Home » Coisas dela

Vale a pena esperar pelo amor verdadeiro

16 dezembro 2010 8 Comentários       Postado por Ele / Ela

Por: Aline Miki

Gostaria de escrever a minha história. Desculpa, é um pouco comprida, mas gostaria de compartilhar de alguma maneira, p/ poder incentivar aquelas pessoas que acham que nunca vai achar o amor da vida….

Sou Aline, tenho 21 anos. E sempre na minha vida fui romantica. Sempre! Sempre fui aquela garota tímida e ingênua, sonhando que um dia o príncipe encantado apareceria na minha frente! Mas a medida que fui crescendo, mais eu ficava desapontada. Sempre via ao meu redor relacionamentos serem tratados de modo superficiais, e a frase “Eu te amo” ser facilmente transferida por outra pessoa em questão de meses. Não era só na época do colégio, mas como na faculdade, e isso acontece também com uns amigos meus que já são formados, e assim vai.

Enfim. A verdade é que fui BV por um bom tempo. Na verdade, acho que até tempo demais, a ponto de ser zoada pelo colégio todo por ser a única que nunca beijou na vida. Mas não liguei, sai do colégio e entrei na faculdade aos 18 anos e BV. A razão dessa demora? Bom, primeiro eu era muito tímida. Segundo, eu nunca ia nas baladas, pois eu era proibida pelos meus pais. E terceiro, meus pais sempre me proibiram de namorar até entrar na faculdade. Na época eu ficava revoltada, até cheguei a sair com uns caras escondidos, mas no fim eu dava fora por que eu não queria. Ninguém gostava de mim como eu era, só iam me agradar para tentar tirar meu BV.

Bom, continuando. Chegou meus 18 anos, entrei na faculdade. Cheguei a ir em baladas, mas descobri que não era o meu gosto. E não, eu não fiquei com ninguém nas baladas. Todos podem rir de mim (meus amigos riem disso quando conto essa história), mas eu quando algum garoto chegava perto de mim, eu passava a encarar o chão!! E logo em seguida, saia correndo para fugir. E minha saga de BV terminou quando um amigo meu me apresentou um rapaz, japonês. Ele roubou meu beijo, ele era legal, mas nunca mais nos vimos. A razão disso é porque, semana seguinte do encontro, um amigo da faculdade dele foi atrás de mim falando mal dele, e por fim, disse que ficou interessado por mim, e não queria que eu ficasse magoada. Afinal, eu era a outra! Sim, ele namorava, e eu não sabia. Nem posso dizer que fiquei puta da vida! Achei que meu primeiro beijo foi super romântico, digno de filmes de sessão da tarde, e no fim nunca mais voltei a falar com ele.

Fiquei magoada, um pouco triste, e nesse meio tempo conheci o meu namorado. Eu sempre conversava com ele, contava minhas mágoas. E acabei gostando dele. Mas, como eu sou tímida, nunca admiti, mesmo que estivesse na minha cara. Para piorar, ele era super parecido comigo, irresistivelmente bonito e tímido, gostava também de mim e sempre dava indiretas. E eu, que sou desligada, não percebia. E quando eu vi, dava fora direto nele sem querer (minhas amigas me alertaram quando eu contava isso).

Nossa relação dava tudo para não começar. Primeiro: eramos dois tímidos, eu não tinha a menor experiencia de relacionamento, e ele estava solteiro por 5 anos. Saimos 3 vezes apenas como amigos, eu me divertia muito com ele, mas eu dava fora sem querer, mesmo eu estando LOUCA para ficar com ele. Até um dia, quando, por milagre da vida, ficamos!

Depois desse dia, minha vida nunca mais foi a mesma. Nossa “ficada séria” se tornou namoro, e nos tornamos não só namorados, como melhores amigos! Ele enfrentou meus pais rígidos logo na primeira semana em que ficamos, tivemos que enfrentar horários rigidamente, e uma série de coisas que meus pais inventavam. Hoje, 2 anos depois, nunca estive tão feliz na minha vida! Posso dizer sem medo algum que envelheceremos juntos, que ele será o meu único amor da minha vida. E sei que nunca direi “Eu te amo” para mais ninguem. Gostaria de escrever a minha história. Desculpa, é um pouco comprida, mas gostaria de compartilhar de alguma maneira, p/ poder incentivar aquelas pessoas que acham que nunca vai achar o amor da vida….

Sou Aline, tenho 21 anos. E sempre na minha vida fui romantica. Sempre! Sempre fui aquela garota tímida e ingênua, sonhando que um dia o príncipe encantado apareceria na minha frente! Mas a medida que fui crescendo, mais eu ficava desapontada. Sempre via ao meu redor relacionamentos serem tratados de modo superficiais, e a frase “Eu te amo” ser facilmente transferida por outra pessoa em questão de meses. Não era só na época do colégio, mas como na faculdade, e isso acontece também com uns amigos meus que já são formados, e assim vai.

Enfim. A verdade é que fui BV por um bom tempo. Na verdade, acho que até tempo demais, a ponto de ser zoada pelo colégio todo por ser a única que nunca beijou na vida. Mas não liguei, sai do colégio e entrei na faculdade aos 18 anos e BV. A razão dessa demora? Bom, primeiro eu era muito tímida. Segundo, eu nunca ia nas baladas, pois eu era proibida pelos meus pais. E terceiro, meus pais sempre me proibiram de namorar até entrar na faculdade. Na época eu ficava revoltada, até cheguei a sair com uns caras escondidos, mas no fim eu dava fora por que eu não queria. Ninguém gostava de mim como eu era, só iam me agradar para tentar tirar meu BV.

