, permita. Se faltar confiança, reflita você se vale a pena manter um namoro assim. E se for você a fim de um espaço maior, explique. Precisa ser simples assim, não dá pra ser diferente. Precisa ser fácil, claro e o respeito pelo espaço alheio deve sempre existir.

Claro que para isso acontecer é importante deixar claro, conversar e explicar tudo. Na verdade, isso deveria ser um comportamento padrão, mas viver num mundo cheio de possibilidades faz mal a cabeça de algumas pessoas e essa necessidade que sentimos de prender a pessoa vem daí, provavelmente. O namoro precisa ser libertador, precisa ter muita confiança, precisa de espaço para os dois serem um, quando quiserem. E precisa ser honesto, sempre.

Ele quer sair com os amigos? Deixe! Ela quer ir num barzinho só com amigas? Deixe!! Ele precisa tirar um dia de folga e se jogar na frente do computador pra ficar ouvindo música sozinho? Deixe!!! As pessoas precisam ter um pouco de espaço na vida. Esses momentos reflexivos farão bem para a pessoa e para você, consequentemente. Experimente tentar isso um dia.

E por favor, parem de “proibir” seus namorados/as de fazer as coisas que querem. Isso é tão errado que nem sei como explicaria isso a vocês.

Está a fim de ver sua história aqui no DdC? Saiba como participar e envie hoje mesmo!

Related Posts with Thumbnails
5 Comentários      Postado por Rafael R
­
­

5 Comentários »

  • MATHEUS disse:

    Hoje em dia falta muito isso!
    liberdade,respeito,companheirismo,conversa…..

    Estamos vivendo um momento de pura sacanagem,onde ter aquele alguém especial, para muitos, significa “aprisionar” como uma “medida de segurança”.E na verdade o tiro sai pela culatra…..

    Cada um tem que ter o seu espaço,isso é muito importante,para os dois e para o bem do relacionamento.

    E infelizmente muitos aprende (assim como eu) apenas depois de errar….

  • wz disse:

    Tudo se resolve a partir de uma conversa… essencial na vida de um casal… mostrar os pontos positivos e negativos do relacionamento… não tem como o “parceiro/a” apenas advinhar… “explique” que precise de espaço…

  • Marcos Roberto disse:

    Claro que para isso acontecer é importante deixar claro, conversar e explicar tudo. Na verdade, isso deveria ser um comportamento padrão, mas viver num mundo cheio de possibilidades faz mal a cabeça de algumas pessoas

  • mrcos disse:

    Claro que para isso acontecer é importante deixar claro, conversar e explicar tudo. Na verdade, isso deveria ser um comportamento padrão, mas viver num mundo cheio de possibilidades faz mal a cabeça de algumas pessoas

  • Marcos Roberto disse:

    concordo

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>