Home » Relacionamento

Você ainda namora à moda antiga?

28 julho 2010 5 Comentários       Postado por Diego Fávero

Desde pequeno, adoro ouvir histórias dos meus pais, meus avós. Viajo na deles.. Como se conheceram? Na fila do pão, jura?? Como assim, mãe, seus pais dela não deixavam você pegar nem na mão dele? O que?? Iam no cinema juntos com vocês dois?? Ah, vá!

Pois é, são histórias bizarras, de mil novecentoe e tralalá. Me divirto, dou risada sempre com as mesmas histórias mas vejo tudo isso nos dias de hoje. Outro dia estava conversando com uma amiga que ia viajar com o namorado. A turminha logo foi tirar um sarrinho “hummm.. vocês vão dormir juntos!?” e ela discordou: “claro que não, os pais dele não deixam a gente dormir juntos. Ele dorme na sala e eu no quarto.” A Fernanda Peduto escreveu um post muito legal sobre isso de dormir um com o outro. E minha amiga ainda emendou “a gente mal tem tempo pra ficar juntos, meus pais sempre colocam horário pra eu chegar em casa”.

Porra, em que ano estamos? Dois mil e cacetada e a sociedade ainda nos impõe esse tipo de regras? Tá certo que temos que respeitar nossos pais, mas o mundo mudou; a sociedade evoluiu (ou deveria). Comigo também sempre existiu esse tipo de educação, vindo dos meus pais. Agradeço por isso. Porém, em muitas ocasiões eu tinha que argumentar o porque eu voltaria mais tarde do que ao horário em que eles me pediram pra voltar, mas isso não acontece com todo mundo. Vejo namoros tendo limites impostos pelos pais, a garota respeita e não impõe seu pensamento, sua “revolta” de que não é mais a criancinha de 12 anos que ainda existe na cabeça deles. Se você não conversar de igual pra igual com seus pais, isso nunca vai mudar. NUNCA.

O que fazer pra poder chegar mais tarde em casa?

Conversa. Tudo se consegue numa boa conversa, sem mentiras, sem escaândalos nem exageros. Esponha a situação real a seus pais. Diga que você cresceu, que é responsável e que a educação toda que eles lhe deram, é o suficiente para você ter cabeça para agir consciente nos seus atos e que, seu namoro precisa de um tempo mais a dois, precisam evoluir e a convivência maior vai fortalecer a aliança entre vocês. Agora, se eles confiarem em você e deixarem chegar um pouco mais tarde, cumpra isso. Eles confiaram em você! Não dê a chance de retrocederem nessa conversa. Isso varia muito de homem para mulher. Geralmente, os pais são mais liberais com os filhos homens. Sabe como é … eles vivem uma cabeça antiga em que “o que será que vão falar por aí se verem minha filha ‘solta’ com garotos?” .. já pro homem, é o “filho garanhão”. Isso vai mudando com o tempo, mas não pense que você pensará muito diferente com seus filhos. Na prática, a teoria é outra.

Muitos casais sofrem com isso e, não estou falando de namoros de 12 anos de idade, 15, 17. Conheço muitos de 20 e poucos anos que aida vivem na “era do preto e branco” e têm um namoro assim como seus pais, que controlam toda a situação. Pra mim, já não é mais um namoro a dois; é um namoro colaborativo, onde todos opinam e quem tem a menor “voz” é você.

Related Posts with Thumbnails
5 Comentários      Postado por Diego Fávero
­
­

5 Comentários »

  • Rafa disse:

    Ahhhh ainda bem que eu sou filha de psicóloga e a base de tudo sempre foi o diálogo.
    Sempre tive total liberdade aqui dentro de casa e quando comecei a namorar isso só aumentou…pq ela sabia que não voltaria sozinha por aí e que estava com alguém que se preocupa comigo :)

    Vai muito de confiança, aqui meu namorado já é o 4º filho dos meus pais, então não rola nenhum tipo de limitação quanto a dormir, viajar e talz…mas conheço ainda muita menina (engraçado como é sempre com a mulher mesmo rsrs) que tem que chegar em casa às 23h e isso atrapalha bastante =/

    beijos

  • Thaise Pregnolatto disse:

    Quando eu era adolescente, usava a tática do um pouquinho de cada vez!!! hahahahahaha Um dia pedia para chegar um pouco mais tarde…outro dia mais um pouquinho….hahahahahahaha Um dia eu contava que estava gostando de um menino….no outro dia que ele gostava de mim também…no outro dia que tínhamos ficado…..

    Técnicas. Não é fácil ser mãe e pai de adolescente não…

    Eu vou trocar meu rebento por outro novo qdo ele chegar aos 10 anos.

  • Link’s de Quinta #03 | Denker disse:

    […] Você ainda namora a moda antiga? […]

  • Você ainda namora à moda antiga? « Plena Mulher disse:

    […] Muitos casais sofrem com isso e, não estou falando de namoros de 12 anos de idade, 15, 17. Conheço muitos de 20 e poucos anos que aida vivem na “era do preto e branco” e têm um namoro assim como seus pais, que controlam toda a situação. Pra mim, já não é mais um namoro a dois; é um namoro colaborativo, onde todos opinam e quem tem a menor “voz” é você. Autoria: Diego Fávero Blog Diário de Casal […]

  • Michel disse:

    Ahh nao antigo eh osso, fosse viver de coisa antiga ia pra um museum rsrs!!!

Participe! Deixe sua opinião.


Para sua foto aparecer nos comentários:

1. Crie uma conta no www.gravatar.com;
2. Escolha uma foto de sua preferência;
3. Certifique-se de preencher o campo 'email' com o mesmo email cadastrado lá;
4. Pronto! Sua foto irá aparecer em diversos blogs que utilizam o gravatar nos comentários!

Antes de comentar aqui, lembre-se:

* Você é inteiramente responsável por suas palavras, pense direito sobre o que vai escrever.
* Lembre-se que pessoas como você escrevem esse blog, respeito é sempre bom.
* Os comentários dependem da aprovação dos administradores desse blog, isso pode levar algum tempo.
* Nossa intenção é interação com os leitores, suas palavras aqui não serão em vão.

Assim que terminar de escrever o comentário, de um sorriso e clique em "Comentar logo". :P

Adicione seu comentário abaixo, ou retorne para os posts. Você pode comentar subscribe to these comments via RSS.

Seja simpático. Mantenha-se limpo. Permaneça no tópico. Sem spam.

Vocêpode usar as tags:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>