Bom, continuando. Chegou meus 18 anos, entrei na faculdade. Cheguei a ir em baladas, mas descobri que não era o meu gosto. E não, eu não fiquei com ninguém nas baladas. Todos podem rir de mim (meus amigos riem disso quando conto essa história), mas eu quando algum garoto chegava perto de mim, eu passava a encarar o chão!! E logo em seguida, saia correndo p/ fugir. E minha saga de BV terminou quando um amigo meu me apresentou um rapaz, japonês. Ele roubou meu beijo, ele era legal, mas nunca mais nos vemos. A razão disso é porque, semana seguinte do encontro, um amigo da faculdade dele foi atrás de mim falando mal dele, e por fim, disse que ficou interessado por mim, e não queria que eu ficasse magoada. Afinal, eu era a outra! Sim, ele namorava, e eu não sabia. Nem posso dizer que fiquei puta da vida! Achei que meu primeiro beijo foi super romantico, digno de filmes de sessão da tarde, e no fim nunca mais voltei a falar com ele.

Fiquei magoada, um pouco triste, e nesse meio tempo conheci o meu namorado. Eu sempre conversava com ele, contava minhas mágoas. E acabei gostando dele. Mas, como eu sou tímida, nunca admiti, mesmo que estivesse na minha cara. Para piorar, ele era super parecido comigo, irresistivelmente bonito e tímido, gostava também de mim e sempre dava indiretas. E eu, que sou desligada, não percebia. E quando eu vi, dava fora direto nele sem querer (mnhas amigas me alertaram quando eu contava isso). Nossa relação dava tudo para não começar. Primeiro: eramos dois tímidos, eu não tinha a menor experiencia de relacionamento, e ele estava solteiro por 5 anos. Saimos 3 vezes apenas como amigos, eu me divertia muito com ele, mas eu dava fora sem querer, mesmo eu estando LOUCA para ficar com ele. Até um dia, quando, por milagre da vida, ficamos!

Depois desse dia, minha vida nunca mais foi a mesma. Nossa “ficada séria” se tornou namoro, e nos tornamos não só namorados, como melhores amigos! Ele enfrentou meus pais rígidos logo na primeira semana em que ficamos, tivemos que enfrentar horários rigidamente, e uma série de coisas que meus pais inventavam. Hoje, 2 anos depois, nunca estive tão feliz na minha vida! Posso dizer sem medo algum que envelheceremos juntos, que ele será o meu único amor da minha vida. E sei que nunca direi “Eu te amo” para mais ninguem.

Esperar o amor verdadeiro
E quem dirá que eu estava errada?

Nosso relacionamento é simples e sem complicações, sem “quês” e nem EXs. Todos os nossos amigos dizem que somos o casal perfeito, que fomos feitos um pelo outro, e que somos referencia para “casal perfeito”. Me orgulho disso, não minto. Afinal, 3 anos depois que fui zoada no colegio todo, e minhas amigas dizendo que eu era perdedora, hoje eu digo quem são perdedoras. Não me arrependo nunca de ter ficado BV até meus 18 anos, de não ser piriguete como minhas amigas eram. Pois é isso que meu namorado mais valoriza em mim.

E hoje sou feliz, com alguém que ama como eu sou. Por isso que eu digo: Nunca desista! Vale a pena esperar, guardar os seus princípios, o seu romantismo, até sua “nerdisse”, quando tem alguém de valor esperando te conhecer um dia.Nosso relacionamento é simples e sem complicações, sem “quês” e nem EXs. Todos os nossos amigos dizem que somos o casal perfeito, que fomos feitos um pelo outro, e que somos referencia para “casal perfeito”. Me orgulho disso, não minto. Afinal, 3 anos depois que fui zoada no colegio todo, e minhas amigas dizendo que eu era perdedora, hoje eu digo quem são perdedoras. Não me arrependo nunca de ter ficado BV até meus 18 anos, de não ser piriguete como minhas amigas eram. Pois é isso que meu namorado mais valoriza em mim.

E hoje sou feliz, com alguém que ama como eu sou. Por isso que eu digo: Nunca desista! Vale a pena esperar, guardar os seus princípios, o seu romantismo, até sua “nerdisse”, quando tem alguém de valor esperando te conhecer um dia.

Related Posts with Thumbnails
8 Comentários      Postado por Ele / Ela
­
­

8 Comentários »

  • Marina disse:

    Só p/ avisar, acho que a historia tá duplicada xD

  • @diegofavero disse:

    os tímidos também amam!!! rs

  • Anônimo disse:

    Acho que sua historia ta duplicada. Gostei bastante de sua historia. Sou muito tímido também, e meus amigos me zoam por nao ser o pegador, o garanhão das mulheres. Mas eu sei que ainda vou conseguir uma garota legal pra amar

  • Euzinha disse:

    Nossa!Que lindo! Bom saber que ainda existem estórias assim, inspirador mesmo!=)

  • nana disse:

    gostei da história,tmb sou timida,tenho 16 anos e nunca fiquei com ninguem

  • Coelli disse:

    tento acompanhar sempre todos os posts, cada história emocionante…
    parabéns!

  • Ana disse:

    Ownnnn que linda história !! Ainda mais hj em dia que a maioria das pessoas parece não se importar mais com os sentimentos ;D

  • drykca disse:

    Bom eu amei a sua historia ,espero que um dia isso possa voltar a acontecer só que comigo kkkk
    gostei tbm espero pelo principe e tenho certeza que ele existe …..

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>