Home » Coisas dele, Relacionamento

Traumas: “Por que eu não consigo começar um namoro novo?”

23 Fevereiro 2012 9 Comentários       Postado por Rafael R

Com o passar do tempo, as pessoas vão se frustrando com os seus relacionamentos. E isso as traumatiza. Isso não seria um grande problema, se não gerasse algo que eu chamo de “medo do novo”: A pessoa não consegue mais começar relacionamentos, vai ficando meio que com o coração gelado e começa a sabotar todo e qualquer novo romance que surja em sua vida. Isso é bom ou ruim?

Recebi o email de uma leitora falando sobre isso e achei que era uma boa hora pra falar no assunto. Mas, infelizmente, receio não ter boas sugestões para esse tipo de problema. Traumas são problemas que demoram a ser curados e dependem, muitas vezes, de ajuda mais especializada. O que posso dizer nesse momento é: TENTE. Tente fortemente, porque se você não fisgar alguém que vale a pena e que tiver desistindo de você, o arrependimento vai ser maior.

Em casos mais simples, as pessoas somente começam a desacreditar do amor. E a partir daí começam a ter atitudes que não privilegiem a vida de solteiro. Cair na putaria, em alguns casos, é uma dessas atitudes. E é estranho notar que as pessoas acabam não se preocupando com o que estão fazendo, pelo simples fato de não deverem satisfação para ninguém. Mas é aí que elas se enganam completamente.

Pode não parecer evidente 100% das vezes, mas é quase impossível não ter pelo menos alguém interessado em você neste momento da sua vida. Sempre tem alguém perto o suficiente pronto para tentar dar um passo adiante contigo. Você pode não perceber, pode querer não ver ou pode até saber mas não estar interessado/a ainda, mas existe e sempre vai existir. Agora pense: Você está aí, curtindo uma putaria, a pessoa está próxima de você e simplesmente perde todo o encanto ao te ver nesse tipo de situação. Já parou pra pensar que o problema da falta de amor no seu mundo pode estar relacionado ao que você faz e deixa de fazer no seu cotidiano?

Homens querem putas em suas camas, mas que na sociedade sejam mais “normais”, digamos. Existem exceções, claro, mas no geral é isso o que queremos. Não precisa de extremos aqui, queremos apenas alguém que nos complete em diversos quesitos mas que tenha um comportamento legal quando estiver inserida dentro de um grupo. Eu não quero uma mulher que curta dançar, abraçar e beijar todos a minha volta, por exemplo. Sei de uma grande maioria que não iria tolerar esse tipo de atitude também. E hoje se vê muito isso por aí. E é preocupante, pois são as mesmas que reclamam da falta de amor.

putaria na balada
Você reconhece a atitude? Esse post serve pra você, então…

Outros traumas precisam de outros tratamentos, claro. Mas o importante aqui é primeiro descobrir qual é o SEU problema. Você está no meio certo? Você está se comportando de forma bacana? Você não consegue gostar de quem gosta de você, de quem te valoriza? Você quer sempre aquilo que não pode ter? Você realmente não quer nada com ninguém e É FELIZ assim? É bacana saber que tudo te é permitido, mas nem tudo lhe convém. Só não vale reclamar depois, né?

Que tal mudar de atitude? Que tal resolver o SEU problema antes de querer começar algo com alguém? Que tal começar a FAZER MAIS antes de reclamar MUITO? A sua atitude vai definir o que você é. Pensem nisso.

Related Posts with Thumbnails
9 Comentários      Postado por Rafael R
­
­

9 Comentários »

  • Flá disse:

    Meu Deus,quanto machismo… agora até solteira a mulher vai ter q reprimir suas vontades e prestar atenção no que faz pq VAI QUE tenha um cara em volta e ele PERCA O ENCANTO…¬¬’

    Se o cara eh babaca o suficiente pra “””””””””perder o encanto””””””‘ pq vc VIVE,ignorando toda e qualquer outra qualidade e atitude, então pra que se envolver com ele?!

  • Rafael R (author) disse:

    Flá,

    Haha meu ponto nem foi esse, é mais focado numa coisa chamada “atitude”. A pessoa pode e DEVE fazer o que bem quiser, sempre. Porém, ela não pode reclamar que suas atitudes gerem antipatia e/ou outras coisas que surgirem no caminho. Faça e pague o preço. Só não reclame depois.

    Sugiro até que leia novamente, com mais calma, e vai entender o que eu quis dizer. ;)

  • Juliana Salles disse:

    Sabe…essa história de “coração gelado” é um mal de nossos tempos modernos, onde o beijar alguém foi banalizado, onde a exposição do corpo vale, muitas das vezes, mais do que a exposição do sentimento…

    É uma situação em que as pessoas perderam a fé no amor, desacreditaram de que o amor pode, sim, dar certo. Estou solteira, alguns podem até achar que não tenho conhecimento de causa para falar isso. Mas tenho. Amar, para mim, sempre foi uma questão de entrega, de dar uma chance ao coração e também de me machucar várias vezes.

    Dói. Claro que dói, mas não é porque deu errado que todo o resto dará. Quando a gente é criança e desiste no primeiro tombo, a gente simplesmente não aprende a andar de bicicleta. Assim é com o coração, se não damos chance a ele e desistimos no primeiro tombo, estamos fadados a uma vida solitária, colecionando relacionamentos vazios.

