Home » Artigos

Revirar os problemas do passado: um erro fatal

16 março 2011 6 Comentários       Postado por Mayara Godoy

Discutir é uma arte – que poucos dominam. Afirmo isso pois é extremamente difícil se limitar, numa discussão, a expor estritamente os fatos referentes ao assunto, de forma coerente. É grande a tentação de arrumar outros argumentos quaisquer, no intuito de se manter “na razão”.

E se já é uma missão quase impossível ser ponderado em qualquer discussão, eleve a complicação à infinitésima potência, para ter a noção de como é difícil resistir a se deixar levar pela emoção quando se argumenta com a pessoa amada.

Pois é. Mas este é um erro gravíssimo. Fatal, eu diria. Nesses rompantes de falta de bom senso, de querer ter razão a qualquer custo, muitas vezes acaba-se desenterrando assuntos que deveriam estar, literalmente, mortos.

O que geralmente não se percebe é o quanto isso é prejudicial. Pois, se o outro cometeu um erro no passado, e vocês conversaram, se acertaram, você disse que perdoava… qual o sentido em resgatar o assunto?

Por que sofrer novamente por algo que, em tese, já estava resolvido? O que acontece, muitas vezes, é que a parte “ofendida” volta ao assunto por não ter superado o problema de fato. Na hora, você disse que estava tudo bem, só para acabar com a discussão, mas o assunto continuou martelando na sua cabeça, não é?

Isso é um grande problema, pois significa que todas as brigas entre o casal não se resolveram, ficaram apenas em standby, porém se acumulando.

Ainda que o intuito, quando se faz isso, não seja ferir o outro, acredite, você ferirá. Afinal, ninguém gosta de ser “julgado” novamente por um erro que cometeu num passado distante, e pelo qual já sofreu as consequências. Não é certo, não é agradável e não é justo.

Esse hábito, acredite, não ajuda em nada. Só piora a situação, pois intensifica a discussão, reacende antigas mágoas e afasta ainda mais a possibilidade da reconciliação.

Por isso, é só com tempo e lágrimas que se aprende a difícil arte de argumentar sem ofender.

Related Posts with Thumbnails
6 Comentários      Postado por Mayara Godoy
­
­

6 Comentários »

  • Rafael R disse:

    ninguém gosta de ser “julgado” novamente por um erro que cometeu num passado distante” – Apenas essa frase, por si só, já mata a charada por inteiro. Na verdade, que as coisas não estejam plenamente resolvidas para uma das partes tudo bem, pode acontecer. Mas é completamente louvável que a outra parte procure uma forma sincera, direta e simples de retomar o assunto, se for extremamente necessário.

    E entenda, o ser humano aprende com seus erros. Ser julgado precipitadamente por algo que já rolou nem sempre é o certo a fazer.

  • Links em TPM | disse:

    […] para grávidasAnimação GráficaMelhores filmes de 2011. Ou não…As 24 faces de Johnny DeppRevirar os problemas do passado: um erro fatalTem certeza que vale a pena assistir isso?Quem acessa o blog é a queridíssima Doralice Celestino, […]

  • Aline disse:

    É mas, quando alguem te acusa de fazer uma coisa, quando vc nao ta fazendo nada de errado diga-se de passagem, que ele já fez no passado, fica mais dificil ainda nao trazer o passado a tona.

    Eu sei que é errado trazer o passado de volta, mas ta muito dificil me controlar…

    o texto veio em boa hora pra mim…

  • Revirar os problemas do passado: um erro fatal. « Plena Mulher disse:

    […] Texto: Mayara Godoy Blog Diário de Casal […]

  • Wesley disse:

    “Discutir é uma arte – que poucos dominam”

    Eu já dizia isto a bom tempo, triste é discutir com pessoa que não consegue(ou não sabe)interpretar bases de uma argumentação, e começa a se fazer de vítima achando que vc a insultou, e assim deixa seus argumentos embaralhados e também consegue fazer vc perder o fio da meada, e se perder.
    Ela(a pessoa) começa a repetir o mesmo argumento várias vzs mas com palavras diferentes.
    Com pessoas assim tem que ter muita arte, muita criatividade !!!

  • Ana Paula Plaza disse:

    Adorei o Texto…
    Ninguém gosta se lembrar de algo que fez errado no passado, isso é óbvio. Mas e quando você diz que perdoa, e aquele pensamento e aquela lembrança da outra pessoa te persegue dia e noite você não consegue esquecer?! E a pessoa já lhe deu provas concretas que te ama. obs: Não fui traída nem nada. Mas é uma coisa, que eu não consigo aceitar é algo que me assola dias e noites. Mas sei que estou errada. Definitivamente, quem queima neurônios á toa envelhe rapidamente.

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>