    E dou razão ao Rafa, não vindo a discutir se é uma visão machista ou não, mas se a mulher começa a galinhar muito, não pode reclamar que ninguém a valoriza como mulher. O mesmo vale para o homem, ok?? Igualdades à parte, você colhe aquilo que planta, e se quer rebolar até o chão com uma mini saia, não espere rosas vermelhas e declarações apaixonadas no dia seguinte, tá?!

    Está aí minha opinião…não pude deixar de comentar!

    Beijos

  • Rafael R (author) disse:

    Ju,

    Eu falei exclusivamente em nome dos homens e em relação as mulheres mas é EVIDENTE que vale para todos, acho que eu deveria ter mesmo deixado mais claro isso no texto. Serve para todos! hehe

  • Juliana Salles disse:

    Rafa,

    Eu achei que ficou clara sua opinião, até mesmo pq vc colocou em primeira pessoa….hehehe “Eu não quero uma mulher que curta dançar, abraçar e beijar todos a minha volta, por exemplo.”

    ;)

  • Flá disse:

    Sim,Rafael,eu entendi e foi justamente o que eu disse. Pra mim esse pensamento é machista,ué,assim como a sociedade é machista.EU SEI que se eu agir de determinada forma,vou ser julgada e é esse o ponto: eu não quero alguém que julgue dessa forma perto de mim. A partir do momento que a pessoa te diminui porque você dançou até o chão de mini saia ou o que seja-o que é totalmente direito dela,aliás!- ela tá ignorando outros trocentos aspectos da sua personalidade que podem ser mto ótimos…Entende? Uma pessoa não é APENAS o jeito que ela age em uma balada pós pé na bunda…

    Por mais que ok, o mesmo sirva pros homens, é preciso guardar as devidas proporções: as exigências para as atitudes masculinas são SIM menos rígidas…com quantas um homem precisa ter ficado pra ser um galinha?? e uma mulher? Duvido MUITO que o número seja o mesmo.

    Enfim, não estou criticando o texto nem acho que ele não seja verdadeiro, pq é. Eu sei que a opinião de muita gente é essa…mas não deixa de ser machista e não deixa de, pra mim, perpetuar uma idéia de que as atitudes- principalmente,e de forma mais rígida, as femininas- são sempre alvos de suspeita,observação e crítica, o que é totalmente triste.

  • Rafael R (author) disse:

    Flá, é uma forma de encarar a coisa, a sociedade realmente “cobra” ESSA postura das pessoas, no final das contas. Em alguns casos existem outras formas de relacionamentos que são igualmente válidas mas menos divulgadas, justamente aquelas que não se encaixam nesse perfil “antiquado” que as pessoas estão acostumadas. Eu particularmente já falei sobre algumas dessas opções por aqui, antes. Respeito todas igualmente, óbvio.

    Talvez num mundo onde não exista tanto julgamento e as pessoas entendam que as opções das outras as fazem felizes e é por isso que elas optam por elas as coisas sejam melhores. Mas infelizmente esse é um lugar distante da nossa realidade, hoje. Quem sabe um dia.

  • GILMAR disse:

    JU E FLÁ…

    VOCÊS DUAS SÃO PROVAS VIVAS QUE HOMENS ESTÃO SEMPRE EM POSIÇÃO MUITO INFERIOR QUANDO O ASSUNTO É RELACIONAMENTOS, VCS SÃO BEM MAIS INTENSAS, REALISTAS E HONESTAS…

    A JU SEMPRE UMA ETERNA ROMÂNTICA… SEU DIA CHEGARÁ, E SORTE DE QUEM ESTIVER AO SEU LADO.

    FLÁ… PRATICIDADE E PÉ NO CHÃO… “Uma pessoa não é APENAS o jeito que ela age em uma balada pós pé na bunda…” RESULMIU TUDO E EXPLICOU O TEXTO DE MANEIRA DIRETA.

    ENFIM… ASSIM COMO A BELEZA ESTÁ NOS OLHOS DE QUEM A VER. A INTERPRETAÇÃO DE UM TEXTO, LIVRO, OU ARTIGO… ESTÁ NA ALMA DE QUEM OS VIVENCIOU.
    “A mulher é feia ou bela, conforme os olhos que a vêem.”

    EM TEMPO… “Por que eu não consigo começar um namoro novo?”
    SIMPLES… LONGE DE PARADIGMAS, NO AMOR O QUE IMPORTA É O SEU “FELLING” PESSOAL, NADA DE CONVENÇÕES, PADRÕES OU REGRAS. COMECE QUANDO SENTIR QUE NÃO TEM UM PASSADO QUE ATRAPALHE O NOVO COMEÇO.
    COMECE QUANDO SOUBER QUE O PASSADO LHE RENDEU CONHECIMENTOS SUFICIENTE PARA NÃO COMETER ERROS FUTUROS, MAS ENQUANTO O FUTURO É INCERTO E SEM DATA PARA CHEGAR…FAÇA O QUE O CORAÇÃO MANDA E O QUE A RAZÃO OBEDECE, SÓ SE VIVE UMA VEZ…

    BEIJOS

  • GILMAR disse:

    … E POR FALAR EM BELEZA;
    http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=nRY0acoRRwo
    PARA QUEM QUISER VÊR ALÊM DA SIMPLES ESTÉTICA…

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>